"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Matuto pintudo


autor: odeflor
publicado em: 08/04/17
categoria: aventura
leituras: 4525
ver notas


Tirei a minha calcinha e entrei embaixo do chuveiro gelado estava fazendo muito calor naquele dia ainda mais depois do acontecido onde a temperatura do meu corpo subiu mais ainda.

Estava com e minha amiga chegando no sitio onde íamos passar um final de semana era o sitio da sua família, lá morava o caseiro sua esposa e seu filho e foi este filho que me deixou assim com calor danado, vou descrever abaixo.

Era uma sexta feira feriado prolongado minha amiga me convidou para passar o final de semana no sitio da sua família que fica no interior, eu e ela íamos na frente depois iria seus pais e seu namorado, e lá fomos nós arrumamos as mala colocamos no carro e pé na estrada depois de quase 2 horas de viagens muito calor chegamos no sitio e logo na entrada já demos de cara com um rapaz sem camisa trabalhando cortando grama era lindo com um corpo todo musculoso parecia até lutador de MMA e peludo isso me chamou minha atenção ele estava sozinho e quando nos viu parou seu serviço e veio nos ajudar afinal ele era o filho do caseiro e reconheceu minha amiga, todo gentil falando errado do jeito de matuto mas mesmo assim estava um gato, encostou no carro e quis logo saber da minha amiga as novidades, como ainda faltava uns bom metros para chegar na casa sede onde íamos ficar e ele ia nos ajudar a abrir a casa e ajeitar as coisas, minha amiga logo propôs uma carona a ele para adiantar o serviço. Como o carro tinha 2 portas sai para ir no banco de trás deixando o da frente para ele, já pude ver seu olhar admirando meu corpo especialmente na minhas coxas rapaz meio tarado. Minha amiga nos apresentou, o nome dele era Jorge e tinha apenas 18 aninhos quase aminha idade eu estava com 20 aninhos bem vividos.

Chegando na sede ele muito prestativo já foi nos ajudando e eu só olhando aquele corpo passando na minha frente minha amiga notou e logo falou baixinho no meu ouvido você ainda não viu nada e deu uma risada bem sacana. O safado notou que eu estava com tesão por ele ai fez a sua parte me elogiou fez gracinhas e passava perto de min e esbarrava até uma hora que eu fui pegar a mala no carro ele foi atrás e fez questão de me ajudar encostou aquele braço peludo no meu já fiquei com tesão foi ai que deu um calor e não via a hora de tomar um banho gelado.

No banho não pude resistir comecei a me tocar e quando vi já estava gozando pensando naquele matuto com aquele corpo sarado em cima de min, fiquei até com as pernas mole. Depois do banho nos arrumamos ficamos cheirosas colocamos umas roupas confortáveis e fomos até a casa do caseiro para avisar da chegada e programar tudo conforme orientação dos pais da minha amiga. No caminho puxei a boca da minha amiga sobre o Jorge o que ela quis dizer quando falou “não viu nada” ela explicou que anos atrás quando era adolescente e vinha no com os pais para i sitio teve um caso com ele e rolou até um sexo no mato e o cara era bom e tinha um pinto grande e grosso ela gostou tanto que sempre que podia os dois transava ficava toda dolorida mas acabou ela arrumou um namorado e o Jorge ficou no passado, ele sempre dava em cima mas não rolava mais.

Ai ficou mais interessante ainda eu queria ver se aquilo era mesmo grande, mas fiquei quieta e com muita vontade de pegar aquele matuto e mostrar do que é capaz uma garota da cidade.

A noite fomos para a cidade comprar alguma coisa para a casa e conhecer os barzinhos locais, para minha surpresa minha amiga convidou o Jorge ele conhecia tudo e podia nos ajudar até na hora de carregar as comprar para o carro.

O Jorge se arrumou colocou roupas bonitas e se perfumou ficou ainda mais gato, eu como sempre no banco de trás só ouvindo o papo dos dois deu para perceber que tinha intimidade, Jorge perguntou para minha amiga como estava a vida com o namorado ela respondeu daquele jeito se melhorar estraga, ele falou que tinha saudades do tempo passados onde os dois andava pelo sitio eu como já sabia pude entender melhor do que se tratava.

Chegamos na cidade já fomos para o único supermercado compramos e pronto fomos para o barzinho onde ele costumava frequentar e era um dos poucos da cidade, bebemos suco e ele cerveja, começos uma pizza e já estávamos bem mais íntimos ele falou da sua vida no interior .

Chegou a hora de ir embora no carro Jorge pegou minha amiga e deu um beijo na boca dela pensei que ela ia achar ruim que nada ela retribuiu e ali já começou uns almaços eu só olhando e ficando com tesão devido a situação, logo os dois pararam e entraram no carro o Jorge falou

“Estou com muito tesão e você ainda trás essa amiga sua que não sei quem é mais gostosa, olha esses corpos sarados com essas coxas”. Minha amiga falou

“Tenho namorado me respeite se minha amiga quiser fale com ela vocês fazem um lindo casal e riu”.

