"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Treinando oral com irmão de 12 anos.


autor: nady
publicado em: 07/01/17
categoria: incesto
leituras: 14680
ver notas



No conto anterior relatei como treinei com minha irmã...rs
No entanto, o pentelho do meu irmão mais novo nos flagrou e me chantageou. Se ele contasse para meus pais estaria ferrada. Levaria a culpa por aliciar minha irmã mais nova.

-é Nady sua safada, eu vi tudo que vc e Tati fizeram ontem.
-Não fizemos nada Guilherme- disse, tentando desconversar.
-Ah não. Aquela briga de aranha no quarto dos papais foi o que hein?
-Ah muleque você não sabe o que diz.
-Sei sim. Já vi muito isso em filmes.

Me irritei e fui para meu quarto. Por dias, não tocou-se mais nesse assunto.
Até que certo dia, estava sozinha em casa. Resolvi dar um mergulho na piscina. Coloquei um biquíni cortininha preto, fio dental para pegar um bronze. Passei protetor e cai na piscina. Mergulhei. Resolvi tomar um sol. Assim fiquei por um tempinho.
Resolvi entrar em casa. Entrei no chuveiro. Tomei um banho demorado. Nele bati uma siririca bem gostosa, lembrando da minha irmãzinha delicia que alias eu combinara de “brigar aranhas” naquela noite.

Entrei no meu quarto e Guilherme estava na minha cama:
-Sempre sou excluído.
-Do que esta falando moleque?
-Voce brincou com a Tati e nem lembrou de mim.
-Não sei do que esta falando.
-Ah Nady eu sou bom de guardar segredo. Não contei de vocês. Não vou contar de nós.
-O que você quer em troca? Minha mesada?
-não. Quero que você faça comigo igual nesse vídeo que tenho no celular.

Na hora ele abriu o vídeo. Nele a Mia era chupada nos seios e depois fazia um garganta profunda no garanhão que gozava inescrupulosamente em sua boca!
-Ah não Gui. Nunca chupei um pau.
-e eu nenhum seio Nady. Eu te ajudo, você me ajuda.
Nessa hora ele já arrancou minha toalha e jogou no chão. Por ser mais novo, era mais baixo e seu rosto dava de encontro certinho com meus seios. Ele passou a língua sem saber o que fazia. E eu deixei. Era uma delicia. Saliva espessa, molhada, grossa...
Um pouco mais confiante, me puxou pra mais próximo de seu corpo. Enfiou meu peito esquerdo na boca... mordeu... lambeu a aureola... e eu gemia
-guigui gostoso, viu muito o vídeo né. Tá fazendo igualzinho
E ele não parou. Beijava, lambia. Mordia. Pulou pro outro seio. Beijava, lambia, mordia... parecia um bebe grande mamando na sua mamãe putinha.
Pedi para me deitar. Ele concedeu. Veio por cima de mim. E continuava a mamar. Nesse instante senti seu pinto endurecer. Me assustei. Era o primeiro pau que sentia duro encostar em mim. Um susto bom.
-Agora vamos imitar a outra parte do vídeo Nady. Voce tem que enviar meu piruzão todo na sua boca.
Como estava curiosa, confortável com a situação e com muito tesão não hesitei.
-Tá. Mas só se você prometer que será segredo. E só será essa vez.
-Tá bom desgraça. Chupa logo.
Abaixei a bermuda que ele vestia. Gui não usava cueca. Primeira visão de um pau que tive: rosado, não muito grande (Gui tinha 12 anos só), cabeça vermelha. Fiquei alucinada. E assustada. Mas fiz o que estava lá pra fazer.

Aquele caralho novinho entrou na minha boca de uma só vez. Lembro que senti um melzinho e gostei. Como não sabia o que fazer, ele começou o vai e vem com minha cabeça no começo. Depois peguei o ritmo.
Posteriormente, por curiosidade, tirei aquele caralho na minha garganta e reolvi passar a língua. Primeiro naquela cabeça vermelha. Comecei pelo buraquinho e depois em torno. Guigui urrava. Desci pelo corpo. Subia. Descia. Gui gemia. Cheguei nas bolas. Passava a língua nelas. Gui apertava meus cabelos. Eu continuava. Subi até a cabeça e o engoli todinho...

Chupava, chupava, chupava... até bater a ponta na garganta. Que pau gostoso. Eu engasgava, mas continuava ali com aquele pau dentro da minha boquinha. Estava uma delicia e não queria parar de engolir aquele pau gostoso. Chupei muito. Aquele caralho foi meu por minutos. Minha língua molhadinha, pela primeira vez sabia o que era bom de verdade. Não demorou e o Gui soltou seu néctar em mim.

Gui saiu do meu quarto. Nunca mais fui chantageada. Nunca mais chupei o pau do Gui.

Estou adorando os comentários de vocês, caso queiram me mandem mensagem ou me mandei um email historiasdenady@gmail.com.
Vou adorar trocar experiências e nudes com vcs...rs




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.