"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Jogando com os amigos, mulher solta


autor: odeflor
publicado em: 04/04/17
categoria: aventura
leituras: 2811
ver notas


No serviço uma amiga me chamou e disse que sabia que eu escrevia contos e publicava na internet, gostaria de escrever também mas não tinha as palavras então pediu para eu escrever e publicar, segundo ela é verídico.

A principio queria que ela mesmo escrevesse afinal quem viveu a aventura era ela e ninguém melhor para descrevê-las. Como não obtive sucesso resolvi ajudar outro dia poderíamos começar eu colocaria no caderno e depois passava no computador em casa. Passado uns dias lá fomos nos para descrever a aventura dessa amiga que começa assim.

Vou escrever como se fosse eu para melhor colocar as palavras.

Estava casada a quase dois anos um casamento bom com um homem maravilhoso e trabalhador faltava somente um filho para o casal, foi quando fomos em uma festa de crianças na casa de um amigo e lá conheci um outro amigo do meu marido um gato diga se de passagem, eu estava com um vestido de malha colado ao corpo um decote generoso que deixava meus seios grandes em evidencia sapato de salto alto e cabelo solto.

Quase no final da festa já todos indo embora os homens estavam no quintal jogando baralho e as mulheres na sala falando de filhos modas enfim colocando a conversa em dia.

Me levanto e vou até a cozinha tomar um pouco de agua, refrigerante ou suco alguma coisa para molhar a garganta e dou de cara com aquele amigo que tinha acabado de conhecer também tomando agua e não resistimos trocamos olhares e começamos a conversar falar da festa do aniversariante onde ele mora se era casado e assim vai até uma hora que ele chega bem perto de min e fala baixinho meu ouvido.

“Você é uma mulher espetacular a mais linda da festa como seu marido pode deixa você sair assim para ir a uma festa cheia de homem tarados como eu”.

Não dei resposta apenas ri, depois falei.

“Você confia na seu taco”. Ai foi a vez dele rir e falou.

“Eu não confiaria nos meus amigos já tomei umas cervejas e estou ficando tarado por você melhor mudar de assunto e ir embora e saiu da cozinha”.

Depois daquela conversa achei melhor falar com o meu marido e ir embora afinal já era quase 21hs e não tinha mais nada a fazer naquela festa. Meu marido estava jogando e bebendo não quis ir embora e ainda reclamou e falou.

“Se quer ir embora pode ir arruma uma carona eu vou ficar até acabar com esse jogo ou amanhecer o dia”.

Fiquei puta mas não falei nada para não gerar uma discussão, ele me deu a sugestão.

“O Arnaldo esta indo embora aproveita a carona ele vai levar a esposa do João e você vai junto”.

De tão puta que estava resolvi aceitar a sugestão e nem refleti direito então despedimos e entramos no carro do Arnaldo.

Há só para lembrar o Arnaldo é o que tínhamos conversado na cozinha , ele levou a esposa do nosso colega na casa dela e depois seria eu até mesmo pela logística moro mais perto da casa dele. Quando estávamos a sós aquele papo começou novamente e a conversa voltou ao mesmo ponto do da cozinha.

“Olha que marido desleixado deixando esse peixão solto por ai”.

Eu fiquei quieta mas ele continuou.

“Aquele jogo vai varar a madrugada por isso vim embora eles estão apostando quem vai pagar o próximo churrasco e pelo jeito ninguém vai querer perder, mas enfim onde você mora mesmo para eu deixar você lá”.

Falei o endereço e ele sempre me elogiando até uma hora que colocou sua mão na minha perna tirei a perna e fiquei brava com ele.

“Me respeite sou uma mulher casada e meu marido é seu amigo”.

Ele pediu desculpa e de repente para minha surpresa aparece um carro de policia e pediu para ele parar, então parou e descemos do carro o policial chamou ele de lado e ficaram conversando enquanto eu tentava ligar para meu marido para explicar o que estava acontecendo e pedir para ele me buscar, fiquei puta novamente nada dele atender só dava caixa postal. Logo o policial nos liberou deu alguma coisa para o Arnaldo além dos documentos do carro não pude ver e não era estava escuro mas queria saber apesar de não ter nada a ver com sua vida.

No caminho perguntei o que eles queriam e estavam conversando com você, ele explicou que eles estavam procurando um bandido que estava com um carro parecido com o meu e elogiou muito você principalmente depois que falei que era minha amiga até me deram uma camisinha de presente e falou faça bom uso dela.

Como estava puta com meu marido nem dei bola no que ele falou só queria chegar logo em casa, mas quase perto de casa resolvi dar o troco no marido afinal me arrumei toda coloquei um vestido lindo perfumei para voltar sozinha para casa e dormir também então resolvi fazer algo e falei.

“Arnaldo tem um barzinho bom para dançar e comer alguma coisa nessa hora”. Ele falou.

“Tem sim mas estão todos lotado a essa hora, perto da minha casa tem um meio fulero mas sempre tem mesa vazia e musica ao vivo”.

Então fomos lá acho que já era caso pensado, chegando olhei o bar de dentro do carro e não tive coragem de descer, o bar era fulero mesmo se eu entrasse com essa roupa ia até pegar mal, então falei vamos voltar quero ir embora. Ele retrucou.

