"Os mais excitantes contos eróticos"


Exibição na borracharia


autor: Morenabonita
publicado em: 14/05/17
categoria: aventura
leituras: 1465
ver notas
Fonte: maior > menor


Como já publiquei sou morena 1,60 52 kg 29 anos, como diz meu marido (um tesaozinho) era um sábado a tarde depois do almoço, tínhamos tomado umas caipirinhas e fomos p casa, meu marido disse estar c muito tesão, e qdo ele tá assim gosta de me exibir e eu já fico doidinha p saber o q ele tem em mente, coloquei uma calcinha amarelinha muito pequena transparente na frente, e um vestidinho preto soltinho na altura da coxa, muito sensual e insinuante, saímos na BR entramos num posto, dirigiu em direção a borracharia, fiquei sem entender, ele falou: mata o borracheiro de tesão, disse como? Vc sabe como q se faz, tô morrendo de tesão. ele encostou, o borracheiro veio atender, falou c meu marido e fitou os olhos em mim, me deixou peladinha pelo olhar do fio de cabelo a ponta do meu pé, fiz um movimento na perna q ele viu uma pontinha da minha calcinha, meu marido tinha um pneu furado no porta malas e disse p ele pegar, falou p mim: vou na lanchonete tomar uma água, saiu e disse p o borracheiro: dá uma olhada na suspensão dianteira se não estragou nada, ok chefe, ele foi e me deixou, ele vestia uma regata um pouco suja e uma calça moletom bem folgada e suja, ele veio de lá e falou: moça, preciso levantar o carro, pode sair? Na minha porta e foi abrindo a porta, fui me fazer de santinha e tive de abrir a perna e ele teve uma visão previlegiada a menos de um metro do seu olho, grudou o olho e abri um pouco mais, deu p ele ver até lábios morenos da minha xaninha, desci e sentei num banco, ele levantou o carro e olhando descaradamente o minhas pernas, não perdi tempo, tipo sem saber de nada afasto um pouco a perna e ele até para de levantar o carro, e tinha um papel no chão e fui pegar o papel de costas p ele, imaginem a visão q ele teve da minha bundinha c tudo atoladinha, me virei e me comportei, ele terminou de levantar o carro, aí jogou um papelão no chão e entrou embaixo do carro, pude ver o volume q tinha naquele moletom, nossa me molhei todinha de ver aquele volume, tive vontade de pegar, cheguei bem perto, e para meu espanto ele escorregou rápido de baixo, e eu quase de cócoras,ele ficou a centímetros da minha perna, naquela posição q eu tava perguntei: aconteceu alguma coisa? Não moça tá tudo em ordem, mas sem tirar o olho da minha calcinha q tava molhada e no tecido transparente viu toda minha bucetinha, entrou na borracharia ver o pneu, fui tbm lá dentro, um lugar meio sujo e bem bagunçado, tanto q tropecei num pneu e cai num colchão c um pelego por cima, ele veio me ajudar e como fiquei de bruços o vestido subiu e fiquei c minha bundinha toda exposta, senti uma mão grossa e grande me pegar na bunda e um dedo q percorreu toda extensão da bunda e penetrou minha bucetinha, que delícia, pensei, levei a mão p traz e esbarrei naquilo q tava enorme e duro, peguei nele por cima da calça, ele c o dedo todo dentro disse: tesão​, gostosa, putinha, mais algumas​ coisas que não entendi. Escutei meu marido: querida cadê vc? Nos ajeitamos rápido e ele chegou. Fomos embora e contei tudo oq aconteceu, chegamos em casa e ele constatou pela mão desenhada q tava na minha bunda, e na altura da bucetinha tava bem sujo pelo dedo dele, fizemos amor loucamente, mais uns dez dias lembrando de tudo.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.