"Os mais excitantes contos eróticos"

 

39 - Esposa metendo e o marido


autor: bernardo
publicado em: 23/01/17
categoria: hetero
leituras: 6207
ver notas


Célio estava viajando e deveria demorar em uma semana mas acabou por demorar mais. Ele e a esposa falavam várias vezes ao dia, e à noite, pelo celular, conversavam muitas coisas inclusive sacanagens. Eles gostam disto e as vezes se masturbavam juntos pelo telefone, já que tinham uma vida sexual muito ativa.

Um dia, numa sexta feira, Sônia, sua esposa ligou dizendo que um amigo antigo, Carlos, com o qual ela já havia transado algumas vezes, inclusive na presença dele, a tinha convidado para “tomar uma cervejinha”, e como ela estava com um tesão insuportável, pedia se ele a deixava sair com ele sozinha. Célio pensou um pouco e como conhecia o Carlos e sabendo que ele merecia total confiança, disse que sim, desde que fosse mais cedo e voltasse logo, com cuidado e não beber muito, que fosse num local discreto e que o deixasse por dentro de tudo que acontecia, ligando pelo celular, para ele ficar mais tranquilo. Ela disse que ligaria sempre informando tudo.

Mais tarde, ela retornou a ligação dizendo que tinha marcado com Carlos para encontrá-lo no bar, em torno de 21 hrs. Então lhe perguntou se eu tinha a sugerir um vestidinho para ela. Eu disse a ela para

Perto das 21 horas ela ligou dizendo que estavam no barzinho e que todos os homens olhavam para ela, principalmente quando ia no toilete, o que fazia de propósito, pois estava usando um vestidinho preto bem curtinho, coladinho, sem calcinha e sem sutiã que deixava seus deliciosos seios quase saindo para fora, e uma sandália vermelha alta e que quando estava sentada deixava o vestidinho subir e exibir suas deliciosas coxas e sempre se inclinava para exibir os seios pelo decote. Disse que estava tomando uns uísques e comendo um tira-gosto, e que logo ligaria novamente.

Passados uns 40 minutos ela, mais alegrinha (efeito dos uísques) liga novamente e até passou o fone para o Carlos e eles se cumprimentaram; passados uns minutos ela ligou dizendo estar no toalete, que já estava molhadinha, pois já tinha beijado o Carlos na boca várias vezes, e ele dado alguns amassos alisando suas pernas por baixo da mesa, e enfiando o dedo na sua xotinha molhada e ela já havia passado a mão na pica dele que estava durinha.... Disse que o Carlos a convidara para ir a um motel próximo e que ela estava doida para meter com ele, e seu ele a deixava ir, pois ela iria deixar o celular ligado para ele ouvir tudo do início ao fim.

Célio, a muitos quilômetros de distância, já estava também louco de tesão, adrenalina a mil, e conversava com a esposa, manipulando o cacete, duro como ferro, então disse que ela poderia ir e voltar logo , e que ligasse quando chegassem ao motel.

Passados uns longos 40 minutos ela voltou a ligar dizendo que já estava no motel X, e que eles já tinham se agarrado na cama, e ele já tinha metido a pica na sua xotinha; que ela colocou seus peitos para fora do decote e dado suas provocantes tetas para ele mamar, deitado no seu colo, segurando com a mão e enfiando os biquinhos salientes na boca dele, e que naquele momento ela estava no toialete, nuazinha, com os bicos dos peitos molhados e durinhos, no maior tesão, trocando de roupa, pois tinha levado um babydoll bem sexy, preto e vinho transparente, com calcinha fio dental preta, que ele conhecia muito bem, e que era bem sensual, decotado e curtinho, para usar na ocasião.

Célio, a ouvia com atenção e pela voz, percebia que ela estava super excitada e deveria estar linda e provocante, e ele no maior tesão, pelo celular iria ouvir tudo a partir dali, a quase l.600 kms de distância!!!

Ela lhe disse que Carlos já estava nu na cama e com o pau bem duro, pois ela tinha feito um boquete rápido nele e que ela iria dar gostoso para ele, gemendo muito deixando o celular perto da cama para ele ouvir tudo. Então Célio continuou ali com o fone no ouvido, em silencio, para escutar tudo...

Eles conversaram um pouco de futilidades, daí escutou os estalidos de beijos e seu amor, falando:

- “Mama nos meus peitos, isso, assim, ai... ai.... delicia, mama o outro....assim... morde os biquinhos... ai... ai...ui....ui... sabe que meu marido morre de ciúmes quando eu faço isto com outro homem?” Eu faço sempre isto para deixá-lo louco de tesão... mama mais.... ai que tesão...”

Depois de um tempo, ele falou:

- “Chupa meu cacete, vai”...

Então, Célio pode ouvir os gemidos dele e os estalidos da chupada que ela estava dando nele.

Daí ela disse:

- “Me chupa também (era um 69)... ai. Ui... ui.... isso é muito bom....”


