"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Foda matinal


autor: Momorena
publicado em: 05/01/17
categoria: hetero
leituras: 2757
ver notas


Oie,desejo a todos leitores e amigos um Feliz 2017 que seja doce, quente e excitante. E vamos ao conto....



Horàrio novo do marido rotina nova na casa, dormimos tarde acordamos tarde.

Onze da manhã preparo café arrumo bancada para desejum sinto mãos apertarem minha cintura e um corpo próximo ao meu.

Sinto respiracão no meu pescoço o calor do corpo contra o meu.

Me rendo ao seu cheiro seu toque fecho meus olhos e me faço submissa.

Meu corpo é deitado sobre a bancada fico com bumbum arrebitado a seu bel prazer.

A mão àvia desnuda me puxando meu baby doll de lado e invadindo minha xoxota categoricamente.

Brinca com seus dedos e o meu desejo. O mel escorre denunciando como é maravilhoso suas carícias.

As crianças ainda dormem mas a qualquer instante poderão descer esse detalhe torna tudo mais instigante e nos faz lembrar adolescencia a sensacão de ser vigiados.

Sinto sua boca lamber minha gruta e solto suspiro quero ser sua. Me chupa deliciosamente rebolo em sua boca ,esfrego minha buceta na sua cara.

Sem aguentar mais coloca seu pau delicioso com veias sobressalentes invadindo minha xoxota.

Que delicia essa invasão minhas pernas tremem suam ficam inquietas e você me consome.

Coloca... Tira...coloca,tira tortura minha xota brinca com meu êxtase.

Acelera,estoca judia da minha buceta agarrado em minhas ancas.

Foda maravilhosa minha buceta chega inchar de tanto tesão quero que goze em mim,quero sentir sua loucura me possuindo.

Soca tão ritmado que não aguento explodo em gozo e choro lieralmente de prazer.

Marotamente você se aproveita e invade meu cuzinho sem chance de recusa. Seu pau melado facilita a investida que com sucesso nos mata de prazer.

É tão apertadinho que sinto o ardor pela brusca façanha mas o ato em si supera todo e qualquer incomodo. É definitivamente delicioso dar o cù pra você meu amor.

Fode meu rabo como um cachorro no ciu e sedento.

Sinto sua masculinidade a flor da pele enquanto me possui e me deixo levar nessa vibe.

E como macho viril que é anuncia seu gozo apertando minha cintura e mordendo minha orelha,suas carnes tremem junto a seu pau e sinto seu jato de porra quente invadir meu cuzinho .

Essa altura minha xota lateja e acompanha seu gozo escorrendo pelas minhas pernas.



MARAVILHOSOOOOO.



Nos recompomos tomamos banho e voltamos ao café agora saciados da safadeza matinal.









ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.