"Os mais excitantes contos eróticos"

 

MEU TIO SONHO REALIZADO NO CÚ


autor: VIVICAPELLETO
publicado em: 21/05/17
categoria: incesto
leituras: 6286
ver notas
Fonte: maior > menor


Ai quando eu fiz 14 aninhos recebi do meu tio passagem para passar as férias escolares com ele e conhecer a Disney, minha mãe tentou embarreirar dizendo que só se ela fosse junto, mas meu pai deu a ordem para eu ir só... Meu tio me buscou no aeroporto e sempre gentil, me encheu de beijos e abraços e recebi vários presente, passeamos por tanto lugares lindos, ele morava num bairro fora da ilha, então íamos de balsa de casa para ilha e da ilha para casa... Vivi dias de princesa, meu tio me fazia me sentir especial, e eu o amava, desejava estava apaixonada...

Determinado dia nós dois estávamos assistindo filme e comendo pipoca, me posicionei para pegar o controle e vi meu tio olhando minha bunda, que agora era tão volumosa como a da minha mãe... Quando eu o fraguei olhando ele tentou disfarçar, eu sorri para ele e disse pode olhar tio, ela é sua, apesar de voc preferir a da minha mãe... Ele falou que conversa é essa Viviane, eu então contei tudo o que vi eles fazendo no banheiro, ele fudendo o cú e a buceta dela, foi ai que ele falou que ele não comeu o cú dela só a buceta por trás, nisso percebi seu cacetão inchar na bermuda, em seguida ele foi tomar banho... Esperei alguns minutos para ter certeza que ele estava pelado e bati na porta e implorei para usar o banheiro... Ele se enrolou na toalha e abril a porta e entrou no box novamente, o box tinha um vidro fume e canelado só se via um vulto da pessoa tomando banho e sua silhueta, me livrei rapidamente do short e da blusinha que eu usava e fiquei nuazinha sentada no bidê, ele saiu se enxugando e me viu ali nuazinha, sua boca disse não mas seu pau disse sim na hora, passando de mole a duríssimo em segundos, argumentou que eu era virgem e meu pai confio nele, falei meu pai não vai saber e eu vou continuar virgem, basta voc comer minha bundinha e virando para ele empinei-a, ele ajoelhou e veio de língua lambendo desde a buceta até meu cuzinho que piscava de tesão, Laeap, Suck, Laeap, Suck, Laeap, Suck, Laeap, Suck, ele chupava os lábios da minha xoxota e mordiscava meu grelo, subia e descia lambendo e chupando, Laeap, Suck, chupava até meu cú, Laeap, Suck, que loucura...

Mandou eu ficar de quatro sobre o vaso sanitário e lubrificou meu cuzinho com uma baba grossa, manou eu chupa-lo e lubrifica-lo, eu lambia, engolia e chupava até engasgar, Sooch, Sooch, Sooch, Goopgackchokk, Sooch, Sooch, Goopgackchokk, depois ofereci meu buraquinho para ele e ele encostou a cabeça rosada da pica e foi forçando, quando começou a entrar ele pingou umas gotas de ky anestésico e foi bombando de vagar, de repente meu cú engoliu aquela vara que foi me rasgando, meu cú parecia um aspirador sugou a pica dele de uma vez a dor foi tanta que cheguei a cagar no seu pau, o odor tomou conta do banheiro, pedi perdão e envergonhada quis parar ele todo carinhoso me beijou na boca e disse que era normal e me puxou para dentro do box, me lavou e depois chupou meu cú, Laeap, Suck, Laeap, Suck, como prova de amor e que não era nojento... Eu abaixei e chupei-o como uma bezerra, Sooch, Sooch, Sooch, Goopgackchokk, depois ele passou mais ky no meu rabo e começou a meter, senti ainda um incomodo, mas já suportável, de repente senti seu púbis encostar na minha bunda, passei a mão e percebi que estava tudo dentro, então passei a movimentar a bunda pra frente e para trás, alguns minutos depois ele estava socando feito um cachorro na cadela, Blooop, Floop, Floop, Floop, Bloop, Blooop, Flooop, e senti meu cuzinho se encher com seu leite, assim que ele tirou a pica ouve uma descompressão e um plokft, Slurp, Slurp,meu cú começou a verter porra, com lanho de sangue e um pouco de merda, novamente nos lavamos ele pediu pra eu tentar fazer coco se lavar e ir pra cama ele estaria me esperando, então fiz como ele disse e fui pra cama...

Foi uma noite inesquecível, chupei seu pau, seu cú, fiz fio terra, ele chupou minha buceta, grelo, cú e tetas, fudeu minha bunda mais 2 vezes e fez espanhola nas minhas tetas gozando na minha boca, passei 30 dias de aprendizado, ele alugava pornô e nós fazíamos igual, no final meu cuzinho parecia uma couve flor eu não sentia mais dor, meu rabo estava preparado agora, me considerava sua mulherzinha eu pertencia a ele e ele me pertencia... Tentei por tudo dar a buceta pra ele, mas ele se negava, até 3 hs antes de eu partir tentei fuder com ele na buceta, mas só comia minha bunda, chorei horrores porque sabia que ele não queria minha buceta pra ter compromisso... Voltei pra casa outra garota, mas madura mesmo com apenas 14 anos... Minha percebeu que tinha algo diferente e fazias milhões de pergunta, mas eu sempre negava até ela desistiu...




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.