“Calma moro aqui perto atrás dessa rua podemos passar lá ai dançamos comemos alguma coisa depois levo você, moro sozinho fique tranquilo não vai acontecer nada daqui na sua casa é 10 min rapidinho estamos lá”.

Não queria ir mas já que estava ali e muito puta com meu marido resolvi aceitar.

Chegando na casa fiquei de boca aberta era uma linda casa bem decorada com piscina churrasqueira e uma sala enorme, ele já colocou uma musica e veio com 2 cervejas e uns petiscos. Tomei uma, duas dançamos um papo bom ele falou da sua profissão era repórter e vivia viajando falou das suas aventuras no trabalho e continuamos a dançar, logo no começo já comecei a notar aquele volume por debaixo da sua calça fiquei preocupada eu e ele sozinhos naquela casa cervejas na cabeça.

Resolvi dançar a última musica e ir embora, já tinha me vingado do meu marido foi quando de corpo colado ele começou a falar sussurrar no meu ouvido palavras que me deixaram de pernas bambas e completou com sua mão passeando pelo meu corpo e soltando a alça do meu vestido uma de cada vez e deixando cair sobre meus pés o vestido, estava eu ali só de calcinha na frente daquele homem desconhecido, ele me olhou dentro dos meus olhos fixamente e depois para meus seios ficou impressionado com a beleza e comentou

“Que coisa linda que seios maravilhosos lindos bicudos e com auréolas rosadas do jeito que eu gosto pedindo para beija-los acaricia los, vou matar minha vontade virar um bebe e me deliciar com eles.”

Beijou beijou sugou eles apertou me deixando louca, pedi para parar mas o tesão era maior então aproveitei e tirei sua camisa ai pude ver melhor aquele corpo e que corpo bem definido parecia de um atleta

Ele me pegou no colo e levou para perto da piscina e caímos dentro da agua como estava só de calcinha ele de calça que depois tirou e ficou de cueca a agua estava norma uma delicia . Nadamos nos beijamos pude resvalar no seu pinto que já estava duro pude notar o seu tamanho, ele me apertava na borda da piscina e deixando eu com muito tesão ficamos naquela brincadeira até sairmos da piscina como minha calcinha depois de molhada ficou transparente e dava para ver direito meus pentelhos, ele olhou e comentou.

“ Que coisa linda tira sua calcinha que eu tiro minha cueca aqui ninguém nós vê e ficamos mais a vontade”

Ai veio uma crise de moral e pude perceber o erro que estava fazendo mas já era tarde para parar o tesão falava mais alto, tirei a calcinha e cai na piscina novamente, ele por sua vez fez o mesmo ai pude ver nitidamente o tamanho e a sua grossura daquele pinto que coisa linda ele veio em cima de min não resiste comecei a beija lo a passar a mão naquela coisa dura, ele a me apertar novamente na borda da piscina e esfregar aquela pinto nas minhas coxas já querendo me penetrar, beijava meus seios já com os bicos durinhos de tesão. Fiquei preocupada eu ali pelada com um homem desconhecido querendo sexo sem compromisso eu sem tomar remédio ele sem preservativo, mas não resisti e deixei ele me penetrar dentro da piscina que louuucura fui as nuvens e transamos ali mesmo dentro da agua eu encostada na borda gemendo e recebendo aquele pinto duro grosso quente dentro de min, ele gemendo e falando palavras de sexo no meu ouvido. Isso nunca tinha acontecido antes e foi maravilhoso. Na hora do gozo ele tirou de dentro e fez na agua vi aqueles jatos de esperma dentro da piscina espalhando na agua eu continuava a masturbar aquele pinto e a me recuperar do êxtase que meu corpo ficou.

Resolvemos sair da piscinas nos enxugar e fomos para seu quarto para o segundo round que foi ainda melhor e dessa vez ele me colocou deitada me beijou inteira minha bunda seios chupou minha buceta me penetrou de ladinho de quatro aquele pinto gostoso parecia ainda maior gemi gostoso e bem alto afinal ninguém estava nos ouvindo mesmo e no final gozou dentro de min só percebi quando ele levantou e vi aquele liquido saindo de dentro de min mas já era tarde para reclamar depois gozou na minha boca e acabei engolindo uma parte se seu esperma quente, nos recuperamos e foi tudo de novo que homem maravilhoso e que fogo queria até comer meu cuzinho não deixei era muito para uma noite só afinal eu tinha que estar dormindo em casa e meu maridinho lá jogando com seus amigos.

Voltei para casa cansada toda arrumada com a buceta melada de porra de outro homem feliz e com peso na consciência tinha transado com um desconhecido sem camisinha, afinal quem mandou ficar jogando com os amigos e deixar a mulher solta.

Que noite por isso tenho que contar ninguém ficou sabendo dessa aventura, passado uns dias ele queria me ver novamente não atendi afinal ia acabar com meu casamento e ele teve que voltar a morar na capital devido ao trabalho.

Ficou só na lembrança e um filho lindo que talvez tenha sido concebido naquela noite de sexo que meu marido nem desconfia do ocorrido, por isso essa noite maravilhosa virou um conto.

Essa foi a aventura da minha amiga UAUUUUUU que aventura.

Beijos e até mais.





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.