"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Bruninha cresceu!!!


autor: GustavoN
publicado em: 02/03/17
categoria: virgindade
leituras: 4820
ver notas


Meu nome é Gustavo e tenho 25 anos, moro com minha mãe em um condomínio fechado de casa bem próximas umas as outras, e minha mãe tem uma amiga que tem uma filha de uns 16 anos, lindinha, morena quase mulata, peitinhos médios durinhos e empinadinhos, magra com uma bundinha também durinha e empinadinha. Não ficava de olho nela não, mesmo porque quando chegamos ao condomínio ela tinha uns 9 anos de idade, claro que eu reparava nas meninas da minha idade na época. Mas ela cresceu ne, nem parecia que tinha apenas 16 anos.
Não passava muito tempo no condomínio, até mesmo devido ao trabalho e faculdade, então chegava muito tarde, mas últimamente estava vendo a Bruna com mais frequência. Na sexta, da janela do meu quarto, que fica no andar de cima, pois minha casa é duplex, vi ela no quintal tomando banho de piscina. “Que menina gostosinha!!” pensei, fiquei olhando e ela viu que eu estava olhando e como eu a conhecia ela me deu um tchau com um sorriso no rosto e eu respondi da mesma forma e sai da janela.
Como eu disse eu estava de férias e nesse Carnaval não viajei com meus amigos e não fui com meus parentes e meus pais para casa de praia que alugaram, não quis, fiquei apenas indo à praia e voltando, e no sábado decidi não ir à praia e fiquei em casa, estava sozinho. O telefone tocou e era a amiga da minha mãe, a mãe da Bruna, perguntou se eu poderia emprestar o liquidificador, pois o dela tinha dado defeito, falei que sim. As casas não têm muros, apenas na área dos fundos, na frente e aberto pois tem a vaga do carro, escutei baterem na porta e pensei que fosse a Luzia, mãe da Bruna, mas não era, era a Bruna, com um shortinho curtinho e só com a parte de cima do biquíni, estava tomando banho de piscina. Fiquei meio sem jeito, mas convidei a entrar, ela entrou e fui para a cozinha buscar o liquidificador, ela sem eu perceber foi atrás, peguei e me virei, dei de cara com ela, entreguei o liquidificador e ela me perguntou se eu estava sozinho, respondi que sim e que não quis curtir o Carnaval, que queria curtir de outra forma. Ela riu e falou que já iria trazer o liquidificador.
Ela saiu e eu tranquei a porta da sala, sentei no sofá e fiquei vendo o filme que estava passando e depois de uns 10 minutos levantei e fui tomar banho. Fiquei um tempinho e sai, sai enrolado na toalha e fui em direção a cozinha para deixar a roupa que eu estava na área de serviço, quando chego na cozinha a Bruna estava lá colocando o liquidificador no lugar (minha mãe e a mãe dela, a Luzia, são muito amigas e elas tem esses “acesso livre” uma a casa da outra). Passei por ela e deixei a roupa no cesto perto da máquina. Quando fui passar de novo ela me parou e com a mão no meu peito perguntou se eu estava observando ela tomando banho de piscina no dia anterior, fala que foi por acaso que estava limpando meu quarto. Perguntou se eu por acaso gostei do que vi, fui sincero e falei que sim, que ela é uma menina bonita. Ela me beijou, eu estava a algum tempo com um tesão nela, com uns pensamentos nela e por conta disso fiquei excitado e meu pau subiu, como eu estava apenas de toalha ela logo percebeu e colocou a mão. Tirou minha toalha, e sem pensar, peguei a toalha e coloquei ela no colo, ela prendeu as pernas nas minhas costas e subi a escada beijando ela, levando ela pro meu quarto.
Sentei na cama e dei meu pau pra ela chupar, chupava numa fome, lambia e chupava forte. Deitei ela na minha cama, continuei beijando ela e fui descendo, tirei a parte de cima do biquíni, como disse o peitinho durinho, empinadinho, dei uns beijos e mamadinhas e continuei descendo, tirei o shortinho e a outra parte do biquíni, a bucetinha dela que lindinha, sem pelo nenhum, não estava raspada não, não tinha pelo nenhum, lisinha, macinhinha. Beijei e comecei a chupar a lamber, deixei ela molhadinha, mas não era saliva minha não. Segurei me pau e fui colocando na bucetinha dela, quando coloquei bem na entradinha ela falou pra ir devagar porque era virgem ainda. Fiquei meio confuso se continuava ou não, mas a bucetinha dela estava piscando e meu pau latejando de tesão, continuei. Coloquei bem devagar, dei mais umas lambidas e chupadas, ela estava muito molhada, molhada não, encharcada. Voltei com o pau e fui enfiando devagar, como estava mais molhadinha facilitou. Coloquei tudo e vim tirando devagar, coloquei de novo e tirava devagar, ela soltava uns gemidos altos, falei que ela tinha que ser mais baixo. Deitei na cama e trouxe ela pra cima, ela sentou e fiquei com as mãos na cintura dela trazendo ela pra frente e pra trás, estava bem apertadinha, pedi que desse umas reboladinhas. Segurando a cintura dela ainda, deixei ela um pouco no alto e eu ia fazendo os movimentos, coloquei ela agachada em cima de mim e ela ficou sentando e subindo, fiquei vendo aquela bucetinha linda engolir meu pau. Ela saiu e ficou de quatro, meio sem jeito, mas acertei ela, dei uma lambida na bucetinha, ainda estava muito molhada, dei umas lambidas deixando alguma saliva, porque eu pensei que de quatro poderia ficar mais apertada, e estava. Coloquei devagar, estava apertadinha, ela voltou a soltar alguns gemidos e eu estava louco, senti a bucetinha dela dar umas “apertadas” no meu pau e ela gemendo mais, sentir o corpo dela ficar mole, ela gozou!!! Já não conseguia ficar de quatro, fiquei com mais tesão ainda e meu pau latejando querendo gozar. Deitei ela novamente e fiquei por cima, meti mais, senti que ia gozar, então tirei e coloquei meu pau no meio dos peitos dela, juntei os peitos fazendo uma “espanhola”, dei uma gozada no meio dos peitos dela. Ficamos deitados por uns cinco minutos e descemos para o banheiro, tomamos banho juntos, logo depois ela foi pra casa dela, já tinha demorado em minha casa, não sei nem o que falou pra mãe dela.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.