"Os mais excitantes contos eróticos"

 

O cadeirante


autor: Insaciável
publicado em: 12/12/16
categoria: hetero
leituras: 2525
ver notas


Recebi está historia no meu e-mail e vou contar para vocês...

Me chamo Robson, tenho 42 anos sou cadeirante devido um acidente de moto que eu sofri, sou casado, minha esposa tem 39 anos, magra, loira cabelo até a altura de onde prende o sutiã, olhos verdes, somos completamente apaixonados um pelo outro, ela é o tipo de mulher que qualquer homem gostaria de come- la.

Sempre fomos bem ativo sexualmente, sempre frequentavamos casa de swing, doggings, aventuras de exibições de mostrar peitos, bunda, bucera para caminhoneiros nas estradas, motoristas de ônibus, passageiros de onibus, eu e ela adoravamos as caras que eles ficavam, comendo ela com os olhos.

Um dia eu estava indo trabalhar de moto e sofri um acidente, no qual me deixou na cadeira de rodas

Eu não podia deixar minha mulher desamparada e na mão literalmente, no início eu conseguia fazer ela gozar nos dedos e com a língua, mas com o tempo fomos sentindo falta de uma rola para ela, então eu resolvi sentar com ela e propõe que eu ficasse de voyeur dela, ela ficou muito preocupada não em ser putinha de outro macho, pois ela sempre fez isso, mas eu participava e ela ficou com medo achando que eu fosse me sentir inferior aos outros homens, eu falei para ela para tentarmos,ela sorriu para mim, sentou no meu colo, disse que me amava e me beijou.

Marquei com um cara (moreno claro, 1,80m, cabelo curto, barba por favor, corpo magro para atletico) da Internet e ele aceitou, mas eu não disse nada sobre eu ser deficiente, pegamos o caras no lugar combinado, ele entrou no banco da frente e deu um beijo de língua na minha esposa e foi com a mão direto na buceta dela e eu fui "jogado" entre os bancos de trás e a minha cadeira de rodas foi em cima do banco e ele foi de maridinho dela na frente, ela estacionou o carro na garagem do motel e veio me ajudar junto com ele, mas eu disse vão indo vocês que eu vou me virando sozinho aqui com a cadeira de todas,eu sabia que teria dificuldade, mas sabia tbm que essa dificuldade deixaria os dois mais tempo sozinhos, coloquei minha cadeira fora do carro e subi nela, peguei a máquina fotográfica e fui para o quarto, quando cheguei lá ela estava sentada na cama, e ele deitado com o pau quase duro, assim que entrei ela falou para mim que não iria fazer nada, eu questionei o pq e ela disse que o pau dele era grande, mas a preocupação era com a grossura, ela não conseguia colocar a ponta da cabeça do pau dele na boca, eu cheguei perto dela e disse para ela ir tentando, que ela ia conseguir chupar e ficar com a boca tão arrombada quanto a buceta dela.
Ela passou lubrificante envta dos lábios e no pau dele e começou a chupar, ela chupava, só que a cabeça do pau dele mau entrava na boca dela, e ele colocava a mão em cima da cabeça dela e empurrava para baixo, forçando a pica na boca dela, ela tirava o pau e ficava ofegante, Vermelha e com lágrimas nos olhos.

O rapaz deixou ela é chupou a buceta dela como se fosse um mendigo um mês sem comer, ele ocupava a buceta dela e ela se contorcia toda na cama, ele molhava muito a buceta dela e ela gemia muito alto, ela uivava enquanto ele chupava ela.

Dei a camisinha para ele, ele passou lubirifcante no pau, para a camisinha entrar e com muita dificuldade conseguiu colocar a camisinha.
Ele colocou minha mulher de 4 e eu fiquei de frente para ela, esse rapaz começou a colocar o pau na minha mulher e ela começou a ficar vermelha, fazer cara de choro, pedindo para ele ir devagar e ela ia narrando para mim o que acontecia:
- Amor ele está colocando a ponta da cabeça do pau, aiiii mo a cabeça entrou quase toda, ai meu Deus amor, a cabeça entrou toda, me tira daqui por favor amor, ele está me arrombando só com a cabeça do pau".
Ele cuspia no resto do pau, segurava minha mulhere pela cintura e ia empurrando mais e mais e ela fazia mais cara de choro e ficava vesga, eu nunca vi um pau tão grosso quanto aquele, minha mulher então nunca havia sentido um daquele.

