"Os mais excitantes contos eróticos"

 

O dia que comi minha sobrinha!!!


autor: carlos82
publicado em: 29/11/16
categoria: incesto
leituras: 8266
ver notas


O dia que comi minha sobrinha!!!
Como eu contei no conto anterior vou relatar agora o dia que transei com minha sobrinha. Tudo ocorreu quando minha esposa foi fazer uma auditoria numa filial da firma dela, sempre quando ela vai eu vou junto se que dessa vez eu não pudi ir por causa do meu trabalho, pelo o outro lada ia também economizar uma grana ainda mais a mare ta feia, a e ela ia dormi na casa de uma tia que ficava perto da filial e mataria a saudade da sua tia, quando eu ia nós íamos para um hotel fazíamos uma boa safadeza isso e outra história, quando ela viajou isso durava no mínimo de dois a três dias para ver o problema da filial, naquela noite estava eu sozinho na sala vendo tv ainda mais uma chuva pesada caindo no mesmo tempo calor, minha sobrinha entra correndo de sala a dentro levei um susto com barulho, perguntei o que houve ela disse que vem correndo por causa da chuva para não molhar o caderno pq tinha que fazer uma pesquisa para faculdade, comecei a olhar ela com um vestidinho de alcinha sem sutiã, ela toda respingada de agua da chuva fui pegar uma toalha já com segunda intenção, quando fui no quarto pegar a toalha, quando voltei ela já estava sentada no computador cheguei por traz comecei a secar ela não falou nada comecei a passar a toalha nos seu ombros fazendo que a alcinha fosse para baixo para ver seus seios de novo, pq eu estava com um pouco de medo de ir direto no ponto, quando estava fazendo isso comecei a secar perto do seu pescoço ela pega minha mão, pensei fiz merda, que nada ela pega minha mão leva direto para seu seios e eu comecei a passar a mao naquelas maravilha olhei para ela lasquei um beijo gostoso na sua boca que retribui bonito peguei ela levei ela para o quarto de hospede que tinha uma cama de casal, comecei a beija ela como um adolescente mais com experiência, fui tirando aquele vestidinho dela quando eu vi ela pelada ela já estava sem calcinha aquilo me levou loucura coloquei ela deitada na cama comecei a chupar seu seios lindos, ela dizia” vai tio isso que delicia, isso continua” e eu so obedecendo as suas vontade ate fui descendo bem devagarinho chupando cada centímetro do seu corpo ela so gemendo bem gostoso eu nem ligava pq estava chovendo forte e o barulho da chuva abafava seu gemido ate que cheguei naquela bucetinha lisinha toda depilada fui passando a língua bem lentamente e eu percebia que ela estava indo a loucura, quando comecei a chupar mesmo sua buceta ela ficou doida de prazer, jogou suas pernas no meu pescoço e forçou minha boca em sua bucetinha que acabou gozando na minha boca quanto tempo que isso não acontecia comigo, pensei que ia acabar ae ela falou “ hoje quero serviço completo tio, quero sentir tudo isso dentro de mim, nunca sentir tanto prazer e como tou sentindo agora quero ser penetrada quero gozar gostoso em cima de sua pica maravilhosa, como esperei esse dia , hoje anoite é uma criança para nois”, ela correu para o chuveiro jogou uma agua no corpo e eu fiquei na cama esperando quando ela veio do chuveiro enrolada na toalha chegou perto de mim me jou deitado na cama e começou a chupar meu pau ate o talo minha pica toda naquela boquinha subindo e descendo na minha pica nossa que delicia, ae começamos um 69 bem gostoso, com aquela bucetinha na minha cara já percebendo que la já estava toda acessa de novo, dava aquela linguada na sua bucetinha ela gemia gostos com meu pau na sua boca, ate que fui mais além comecei a da linguada no seu cu ela se arrepiou toda para de chupar meu pau e disse “continua que delicia nunca tinha tomado linguada no cu que delicia” ae fui mais além comecei a dar linguada e enfia o dedo no seu cu ela foi gostando e disse” pensei que nunca ia sentir prazer nessa área que maravilha que tou sentindo,” chupei bastante aquele cuzinho, peguei ela coloquei de quatro dei mais uma chupada na sua bucetinha e no seu cuzinho, fui na frente dela fiz ela chupar e melar bastante meu pau, voltei e comecei empurra ela disse” devagar ta tio seu pau e bem mair e mais grosso que do meu namorado” aquilo me senir fui enfiando ela gemendo de prazer quando ela encostou sua bunda no meu corpo meu pua todo tentro daquela bucetinha linda, segurei pela sua cintura comecei a passar a mao na sua costa que ia te no seus seios ela começou rebolar no meu pau comecei a dar estocada naquela bucetinha ela gemendo gostoso, deitei na cama e pedi para ela cavalgar no meu pau ela foi sentando bem lentamente ate colocar ele todo, e começou a subir e desce como uma puta ficamos um tempinho naquela posição ate que queria comer ela de frango assado, puxei ela para beira da cama o deitei ela levantei suas pernas quando vi sua bucetinha ate inchada e vermelha de tanto já tomou e ia tomar mais fui enfiando e ela olhando para mim com cara de safada comecei a estocar fundo ela dava grito e gemia tudo maravilhoso ela pede “tio chupa meu cu de novo e coloca seu dedo” falei “ seu pedido e uma ordem” comecei a chupar seu cu e a enfia dedo fui chupando e fazendo isso e la so gemendo gostoso ate que em vez do dedo coloquei meu pau na portinha e disse” isso tio , vai bem devagarinho vai, ta gotoso, continua tio “ ate que dei uma forcada mais forte e gritou “ para tio ta doendo muito, para tio ata doendo” eu continue já com aquele tesao entrou a cabeça parei de força pensei que ela ia mandar tirar e ficou imóvel com minha cabeça dentro do seu cu, fiquei um pouco medo, mais de repente ela coloca sua mao na minha coxa e começa a força para traz e me segurando para eu não da estocada ate quando ela sentiu meu saco bater na sua buceta ela parou e disse “ tio vc é muito safado, não parou quando pedi” eu disse “ percebi que sua boca falava uma coisa e seu corpo pedia outro por isso que fui ate o fim e ae vc não gostou” ela disse “ amei era isso mesmo so que estava comedo de não aguentar “ comecei um vai e vem bem devagarinho ela foi se entregando ao prazer anal, percebi que meu pau estava um pouco sujo de sangue ela era virgem de cu, eu so no vai e vem segurando sua cintura ate que ela solta um grito dizendo “ que maravilha gozei com um pau no cu que delicia” quando ela falou isso enchi seu cu de porra dei aquela gozada ela ficou louca com a gozada dentro do seu cu ela disse” que sensação gostosa de porra dentro do cu, deitamos de conchinha por alguns minutos falei algumas coisa no seu ovido que ela amou, ate que ouvimos um barulho, ela correu para o banheiro para se limpar e eu fui ver que era o barulho, não vi ninguém, naquele momento, mais tarde escreverei sobre esse barulho, ela se limpou e foi embora toda ardida pela frente e por traz, ante de ir me deu aquele beijo gostoso e disse “ esse eo o nosso segredinho ta meu tia predileto” e foi mais eu e ela não sabia que o tinha mais gente sabendo, depois eu escrevo sobre isso, obrigado por lerem ate o próximo conto.





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.