"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Corno em Gramado


autor: jooikeda
publicado em: 21/08/15
categoria: aventura
leituras: 5329
ver notas





Uma unica transa com um novo amante, esse foi o saldo de uma viagem de ferias que fizemos a alguns anos a Gramado-RS para comemorar 20 anos de casamento.
Essa viagem estava maravilhosa, passeios, excelente comida, vinho e transas em frente a lareira, mas nada que não pudesse melhorar. Já era o quarto dia que estávamos hospedados quando no café da manhã vimos um grupo de aproximadamente 20 pessoas chegar ao hotel para um congresso ou coisa parecida e entre eles um homem que chamou a atenção de minha esposa, um camarada alto, forte sem ser bombado, barba muito bem aparada, olhos verdes e uma puta cara de sacana e notamos que ele a comeu com os olhos já que ela é um tesão de mulher.
Durante o dia não o vimos mais devido ao congresso mas a noite nos encontramos no bar onde bebericavamos antes do jantar, ele chegou só e sentou-se proximo a nos e pediu uma bebida, ao tomar o primeiro gole nos levantamos nossos copos em sua direção como um brinde que sorridente agradeceu, foi a deixa para eu puxar um papo e saber que era e o que fazia ali, me disse que era gerente de uma multinacional de equipamentos agricolas e estavam fazendo a reuniao anual com as distribuidoras e duraria mais 2 dias.
Como começou a chegar seu colegas ele se juntou a eles e não conversamos mais nesta noite. Naquela noite transamos gostoso enquanto eu dizia a ela para imaginar o pau dele penetrando-a de todas as formas, ela gozou muito pois gostara muito dele e estava muito a fim de experimenta-lo.
No outro dia não tivemos oportunidade de ve-lo e no terceiro dia já seria o ultimo dia do congresso então nossas esperanças minguaram, porém nada como o destino tramando a nosso favor, na ultima noite de nossa estadia ao entrarmos no bar antes do jantar encontramos ele só tomando sua bebida, nos aproximamos e perguntamos o que fazia ali já que o congresso acabara naquela tarde e todos tinha ido embora, e ele disse que tinha vindo com seu carro e estava muito cansado para voltar dirigindo e resolver partir somente na manhã do dia seguinte. Então nos convidou para partilhar a mesa com ele o que foi prontamente aceito, pedimos uma garrafa de vinho e iniciamos um belo papo, conversamos de tudo inclusive de sexo onde soubemos que estava separado havia 4 meses e nesse tempo estava a seco e já estava começando a ficar desesperado por uma transa, em determinado momento pediu licença para ir ao toillete, então perguntei a ela se estava a fim porque seria agora ou nunca e ela disse que sim mas queria saber como faríamos e eu lhe disse que só havia uma forma, dizer a verdade. Ela ficou apavorada mas eu a acalmei e disse que o maximo que ouviriamos seria não, mas ele só faria isso se fosse louco ou homossexual. O vinho já tinha nos deixado alegres e bem soltos e conforme havia combinado com ela em determinado momento ela pediu licença para ir ao toillete e somente voltaria a mesa se eu indicasse com o polegar. Ao ficarmos somente eu e ele abri o jogo e lhe disse que eramos um casal que realizavamos nossos desejos e nossa vontade era que ele transasse com ela, que seriam somente os dois no quarto pelo tempo que quisessem que fariam o que ambos quisessem e meu unico pedido era que ele permitisse que a transa fosse filmada e que seriamos sempre discretos e pediamos o mesmo. Ele ficou algum tempo em silencio e por fim concordou, nisso ela saiu do toillete e eu fiz sinal de OK e ela veio a nosso encontro, contei a ela que ele aceitara e fomos até nosso quarto onde posicionei a camera e os deixei a sos.
Ela a abraçou e deram um longo e gostoso beijo enquanto ele explorava seu corpo com as mãos, apertando seus seios e sua bunda e ele alisava se pau que ja estava duro por cima da calça, ele tirou seu vestido deixando-a somente de calcinha e tambem tirou sua roupa mostrando um pau grande e grosso como ela imaginava. Deitaram na cama deram um logo e gostoso amasso, como daqueles que davamos quando eramos adolescentes, até que ela de pos de quatro e chupou seu pau levando ele a loucura e quase gozando em sua boca ate que a puxou a a fez sentar em seu pau que foi bravamente cavalgado por ela, ate que veio gozo, primeiro o dela, longo e gostoso e depois o dele enchendo a camisinha com seu leite, deitaram um ao lado do outro extenuados, descansaram, se banharam e retornaram ao prazer.
Ele a chupou deliciosamente na beirada da cama e em determinado momento a vira de bruço e unta seu cuzinho com cuspe e encosta a cabeça de seu pau na entrada e força uma penetração lenta até seu saco encostar em sua bunda, ai inicia um vai e vem cadenciado, ela goza muito com sexo anal, e os gozos vieram, 1...2...3 eram delirantes que a faziam gemer e pedir que a arrombasse e enchesse sua bunda com seu leite, apos um longo tempo ele goza e cai a seu lado. Pegaram no sono... creio que por uns 40 minutos, até que ela acordou e me ligou em meu celular e pediu para passar a noite com ele de vez, então troquei de quarto com ele e deixei que passassem essa unica noite juntos, a filmadora foi desligada pois sua bateria acabara. E pelo que ela me contou ainda transaram mais duas vezes, no dia seguinte fomos todos embora e eu tive que esperar até chegar em casa para receber meu premio que era ver o filme e ouvi-la me contar como tinha sido comida por uma noite inteira.
Ate o proximo.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.