"Os mais excitantes contos eróticos"

 

VEM SER MEU DONO ...CONTRATO


autor: luah
publicado em: 06/01/17
categoria: hetero
leituras: 895
ver notas


Preciso de um dono, comecei a procurar contratos de submissão, quero ser obediente e fazer todas as vontades do meu dono.


Depois de procurar e ler vários, resolvi modificar, adaptar e quem sabe assim encontrar alguém que realmente queira me controlar.

Eu, LUAH, morena gostosa de pernas grossas e seios que cabem na sua boca ao morder, buceta linda que é levemente rosada por dentro e dá contraste com a minha cor e faz a sua boca salivar.


Declaro por vontade e desejo, e por ser expressão da verdade, dosada de grande putaria com você e para você que a partir de hoje, me torno sua, cachorra, vadia , puta, como quiser me chamar, pode ser de escrava, desde que mete a pica dentro de mim e me faça me gozar.


Qualquer hora me cja que vou te dá a buceta abertinha e qualquer lugar farei suas vontades, seja na sala, na cozinha, no sofá, na varanda, na rua, na praia, no motel e até no carro.

Vou cumprir minhas obrigações te fazendo gozar até ficar com o pau esfolado e me deixar arregaçada.

Fazer tudo que meu Dono ou Dona e Amor mandar e me submeter a todos os seus desejos e loucuras, desde que eu tenha muito prazer envolvido durante todo tempo, dispor do meu corpo no momento, do jeito e da forma que a loucura vier e assim sentir o desejo tomar conta ;


Receber seus castigos sexuais como prêmios e seu tesão como loucura de taras ;Adorar o corpo do meu Dono sempre com muitos beijos, lambidas e mordidas todos os dias;Ser fiel e sincera em qualquer situação a sua pica te dando preferência para entrar antes de qualquer outra, caso haja mais picas juntas.


Não tendo qualquer segredo para com o meu Dono; Permitirei que meu Dono jorre sua porra pelo meu corpo todo, se for sua vontade e desejo.Serei propriedade de mim mesma para satisfazer ao meu Dono, estando terminantemente proibida de não fazer meu dono gozar.


Não terei contato com outros mestres sem pedir autorização ao meu dono.Serei sempre paciente, desprendida, alegre e amorosa depois de ter gozado muito na sua pica ;Estarei sempre em constante atenção para aprender obedecer e executar os prazeres que nos façam alcançar o êxtase sempre.


Tratar meu dono da forma mais respeitosa possível sob o tratamento que ele determinar sempre chamando ele de puto, cachorro, safado e tudo mais que faz ele enlouquecer na cama.
Aceitarei ficar amarrada, acorrentada ou usar acessórios, e outros objetos, no momento, e no local em que ele estiver me desejando na putaria da alcova.

Um contrato iria correr por esses caminhos, seria determinado pelo tempo incerto e traria orgasmos múltiplos para os dois.


Onde será que está o meu dono ?? Quero gozar !!!





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.