"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Trepada na sala


autor: estrelinha27
publicado em: 29/11/16
categoria: hetero
leituras: 2771
ver notas


Olá novamente.
Contei uma das minhas experiências e gostei.
Vou contar mais então.
Quando eu estava pra fazer 16 anos comecei a namorar um menino da minha rua, ele tinha 17. Nós éramos jovens e os hormônios a flor da pele né. Sempre que ele ia lá em casa, ele sempre ia com aquelas bermudas de pano molinho sabe, pra eu ficar brincando com a piroca dele, mesmo quando tinha alguém por perto. Era uma delícia. Meus pais tinham um comércio na frente da casa e sempre ficavam la, meu irmão chegava do serviço, tomava banho e ia dormir. Nosso quarto ficava do lado da sala e a porta tbm dava pra sala. Ou seja, se ele abrisse a porta, pegaria eu e o Fer no ato.
Mesmo assim a gente fazia nossas brincadeiras. Começou com uns boquetes e nada mais. So que com o passar dos dias as coisas foram esquentando. Ai eu já coloca saia ou shotinho curto de pano molinho. Eu punhetava ele e ele esfregando meu grelinho. Aquilo era uma delícia. Mas ao sinal de qualquer movimento no quarto ou na garagem, a gente já se arrumava e fazia cara de paisagem olhando pra televisão.
Mas aquela sensação de que a gente podia ser pego a qualquer hr, dava um tesão enorme.
Um dia eu estava de shortinho, e eu tava num fogo, que chupei ele de uma forma que nunca tinha chupado, eu vi o Fer fincando os dedos no sofá, quase rasgando, de tanto tesão. Ai ele não aguentou, me pegou, deu sóuma arredadinha no shortinho (que eu usava sem calcinha) e socou fundo aquela pica que pulsava de tesão doidinha pra gozar dentro da minha bucetinha.
Como era gostoso!
Nossa, coloquei a mão na minha buceta agora, tá toda molhada, sóde contar isso pra vcs.
Enfim....ele foi socando forte mas não muito rápido, pra não fazer muito barulho. Eu virei de frente pra ele, sem sair do colo e sem tirar a pica da buceta e comecei a rebolar naquele cacete com a cabeça rosinha, até vermelho de tanto que pulsava.
Gozei em cima do caralho dele. Tremi tanto que quase cai do sofá. Ele me segurou, me colocou de frente pro sofá, de pé, com a bunda pra cima, a buceta nem tinha acabado de tremer ainda e o Fer já tava metendo gostoso dinovo.
Enquanto metia na buceta, um dedo tava no grelinho e o outro no cuzinho. Fazendo isso, nao demorou nem uns 2 minutos e gozei outra vez, ai senti uma água escorrendo pelas minhas pernas, nunca tinha acontecido isso. Gozar a ponto de sair um gozo da minha buceta assim. Foi a primeira vez. Ai o Fer gozou junto, misturando meu melzinho e a porra dele.
Depois fui pro banheiro, me limpar. Sentamos no sofá, fizemos a tal cara de paisagem e uns 5 minutos meus pais entraram em casa.





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.