Ele começou a bombar aos poucos e ela gemia e chorava e pedia para eu pedir para ele parar, eu estava ficando com tesão a mil, e não conseguia resisti a cara que ela fazia e ao gemido que ela fazia, olhei para o rapaz e disse para ele:
- "Você ama minha mulher???, você tem algum sentimento por ela???, ela é tua mulher???, é você que vai cuidar dela depois que acabar aqui???" E ele respondeu:
- Não...
E eu disse:
- Então pq está tendo dó dela???

Ela olhou para mim com os olhos arregalados e me disse:
- "Meu amor ele vai me matar com este pau, por favor peeedede paraara ele paraaar, eu estououou todaaa arrombadaada e não tem 5 minutos que ele está me comendo, por favor meu amor".
Enquanto ela me pedia para ele parar, ele ia metendo nela e segurando ela para ela não escapar, enquanto isso eu cuspia na cara dela, cuspia na boca dela e ela de 4 ali na minha frente e eu na beirada da cama, ela não aguentou o peso dele e caiu ficando com a cabeça para fora da cama e ele metendo o pau nela, ela pediu por favor para ele parar, depois de 5 minutos ele atendeu e parou...
Ela se levantou um pouco e andava pelo quarto se abanando e me perguntava, "é isso que você queria é, me ver sendo estuprada???"

E o rapaz disse " eu vou começar agora até foder", ela pegou gel e entupiu a buceta do lado de dentro e de fora disse para ele que ela estava preparada.

Ela deitou na cama e o rapaz foi em cima dela, ele colocou o pau dentro da buceta dela, ela deu um gemido leve e ele começou a bombar, só a metade do pau, quando ele começou a aquecer o pistão dele, ela começou a socar que o corpo dele batia no dela e ela gritava de dor e tesao, enquanto isso ela ia se masturbando para relaxar mais, foi quando ela começou a gemer mais alto, ela começou a socar curto e forte e falava para ela, "você não Me procurou para tomar pau, eu não fui atrás de você, você que veio, então agora você vai aguentar até eu cansar ou meu pau ficar mole, aguenta sua vadia, sua piranha, puta, tu vai ficar sem sentar 5 dias, você não vai esquecer de mim tão cedo, quem mandou me procurar, agora aguenta desgraçada, acha que já estava arrombada era,você vai ver quando sair daqui".
E a minha mulher pedia socorro para mim e eu só filmando e tirando foto, como se ela não estivesse falando nada para mim, o rapaz parou um pouco posi estava cansado e pingando de suor.
Foi ao banheiro mijar e eu fui chupar a buceta da minha mulher, a buceta dela estava muito quente e vermelha, os lábios da buceta dela estavam para fora e tinha um buraco enorme na buceta dela, ela disse para mim:
- "Está feliz em me ver assim seu corno, seu carrasco", eu não disse nada.

Quando ele voltou colocou gel no pau, colocou a camisinha e passou gel na camisinha, quando ele foi para a cama eu apenas disse para ele:
- Cu...

Ela olhou para mim e disse:
- "Pelo amor que você tem por mim, eu não vou aguentar, eu vou me cagar toda".

Ele colocou ela de 4 enquanto ela lamentava.

Eu olhei para o rapaz e fiz sinal com a cabeça e ele melou o cu dela e foi abrindo com o dedo, e ela foi mexendo na buceta para relaxar o cu, então ele tirou o dedo depois de foder ela por uns 5 minutos e encostou a cabeça do pau na entrada do cu e foi forçando de leve até o cu começar a ceder aos encantos daquele pau, ele foi forçando mais e ela foi sentindo centímetro por centímetro entrando e foi mexendo na buceta, e para a minha surpresa ela foi fechando os olhos, empurrando o quadril conta Ele é foi merecendo mais na buceta e não é que aquela ou tá estava gostando, esse rapaz segurou nos ombros deles e foi socando, socando, socando e ela mexendo cada vez mais na buceta, ele puxou o cabelo dela e socou mais forte ainda, até que Ela não aguentou mais e gozou ela se contorcia toda, fazia uma barulhos e ficava toda rigida, até que Ela amoleceu o corpo todo, caiu meio de lado com a bunda para cima, ela entrou em um estado de relaxamento que ela não reagia as estocadas funda dele e nem reclamava, o rapaz continuou metendo com força, ficou metendo mais uns 5 minutos, até não aguentar mais e explodir de gozo na bunda dela, este cara estava com leite no estoque tinha uns 5 anos, não era possível, era cada jato de porra grossa, deu um banho nela.

Ela ficou uma10 minutos na cama até levantar, tomar banho e irmos embora.

Me escrevam pessoal, eu conto a história de vocês aqui.

Insaciavel86@hotmail.com





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.