"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Debaixo dos lençóis bebo do teu mel


autor: Chronos
publicado em: 14/12/16
categoria: poesia
leituras: 723
ver notas


Pela manhã ele se serve de mel
Em pequena taça branca suculenta.

Debaixo dos lençóis
Ah... Uma boca que me chupa! As pernas repousam em seus ombros
Ali, chupando , Beijando e se lambuzando
está ele, safado, com muita sede ...

Teu mel é como a resina que cai das árvores de tâmaras
Chupar sua carne úmida é meu primeiro pão do dia
Quanto mais te possuo, mais tenho sede
Tuas pernas em meus ombros é como estar num oásis
Com arvores frondosas me protegendo do sol

Se tu soubesses o quanto teu sabor me enlouquece!
Jamais ficaria sem minha boca em tuas coxas a te visitar
Teu corpo serpenteando em minha face enquanto te bebo. Te recebo em meus lábios sedentos de teus veneno.

Pela manhã me alimento de ti .
Tu me envenenas de prazer

Logo vem a fome
E nossos corpos como animais se devoram até os anais ...

By: Chronos >





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.