"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Fiquei toda esfoladinha


autor: Deliciamel
publicado em: 10/12/16
categoria: hetero
leituras: 2715
ver notas




Este conto é a continuação " peguei o escritor de contos", para entender o contexto leiam a primeira parte.

Estava toda arreganhada no sofá e fora de sí, aquele escritor de contos estava me devorando com sua boca, labios, línguas e seus 3 dedos, a essa altura já tinha soltado litros do meu mel, ele estava com o rosto todo gozado e melado, era uma visão espetacular, ver aquele homem literalmente comendo minha bouceta de uma forma feroz.

Ele tirou seu rosto na minha bouceta, aquele cheiro de sexo mexeu com meus sentidos, não perdi tempo, comecei lamber todo seu rosto, retirando toda a minha porra, que sabor delicioso tem minha bouceta.

Os 24 centímetros de cassete estava com as veias me chamando, peguei minha taça de malzibier geladinha, olhei fixo no seu olhar e peguei aquele pau e molhei na cerveja, fui saciando minha sede, ele soltou:

- Aí que delícia, mulherrrr você é fodaa!!!

Disse: - agora a brincadeira vai começar bebê, vamos para o tatame!!!

Fomos para meu quarto, o ambiente revelava que iria acontecer uma boaaa noite de sexo, velas, óleos e camisinhas colocados em pontos estratégicos.

Aquilo foi o ponto de partida para meu macho da lugar o homem autoritário, decidido e mandão que eu vi no conto, que me fez desejar. Me puxou pelos cabelos e com força, me trouxe pra perto dele , me deu um beijo com mordidas e falou no meu ouvido:

- ta pronta pra ser esfolada, vou te deixar toda fudida, sua piranhaaaa e devoradora de pica, ele veio puxando meu cabelo, me jogou no chão, abriu minha perna com violência e meteu sem dor e piedade com muita pressão na minha bouceta, me imaginei sendo estrupada, aquele animal metendo com muita força e ao mesmo tempo me olhando,comecei a uivar de dor e prazer, seu cassete além de ser enorme é grosso, gritei alto:

- issooo querooo com força, ta fracoooo, seu filho da puta, faz jus ao seu material!!!!

Nessa hora o homem ficou transtornado, me deu dois tapa no rosto, falou para eu ficar quieta, pegou pelo meu queijo e disse:

- Agora sou eu que mando vadia de péssima categoria, seus vizinhos saberão que você está fudendo, me puxou de novo pelos cabelos e me colocou de quatro, segurou com força minha cintura, ele apertava muito, começou a socar minha bunda, eu gritava de dor e prazer ao mesmo tempo, ele meteu sem eu esperar, começou a socar com uma intensidade fora do normal, aquele atrito entre ele e minha bunda me deixava louca e fora de si, eu falava palavras desconectadas, gemia e chorava ao mesmo tempo, senti como se tivesse fazendo xixi, senti um frio enorme na barriga. Ele berrava:

- Goza putaaa, ta tendo orgasmo múltiplos? Se prepara que não vou gozar tão cedo!

Ele seguiu com seu plano, tirou seu pau da minha bouceta pra segurar o gozo,me virou, colocou minhas pernas sobre seu ombro, começou a meter forte, sentia aquele cavalo tocar meu útero, começou um incômodo com dor e ao mesmo tempo prazer em ver um animal me comendo sem um mínimo de pudor, ele percebeu que não estava mais aguentando, que estava sentindo dor além do prazer e aquela sensação deixava mais excitado e fora de sí, resolvi entrar no seu joguinho, mas eu realmente estava com a bouceta esfolada, não estava aguentando mais, estava sentindo dor, mas essa situação ao mesmo tempo era prazerosa, comecei a falar com uma vozinha chorosa, pedindo para parar, fazia força pra sair dele, ele colocava mais força e aquela cena de domínio sobre mim, deixava como um animal, um verdadeiro cavalo em cima da sua égua, ele gritou!

- vou gozarrrrrr ,sua piranhaaaa, ta toda fudida né?! Era isso que vc queria, sexo com pressão, então tomaaaa, me deu dois tapas no rosto e gozou gostoso.

Aquele animal selvagem, virou um gatinho, ficou deitado em cima de mim, nosso suor se misturava e ficamos alí sentindo nosso corpo desacelerar, me beijou calmamente e falou:

- Você é maravilhosa, te falei que iria te fazer rainha e vadia ao mesmo tempo!

Tomamos um banho com óleo com uma fragrância maravilhosa, comecei fazer uma massagem nas costas dele com meios seios e aos mesmo tempo com a mão no ombro, nos beijamos como dois namorados, já se passava das 5 da manhã e percebemos que estávamos horas transando, fomos dormir de conchinha, eu ali como se fosse namorada de um homem que nunca vi na vida, estava realizada em sair da caixa e quebrar protocolos.

Acordei o com minha boca naquele cassete maravilhoso, ele fazendo carinho no meu rosto, pedi para ele virar de costas, lambuzei todo de óleo comecei uma senhora massagem relaxante em suas costas, em sua bunda, tentei um fio terra, mas o meu macho não deixou, caminhei para coxa, alternei mão e língua, na parte interna da coxa, indo no saquinho, estacionei na parte interna do joelho minha linguinha e fui para o pé, massageando toda a planta do seu pé e chupei seu dedão e dedinhos, aquilo deixou louco , virou bruscamente e fizemos um amor gostoso, digno de dois amantes apaixonados.

Realmente ele cumpriu o que prometeu: que me faria puta e rainha numa noite, deixei ele descansado e fui preparar uma mesa de café de rei e rainha.

Ele foi embora de tardinha, teve ainda muito sexo e muito amor.


Obrigada por todos comentárarios e notas. Continuem comentando e votando, estou pegando gosto pela escrita.
Beijos e até mais...




















ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.