"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Fui encoxada e gostei


autor: iti
publicado em: 30/12/16
categoria: hetero
leituras: 6879
ver notas


Me chamo Bruna, tenho 28 anos, sou moreninha tenho uma bunda que chama atenção por onde eu passo, recebo diversas cantadas na rua.
Trabalho em um escritório, tenho que pegar dois ônibus pra chegar até lá, todo dia faço o mesmo trajeto, já fez um tempo que leio contos sobre encoxadas, fico com muito tesão, minha buceta chega a babar, queria muito que acontecesse comigo, em uma quarta feira acordei mais cedo, coloquei a calcinha mais pequena que eu tinha, um vestido apertado e curto, ao sair do meu condomínio percebi que o porteiro ficou me comendo com os olhos, e eu rebolei mais ainda minha bunda, cheguei na parada de ônibus o primeiro que passou eu peguei, queria o ônibus mais lotado, passei a catraca os homens estavam loucos, parei no meio do ônibus, não demorou muito sentir que alguém parou atras de mim, olhei no reflexo do vidro era um branquinho alto, meio forte, a medida que o ônibus andava ele ia encostando mais, até que ele encaixou atras de mim, um volume foi crescendo atras da minha bunda, ele ia empurrando minha bunda, minha bucetinha começou a dar sinal, senti ela úmida, ele viu que não demonstrei nenhuma reação e foi ficando mais ousado, começou a descer a mão na minha coxa, eu dei uma empinadinha, acho que era o que ele queria, como o vestido era curto, ela colocou a mão embaixo procurando minha bucetinha,quando ele achou colocou minha calcinha pro lado, e falou no meu ouvido "tá molhadinha né cachorra" eu fiquei louca com aquela voz no meu ouvido, ele começou a fazer movimentos circulares na minha buceta, eu já tava quase tendo um orgasmos, ele parou, passou uns 2 minutos não acreditei quando senti o pau dele tentando encaixar na minha buceta, não tinha mais o que fazer, já tava entregue a ele, ele começou a estocar, ele percebeu que não podia ser visto e colocou a mochila mais no meio pra ninguém ver, a gente tava parecendo um casal, encostado, ele beijando meu pescoço, eu tava ficando louca com aquele pau na minha buceta, eu queria gritar, pra ele me fuder mais rápido, os bicos do meus peito estavam parecendo uma bala de duro, ele acelerou um pouco e gozou, eu fiquei com muito medo pôs não usamos camisinha, ele só guardou o pau e saiu sem dizer nada, quando desci do ônibus senti o leitinho escorrendo na minhas pernas, na hora do meu almoço fui na farmácia comprar a pílula..
Espero que tenham gostado dessa minha aventura.bjs



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.