Depois de um tempo, ela disse:

- “Ai, não aguento mais... vem, me fode, mete esse cacete na minha xotinha....mete com força, assim....mete seu safado... você gosta de xotinha de casada... mete fdp...cachorro....

Ela gemia e pelo barulho da cama Célio fazia uma ideia do rebolado dela na pica do Carlos. Daí ele ouvi ele falando:

“-Fica de quatro putinha”

E depois ouviu gemidinhos e gritinhos dela... por uns 10 minutos... até que ela aos gritos gritava:

- “Mete forte, com força, assim, mete seu safado....caralhudo....mete, me faz gozar..... me faz gozar, mete., não para... mete... aiiiii.....uiiiiiii, estou gozando, me fode fdp , safado.... me come, enterra tudo... assimmm... ai...ui..... tou gozando.... ai gozei.... delicia...”

Com a respiração ofegante, um pouco de suspiros ele diz para ela:

“-Amor fica de ladinho, assim quero esfregar na sua bundinha....”

Celio, deitado na cama, com o viva voz do celular ligado ficava imaginando Carlos esfregando a pica no bumbum da sua esposinha safada, e conversando bobagens... (depois ela disse que ele esfregava o cacete duro no bumbum e xotinha e acariava os peitos dela com as mãos e beijava na nuca dela).

Então ele falou para ela:

“Abre um pouquinho e levanta a perna direita e empina a bundinha”.

E ela respondeu:

“-Já sei o que você quer... seu safado.... eu também quero, vou dar para você sim....”

Célio já imaginava o que Carlos iria meter no cuzinho dela, pois ela era viciada em dar o cuzinho.

Então Célio a ouviu falar:

“-Mete devagarinho......asssim..... ai tá doendo... devagar.... assim... vai... tá gostoso.... tá entrando... devagar... ai... ai... ui....”

Aos poucos ela passou a gemer e dizer que estava gostoso e pedia para ele meter tudo, enfiar até as bola pois ela adorava dar o cuzinho. Ela ainda dizia

“-Que pena que meu maridinho não tá vendo.... depois conto para ele... mete fdp, safado... me come... me faz sentir sua putinha...sua cachorra”.

E gemia cada vez mais alto...e assim ficaram mais algum tempo. A esposinha dele tomando no cuzinho e gemendo... até que Carlos disse que não estava aguentando mais e que iria gozar e deu um gemido alto , provavelmente enchendo o cuzinho dela de porra. Ela respondeu:

“-Mete gostoso, mete com força, fode meu cuzinho... de casada.... me faz sentir sua putinha.... fode.... goza... vai.... ai... ai.... ui..... , goza fora, tá bem.... quero sentir sua porra o meu bumbum e xotinha... ai delicia...delicia de cacete....”

Assim ambos gemendo alto, gozaram aos gritos... e alguns palavrões carinhosos...se podia ouvir. Célio não aguentando mais, gozou muito gostoso com uma suave punheta. Daí ouviu a esposa dizer:

“-Quero meter mais, quero mais seu cacete na xotinha... seu safado...”

Então ouvi pelo fone, Carlos falar que iria tomar um banho... Enquanto o chuveiro escorria, ela pegou o celular e disse:

“- Oi amor, tudo bem.... acabei de gozar... desculpe, mas eu não aguentei e ele comeu meu cuzinho e xotinha, tou toda meladinha.... vou para casa assim, tem porra até no babydoll, para você ver quando chegar de viagem... Agora vou fazer um boquete nele para ele meter mais uma vez e encher minha xotinha de porra e eu gozar de novo tá? Vou dar para ele de franguinho assado, e agachadinha... pode?... Quero meter mais, ainda tou com tesão... ainda mais sabendo que você está ouvindo tudo.... Ah! Eu te amo. Te amo muito.”
Logo eles iniciaram mais uma sessão de chupadas... beijos.. etc....,e ela novamente gemendo e os gritinhos que ela faz quando fode.... Passado um tempo, ela gritava pedindo para que ele metesse e fudesse e gozasse na sua buceta
“-Fode....meu macho gostoso, me fode... tou gozando... mete, não para.... mete..... me fode... ai tô gozando.... ai..... ai.... ui.....” .

O celular foi desligado. Depois de uns 40 minutos ela liga para o marido, dizendo que já estava em casa toda meladinha.... que tava tudo bem.. apenas um pouco cansada... por ter metido e rebolado muito na pica do Carlos..... Disse também que guardou a calcinha e o babydoll meladinhos para na volta ele ver. Dois dias depois Célio estava de volta, no maior tesão e viu o babydoll e a calcinha com aquele meladinho seco característico.... A noite saíram e meteram no maior tesão do mundo... pois eles se amam e entre eles não existe traição, e o amor só aumenta mais.

**********************

Gostou? Se excitou? Dá uma nota então.... Se desejar podemos conversar. Skype: bernard.zimmer3 ou e-mail. bernard3320@live.com ou WhatsApp agora com vídeo chamada: 11- 944517878




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.