"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Tarada por um Novinho


autor: tinatanya
publicado em: 21/03/17
categoria: coroas
leituras: 6201
ver notas


Esse é o meu primeiro conto. Tenho 45 anos. Sempre gostei de homens maduros, porém, venho observando que os novinhos ficam de olho comprido pra mim, quando eu passo. Um dia, batem palmas em frente minha casa e, ao atender, qual não foi minha surpresa ao ver que era o Anderson. Ele tinha apenas 22 anos. Era bem alto, moreno, corpo magro mas, musculoso, um rosto lindo, com um sorriso encantador. Tinha um pênis enorme e lindo que me deixava de buceta molhada sempre que o via pela cam. Nos costumávamos conversar pelo whats, ele me passava inúmeras cantadas, até se masturbava para eu ver... eu ficava enlouquecida, claro. Um garoto com idade pra ser meu filho demonstrando aquele tesão todo por mim... mas, eu pensava que era só.
Ao vê-lo na minha frente, achei que era brincadeira. Mas, ele disse logo a que veio. Me pediu pra entrar, foi logo dizendo que sabia que eu estava sozinha em casa. Então, não tive alternativa senão abrir a porta.
Assim que entrou, ele se revelou um homem de atitude. Foi logo trancando a porta a chave e me puxando pra ele e tascando um beijo daqueles na minha boca. Eu fiquei meio zonza pela surpresa e também pelo tesão que já começava a dar sinais. Sentia minhas pernas amolecendo e tive que me segurar em seus braços pra não me desmanchar. Ele foi logo me virando de costas e mordendo minha nuca (coisa que ele já sabia como eu ficava)... e esfregando aquele pau delicioso na minha bunda e com as mãos por baixo da minha blusa apertando meus seios. Sua voz gemendo no ouvido , me chamando de gostosa, de cheirosa, dizendo que tinha que vir provar meu gosto pessoalmente pois, não suportava mais ficar só na punheta... me falava coisas que me acendiam cada vez mais...
Foi me recostando no sofá e com a boca descendo pelas minhas costas e me virando aos poucos, chegou nos meus seios. Enquanto chupava um, apertava o bico do outro. Eu fui ficando mais excitada. Disse pra ele que não aguentaria muito tempo, dado o nível de tesão que eu sentia.
Ele tratou logo de passar a cuidar da minha bucetinha. Nem tirou minha calcinha. apenas puxou pra um lado e me olhou assustado ao ver o tamanho da buceta e ainda por cima, toda lisinha, depilada. Ele dizia que nunca na vida dele tinha visto uma buceta tão linda. Eu sabia que ele não tinha visto tantas bucetas assim, devido sua pouca idade, mesmo assim, me sentia cada vez mais excitada. Tentei pegar no pau dele mas, ele disse que primeiro cuidaria de mim, depois seria a vez dele. Sendo assim, caiu de boca na minha buça. Chupava e esticava os grandes lábios como se fosse um chiclete. Depois, abriu com as duas mãos e ficou soprando no grelinho com seu hálito quente. Uauuuuuu! Eu nunca senti nada assim antes. Quando ele baixou a língua no meu grelo e começou a lamber, eu anunciei meu gozo. Não tinha como segurar. Meu corpo se sacudiu em espasmos e eu gozava alucinadamente. Ele enterrou sua cara no meu bucetão enorme. Sugava todo líquido que saía de mim. Quando ele viu que eu estava terminando, veio com seu pau enorme, duríssimo, posicionou na minha abertura apertada e foi entrando lentamente. Ele sabia que eu nunca tinha levado um pau naquele calibre, também fazia muito tempo que eu não tinha relações. Precisava ir com calma para não me machucar. Lentamente, foi se movimentando. Eu ficava gemendo, olhando pra ele com cara de safada. Aos poucos, vi que ele foi se alterando, a respiração acelerando, seu corpo ficando molhadinho de suor. Ele passou a gemer mais alto. Falava palavras desconexas. Dizia como se sentia dentro de mim. Enquanto me castigava com aquela rola enorme entrando e saindo, pousou seu polegar sobre meu grelo e me chamou a gozar junto... foi demais. Gozamos ao mesmo tempo. Ele parecia um animal no cio. Seu corpo ficou cheio de veias grossas. Sua pele escorrendo suor. Sua boca aberta buscando mais ar. Eu fiquei ali no sofá inerte, apenas observando aquele espetáculo de homem num corpo tão jovem.
Fomos tomar um banho. Ele, claro, sempre preocupado comigo, querendo cuidar de mim, me lavando o corpo. O desejo voltou novamente...
Mas, essa é uma nova história. Bjs.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.