"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Namorada e sobrinha!


autor: Maurício
publicado em: 11/08/15
categoria: virgindade
leituras: 7722
ver notas


Olá, meu nome é Maurício Vilches, 23 anos, branco, olhos castanhos, cabelo curto e liso, 1,68 de altura. Enfim, vamos ao que interessa.. minha namorada, Cacau é o seu apelido, sempre fomos muito apegados, mas em quase 3 meses de namoro ainda não tinham transado, e isso tava me deixando louco! Todos os dias eu me masturbava pensando nela, e quando ficávamos nos esfregando eu sempre saía com a calça molhada do meu gozo. Certo dia nós estávamos na casa dela com a mãe, a irmã e a sobrinha dela de 12 anos, e nesse dia as duas iriam sair e Laurinha iria ficar conosco, então eu já estava planejando transar muito naquela noite!! Então deu a hora e as duas foram embora, assim que fecharam a porta eu fui até o quarto onde estava Cacau, não pensei duas vezes e já tirei a roupa na sala mesmo, e cheguei totalmente nú no quarto, mas a surpresa, havia me esquecido que Laurinha estaca em casa, e dei de frente com o pau duro no rosto dela, pois na hora que entrei no quarto ela estava saindo! Me assustei na hora... mas ela não ligou, apesar de seus 12 aninhos, ela simplesmente olhou pra mim, sorriu e saiu. Bom, entrei no quarto e lá estava Cacau de costas.... encostei nela por trás bem lentamente e deixei meu pau ir subindo, e quando ela sentiu o volume tomou um susto.. se virou e viu que era eu, então perguntou:

-O que é isso amor??
-Meu amor, não tô aguentando de tesão por você, quero muito te ter!

Ela me olhou e me deu um beijo bem longo.. e ao mesmo tempo foi segurando meu pau que já estava duro feito pedra! Então se abaixou e começou a lamber, eu fui ao céu com aquilo!! Novamente olhou pra mim e enfiou tudo na boca! Nossa! Eu queria gozar ali mesmo, mas ela percebeu e pediu pra não gozar na boca dela, eu aceitei.. ela ali ficou por uns 10 minutos, ajoelhada com meu pau na boca num movimento de vai e vem delicioso. Ela de repente parou, se levantou e começou tirar a roupa, aqueles seios durinhos, 16 aninhos, então tirou também a calcinha e mostrou sua bucetinha lisinha, linda, tava molhada, tava vermelhinha... deitou na cama e pediu pra que eu a fizesse gozar só com a língua, eu, é claro, atendi! Chupei por uns 20 minutos até ela gozar em minha língua, então eu beijei e ela disse que queria que eu a comesse bem devagar, pois ainda era virgem. Então eu comecei a tentar, tentamos por umas vezes até que a cabeça do meu pau entrou.... ficou o silêncio e ela com os olhos arregalados olhando pra mim, então eu empurrei tudo de uma vez só!!!!! Nossa, que buceta apertadinha, gostosa, saborosa, que delicia! Cacau deu um grito forte, mas eu não imaginei que desse pra ouvir lá da sala, então pedi permissão e comecei a meter com força num movimento maravilhoso de vai e vem, então a coloquei de 4 e comecei a meter de novo, mas numa dessas bombadas minha vara escorregou de sua bucetinha molhada de tesão e entrou de uma vez no seu cúzinho..... caraca! A Cacau gritou 10 vezes mais forte que da outra vez e quase desmaiou.... meu pau continuo dentro e duro ainda, pois não havia gozado! Enquanto ela estava que desmaiada eu continuei a comeu seu cú muito forte quando enfim gozei, gozei muito, muito, muito mesmo! Tirei meu pau e começou a escorrer minha gala pela sua cama! Então eu a levantei e fomos tomar um banho, depois que terminamos voltamos pra cama e ficamos nús mesmo, quando a Cacau começou chupar meu pau de novo chegou a Laurinha de surpresa e viu a tia de boca no cacete!! Ficou dessa vez espantada! Então Cacau tirou a boca e a chamou pra perto de nós e explicou que aquilo era normal entre os casais que se amam, então fez uma pergunta a Laurinha que eu não acreditei:

-Quer chupar, Laurinha? Você já chupou? Ainda é virgem??

Nossa... Não esperava por aquilo, fiquei surpreso! Então Laurinha disse que outra vez chupou o pau do amiguinho na escola, mas que ele não havia gozado e ela gostaria de ter aquela experiência... fiquei mais surpreso ainda!! Então Cacau:

-Ahhh, que pena! Pois eu vou beber gala daqui a pouco que meu amor vai me dar, você nem vai!!

Então Laurinha riu e pediu pra chupar um pouquinho... Cacau aceitou!!!!!!

-Quer chupar? Então chupa..

Logo Laurinha caiu de boca e começou chupar meu pau com tudo, parecia profissional! Minha nossa! Quê que era aquilo??? Não aguentei, enchi a boquinha dela de porra! Parecia que não ia parar mais de sair gala! Quando parou, Cacau puxou Laurinha e deu um beijo nela sem deixar cair um pingo de gala se quer!! Beberam tudo!! E assim até hoje brincamos juntos... Laurinha adora beber minha porra e levar por trás, mas nunca arrisquei comer a bucetinha dela, pois é muito nova! Mas Cacau e eu transamos várias vezes em qualquer lugar, de todas as formas e em todos os lugares..!!!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.