"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Novinha bebada


autor: Katita
publicado em: 25/12/16
categoria: traição
leituras: 5355
ver notas


Bruninha e Johnny eram namorados a bastante tempo, uma vez terminaram por uma semana e Johnny pegou uma de suas amigas chamada Rita, Bruna ficou sabendo depois a própria Rita quem contou, e ela deu o troço, armou um plano para dar pra um dos amigos de Johnny o escolhido foi um rapaz chamado Igor que trabalhava num bar no centro, Bruninha foi até o bar fingiu que bebeu de mais pra ele levá-la em casa, e lá não teve jeito o rapaz tentou resistir mas acabou comendo a namorada do seu amigo todinha, até o cuzinho que era vigem Bruninha teve que dar, Johnny não ficou sabendo da aventura da namorada Bruninha não foi louca de contar, e de vez em quando Johnny a levava a noite pra aquele bar e era Igor quem os atendia, atendia olhando do pra ela lembrando das suas preguinhas se abrindo uma por uma e ela gritando de dor, estava sempre com um sorrisinho no rosto pro lado dela e Bruna toda sem jeito, numa hora que não tinha ninguém vendo ele cochichou pra ela.

---- Hoje quando ele tiver te fodendo você vai lembrar de mim boneca.

E parecia uma praga que porque a noite de perninha aberta dando a bucetinha pra Johnny ela só pensava na pica do Igor que era bem mais grossa e como seria bom ela ali alargando sua xana e fazendo seu cuzinho sofrer um pouco.

---- Amor ... Eu quero atrás.

---- Sério?! - disse Johnny todo animado- Você nunca deu atrás, perdeu o medo? Que delícia então vira amorzinho que eu prometo que vou com jeitinho no seu cuzinho virgem.

Virgem, virgem já não era mas só com um anal ainda estava novinho em folha fechadinho aoertadinho Bruninha deu o cubem gostoso aquela noite foi muito bom mas podia ter sido melhor seu namorado perdia na bitola, Igor, Igor porque foi ter um pau tão gostoso.

No fim de semana teve uma festa na casa de um amigo de Johnny e ele levou a namorada junto, Igor também estava na festa, e aproveitou pra dar em cima da novinha algumas vezes, passava por ela e dizia

---- Nossa... Ta gostosa hoje hem queria ver em baixo desse vestidinho...

--- Você já viu... Não lembra não?

---- Lembro de cada detalhe do seu corpo safadinha mas tô com saudades desse cú.

E esse cutava com saudade de você também mas ela não podia falar, naquela noite Bruninha exagerou na bebida e quando viu que a namoradinha estava mal pediu a o anfitrião que deixasse ela subir pra um dos quartos e descansar um pouco, disse que depois ia lá ver se está estava melhor.

Bruna estava deitada na cama de barriga pra baixo a luz apagada já tinha pegado no sono quando acordou com a porta abrindo, devia ser o seu namorado, alguém entrou e a porta fechou de novo, depois a pessoa que entrou subiu na cama com ela e fez carinho nas suas coxas ergueu seu vestidinho até descobrir sua bunda e puxou sua calcinha pra baixo, Bruna estava muito babada pra reagir o namorado podia a pegar como bem quisesse agora que nem ligava, Bruna sentiu um dedo cheio de cuspe molhando seu cuzinho, queria atrás então a menina deu até uma empinadinha sentiu o cabeção forçando para entrar mas quando entrou ddoeu mais do que ela tava esperando.

---- Ahhh! - não podia ser o Johnny o pau dele era menor disso tinha certeza- Quem tá ai?! Quem é você?!

---- Chiuu... - ele disse no seu ouvidinho mandando ela ficar quietinha.

O quarto tava escuro não conseguia ver quem era.

---- Igor é você!? Ahhiii.

Pelo tamanho da pica só podia ser tava judiando das suas pregas, Bruna agarrou o travesseiro pra aguentar a foda, o homem sapecou seu cuzinho sem dó no começo foi só dor mas depois de arrombada ficou gostoso a pressão daquela tora atravessando o rabo dela como uma cadelinha sem direito de defesa.

---- Ahh! Ahh! Ahuu! Aii Meu cuporra!

---- Quer porra no seu cúbta bom vou te dar porra no cuzinho cachorra.

---- Não, não goza não come mais ele. Aiih!

Mas ela sentiu os jatos quentes enchendo seu rabinho ele Gozou tudinho lá dentro, depois tirou o pau e sacudiu jagsndi algum resto de sêmen nas suas costas:

----- Eu quero mais come meu cúmais um pouco... Por favor.

----- Então você gosta de dar o rabo né safada não se preocupa não logo logo te como de novo, agora dorme princesa.

Em seguida subiu sua calcinha e desceu o vestidinho deixando tudo como encontrou , e Bruninha cá sada bêbada e agora com o cuzinho dolorido caiu no sono só acordou depois quando Johnny foi chámá-la para irem embora, a menina o acompanhou sonolenta e quando estavam se despedindo do pessoal Bruna ficou um minuto a sós com Igor.

---- Adorei sua visitinha, matou a saudade do meu cú?

---Qual visita do que você tá falando? Ta louca? Você sumiu a festa toda onde você estava?

Bruna gelou quando ele disse isso então não foi ele... Quer dizer que garoto daquela festacomeu seu cú, arregaçou com ela e não sabia qual, que vergonha ainda pediu mais pica quando ele acabou, Bruna ficou vermelha, agora lembrando bem a voz não parecia mesmo a de Igor, quem será que foi o safado que a comeu. Safado pirocudo diga se de passagem, disse que ia comer ela de novo o jeito era esperar e torcer pra esse dia não demorar..







ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.