O gato então ficou quieto acho que estava com vergonha foi até o sitio sem abrir a boca e eu fiquei até com pena dele. Na sede do sitio tiramos as compras do carro Jorge nos ajudo e ao terminar despediu da gente e pediu desculpa pelo acontecido ai minha amiga falou

“Gosto de você mas não fique assim, vamos fazer o seguinte entra tomamos algumas coisas e depois você vai embora afinal já esta perto da sua casa”

Ele então topou afinal estava no meio de duas mulheres sabe como é, entramos e minha amiga abriu uma garrafa de vinho e ficamos conversando e tomando na varanda, logo fui dormir achei que podia estar atrapalhando algo, dormi um pouquinho e acordei com gemidos da minha amiga e palavras pedindo mais, não resisti e viu ver o que estava acontecendo chegando na sala a luz estava apagada somente a do abajur acessa e os dois no sofá ela de quatro e ele em cima dela, ela gemendo e falando

“Vai seu puto cachorro me come me arromba com esse seu pinto gostoso, estava com saudades, se comer eu direitinho deixo você comer minha amiga mas não se empolga não”

A safada da minha amiga não resistiu aquele matuto e estava traindo seu namorado, e ele só socando na buceta dela e falou baixo mas pude ouvir

“Você gosta da minha pica fala a verdade seu namorado não te satisfaz ai você pensa em min quando esta com ele, esse pinto faz estragos “

Ai que tesão fiquei toda molhada foi quando o Jorge deu um gemido alto tirou o pinto de dentro da minha amiga e gozou na bunda dela e saiu de cima e foi para o banheiro, foi quando minha amiga levantou e me viu e falou

“Amiga você esta ai vem aqui vamos nos divertir esta noite estamos sozinha sem pai, mãe e namorado e com um homem maravilhoso, não precisa se esconder vem senta aqui e vamos nos divertir”.

Ela estava toda pelada e veio em minha direção, vem toma essa pinguinha que deixa você mais relaxada e me deu um copo com um pouco de pinga, amiga o Jorge parece que esta cada vez melhor, hoje nem senti dor ao ser penetrada acho que acostumei ou minha buceta aumentou de tamanho e riu. Como estava com tesão por aquele matuto desde a hora que vi resolvi aceitar o convite da minha amiga e participar da festa, foi quando Jorge voltou do banheiro com seu corpo todo musculoso e peludo seu pinto estava flácido tinha acabado de gozar, minha amiga falou

“Olha que homem pega o pinto dele e vamos brincar quero ver ele te comer eu já matei minha vontade por enquanto, vai Jorge pega ela e enfia esse pinto na sua buceta, amiga não precisa se preocupar o Jorge é estéril, quando criança machucou seu bilau por isso deve ter crescido além da conta para alegria nossa ”.

Jorge veio em minha direção me pegou pelo braço e levou até o sofá me beijou e colocou sentada e passou aquele pinto no meu pescoço na minha cara que tesão minha amiga olhando e falando

“Olha o tamanho e a grossura não é fácil achar um desses por ai vamos brincar a noite toda até ele ou nós não aguentar mais”.

Minha amiga já estava meio altinha devido as bebidas e me ajudou a tirar minha blusa meu sutiã e falou

“olha Jorge que seios lido vem chupar eles são seus estão querendo carinhos de um homem, minha amiga é toda sua agora e depois quero novamente”

Que delicia enquanto Jorge chupava meus seios me beijava a boca, minha amiga tirou minha calça calcinha e beijava chupava minha buceta acariciava minhas coxas e logo já estava gozando na boca dela foi quando o pinto dele já duro e querendo entrar na minha bucetinha e era grande para ela ai falei

“Calma isso vai me machucar, ele é grande para a coitadinha aguentar tudo parece até de um cavalo do sitio”.

A sessão de beijos e carinhos começo de novo minha amiga pegou o pinto do Jorge e fez uma chupeta que mal cabia na boca dela eu olhava e ficava preocupada como isso vai caber na minha bucetinha. O Jorge por sua fez acariciava minha bunda e falava

“Que mulheres gostosas ai que tesão, olha a bunda dessa morena que rabo já estou querendo gozar só de olhar imagina eu em cima dessa bunda enfiando tudo”. Minha amiga então disse

“Jorge vai com calma ela esta assustada tenho um lubrificante, vou pegar”

Minha amiga apareceu com um lubrificante e foi logo passando nela e na cabeça daquele pinto que entrou forçando tudo mas foi gostoso ficou um pouco desconfortável quando ele enfiou tudo bateu no fundo do meu útero, a dor veio mas o tesão era maior coitada da minha bucetinha sofreu naquela noite, ele me comeu de frente de quatro eu gemia de tesão de dor não vi a hora dele gozar e fez no meu seios cabelo me sujou toda e depois se recuperou e voltou a minha amiga eu exausta e com dor não quis mais tomei um banho lavei a bucetinha que estava vermelha e voltei a dormir minha amiga também foi logo afinal amanhã seu namorado chegaria e ela tinha que estar com tesão para ele.

No outro dia todos chegaram e não rolou mais nada entre nós e o Jorge, quem sabe na próxima.

Aquele matuto é mesmo fora de serie deixou saudades, sempre perguntava a minha amiga quando vamos voltar ao sitio para mais um final de semana, o tempo passou e hoje é só saudades daquela aventura.





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.