"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Uma noite na casa da titia parte 4


autor: Starktable
publicado em: 11/12/16
categoria: hetero
leituras: 2646
ver notas


Já havia passado do meio dia quando chegamos ao predio dela, passamos pela portaria e logo estavamos no elevador.
Eu pegava na sua sintura, a envolvia em meus braços e beijava seu pescoço, naquela hora não importava se seriamos visto ou não, só queriamos aproveitar o momento, ela deixava sua cabeça tombar para trás a cada beijo suspirando a cada toque.
Um som toca, chegamos ao andar dela, a porta se abre e saimos apressados para o apartamento dela, os beijos já estavam mais quentes naquele momento.
Quando ela finalmente abre a porta e estamos "seguros" no conforto de seu apartamento, ela se vira pra mim, me da um longo beijo na boca e diz:
-Oque acha de um banho agora? Heim?
-Com você? Eu acho perfeito, respondo a ela
- Então deixa eu pegar minhas coisas e já te encontro lá
Nesse momento ela se vira e desabotoa seu short enquanto caminha, depois de já ter tirado eu vejo aquela visão, que visão, uma perfeição, aquela bunda, aqueles contornos...nossa "tirei a sorte grande" pensei eu
Depois de alguns minutos no banho vejo a porta se abrir, Grazi entra só com as roupas de baixo, eu não me seguro, fico excitado, ela olha pra mim e diz: Tá pronto pra outra?- tirando as lingeries na mesma hora
-Só se for agora, respondo a ela-
Ela entra devagar junto a mim no box do banheiro, a agua levemente escorre sobre seu rosto e ela me beija. Naquele momento um mar de sentimentos passava pela minha cabeça, eu tinha acabado de perder a virgindade e já tinha transado com duas mulheres, nunca fui de Namorar e já tinha beijado duas...mulheres, caara, minha cabeça tava a mil e tudo só ficaria mais claro depois de um tempo.
Depois de nos beijar por varios momentos ela beija meu pescoço- era a vez dela de retribuir haha- ela desce até meu pau, e começa a chupar e chupar, nesse momento me encosto na parede e solto um leve esparmo, aquela parede tava gelada pra caramba
Ela me chupa com vontade, puxando seu cabelo fazendo sua cabeça subir e descer, de repente ela se levanta e se vira para a parede atrás dela, ela empina sua bunda para mim e diz: Vai
Sem pensar duas vezes coloco meu pau em sua bucetinha e começo a bombar rapido e forte, ela geme cada vez mais rapido, ela se inclina pra frente encostando seu rosto e seus seios na parede e gemia cada vez mais alto, aquilo me dava tanto tesão, as estocadas ficavam cada vez mais rapidas e mais fortes
-Vou gozar, vou gozar-dizia eu, ela interrompe os movimentos e pula no meu colo
-me leva pro quarto, vamos acabar isso lá
Saindo do banheiro, passando pela porta ela pega uma toalha e coloca em suas costas
Aos beijos chegamos ao quarto, a jogo na cama e caio por cima dela, logo a penetro e começamos os movimentos de vai e vem...
Nos viramos e ela fica por cima
Ela cavalgava com uma verocidade enorme, estavamos a todo vapor, gemiamos alto, não nos importavamos com os vizinhos, depois de algum tempo ela se contorce em um esparmo...ela tinha gozado e eu não queria ficar pra trás
A viro na cama e começo a meter nela de quatro, dei varios Tapas em sua bunda antes de finalmente gozar, foi intenso, logo depois deitamos um ao lado do outro e adormecemos.

Continua

Olá leitores, já faz um ano desde a última vez, atendendo a pedidos voltei para relatar as historias com minhas tias, conto com o apoio de vocês para criticas e sugestoes, já faz um bom tempo que não escrevo, perdi o jeito? mande seus emails para mim, ficarei feliz em responder todos. (Principalmente as leitoras mais fiéis"
Até a proxima gente

S.T



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.