"Os mais excitantes contos eróticos"

 

A putinha no clube de orgias


autor: PutinhoRJ
publicado em: 11/01/17
categoria: gays
leituras: 1878
ver notas


Estive em SP recentemente e pesquisando na internet achei o endereço de um clube de orgias. Tentei ir a primeira vez mas já estava fechado, então num domingo a noite voltei lá porque tinha lido sobre a festa em que ficava tudo escuro. Como sou discreto e ninguém sabe que curto ser uma putinha de vez em quando, achei a ocasião perfeita.

Cheguei lá e fiquei um pouco sem graça no começo, eu peladão com aquele monte de homem também pelado ou de cueca, mas rapidamente fui me ambientando, andei pelos salões, via muita rola pra fora e aquilo foi me deixando com um tesão danado.

Fui parando nas rodinhas e comecei a ver gente se chupando e metendo enquanto o pessoal ficava punhetando em volta. Aquilo me deixou com um tesão louco, tava doido pra fazer a mesma coisa. Fui andando até o final do salão e vi uma sala um pouco mais escura onde tinham os glory holes(aquelas paredes com um buraco que o pessoal bota o pau pra fora e a gente ataca..ahaha). Parei ali um pouquinho me abaixei pra ver se alguém aparecia e logo uma pica surgiu do buraco, não perdi tempo a já comecei a mamar a rola de algum estranho que eu nem sabia quem era. Chupei a rola ali por algum tempo até o cara cansar e tirar o pau dali, nisso já chegou alguém do meu lado e pediu pra eu chupar também, eu logico que obedeci e já fui enfiando outra rola na boca. Chupei o pau do cara até ele gozar minha boca e minha cara toda, fiquei com medo de beber a porra de um estranho ali, mas tinham uns guardanapos pra eu me limpar.



limpo e refeito das duas picas que eu tinha chupado eu agora queria era dar naquele local, fiquei andando por lá um tempo, vendo o pessoal trepando e chupando até que resolvi voltar pra sala onde estava pra ver se pintava mais alguma coisa. Fiquei parado encostado em uma parede de lado pra ver se alguém se interessava no rabinho, logo apareceu um começou a alisar a minha bunda e dar umas olhadas pro pau dele. Entendi o recado, me ajoelhei comecei a pegar no pau do cara para alisar e vi que o pau dele era muito muito grosso, fiquei até com medo. comecei a chupar o pau do cara, engolindo aquele caralhao que mais parecia um pacote de biscoito recheado de tao grosso. Mamei a pica dele por um tempo e ele me levantou, perguntou se eu tava pronto pra levar aquela pica no cuzinho. Eu tremi, fiquei gelado, imaginei que ia doer demais, mas falei que sim, só para ele ir com calma até o cuzinho acostumar. o cara me botou deitado de frente numa poltrona esquisita, fiquei com a bundinha empinada pra trás, morrendo de medo da dor, mas o grossao sabia o que fazer com a pica, botou a camisinha, começou a empurrar. Eu senti doer, fui pedindo pra parar, e ele ficou lá na maior paciência colocando e tirando a rola aos poucos, quando ele metia parecia que tinha um poste entrando pelo meu cu. Sentia as pregas todas se esticando, quando o cuzinho foi acostumando com a largura da rola ele começou a brincar com o cabeção no meu cuzinho botando e tirando. Quando eu tava me acostumando e começando a achar bom senti o cara começando a forcar pra enterrar tudo no meu rabo, deu umas três quatro bombadas e quando vi já tava com a rola toda atolada no meu cu. Rebolei um pouco com a rola toda dentro pra me acostumar com aquele monstro grosso, e começou a ficar bom, o cara começou a meter no meu rabo, eu com a bundinha bem empinada pra tras pra ele.

Ai que a foda realmente começou, o cara foi aumentando o ritmo aos poucos e já tinha uma rodinha em volta me vendo levar aquele pauzao grosso todo no rabo, isso foi me dando um tesão do caralho. Comecei a gemer e pedir pro cara meter mais, meter tudo, quando percebi eu mesmo já estava jogando o rabo pra tras e pra frente pra sentir aquele cacetao todo me comendo gostoso. Me senti uma verdadeira putinha, estava orgulhoso de ter conseguido agasalhar aquele cacetao todo, e muito tesão de ver aquele monte de homem em volta de mim assistindo eu ser enrabado por aquela pica. O tesão foi tanto que gozei sem nem tocar na pica só levando no rabo, o cara ao ver que eu tava me gozando todo também aumentou o ritmo, metendo com vontade no meu rabo, até que ouvi os gritos dele e senti que ele estava gozando também.

Minhas pernas estavam tremendo de tanto tesão, quando o cara tirou a pica senti que estava com o cuzinho todo arregacado e fiquei com vergonha de dar pra outro cara com o pau normal e ele me achar arrombado. Me limpei, fumei um cigarro pro tesão baixar e fui me trocar, mas sempre que for a SP agora vou dar uma passada por lá pra conhecer mais rolas gostosas. Caso queiram se comunicar comigo, é só mandar um email: putinhorj@hotmail.com



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.