"Os mais excitantes contos eróticos"


Continuação c o anão


autor: Morenabonita
publicado em: 23/05/17
categoria: casual
leituras: 3060
ver notas
Fonte: maior > menor


Meu marido viajou no domingo a tarde (trabalha com vendas)e segunda feira 7:30 toca o interfone, era o anãozinho atrás das roupas q ele prometeu, tinha separado 2 sacolas, meio sonolenta peguei 1 sacola e estava de baby Doll lilás c uma calcinha também lilás, fio dental, peguei uma camisa do meu marido achando que era o roupão que tinha pego, desci, saí do elevador ele estava na porta (edifício não tem porteiro) totalmente distraída abri a porta e dei a sacola, ele simplesmente tava imóvel, aí notei q peguei 1 sacola e disse: tem mais uma sacola lá em cima vou pegar, e ele disse: posso ir junto, vc não precisa voltar aqui, então tá, fui na frente, quando entramos no elevador fui notar q estava vestida daquele jeito, e ele vidrado na minha calcinha, tentei me abaixar, esticar a camisa mas não tinha mais jeito, chegamos, saí correndo e entrei p cozinha e só falei p ele me esperar lá, fui coloquei o roupão e c a outra sacola, ele tava de costas olhando p área de serviço, q visão p ele tinha 5 calcinha penduradas e ele esfregando o pau por cima da calça, falei c ele se assustou, pedi desculpas pelo meu traje, ele falou: moça, ganhei o dia, uma gostosa dessa vai me receber de camisa do marido com uma calcinha roxinha aparecendo os pentelhos lindos, andando na minha frente com um fiozinho enfiado na bundinha, chego na casa dela é várias calcinhas uma mais gostosa e tesão q a outra, não precisa de mais nada por hoje, e foi embora, passei o dia imaginando e pensando em tudo q viu e falou, nossa, passei o dia inteiro com muito tesão, no outro dia vou ao mercado, c as compras e carrinho quem eu vejo lá, ele o anãozinho, e eu tava c uma saia comportada de malha e como sempre com uma calcinha preta minúscula, me viu e veio ao meu encontro pegando o carrinho e se oferecendo p ajudar, o carro estava no final do estacionamento interno, ele na minha frente, pensei vou dar um showzinho de exibição p ele, levantei um pouco a saía pelo meio das coxas e passei na frente dele para abrir o porta malas, vi q ele parou e ficou me olhando, derrubei as chaves no chão, senti que minha saia subiu e ele teve uma visão geral da minha bunda, calcinha, bucetinha, senti que me molhei todinha, continuei, abri o porta malas e fiquei de costas para ele, me alcançou uma sacola e coloquei no fundo do porta malas, minha poupinha da bunda ficou exposta, senti uma mão percorrendo minhas coxas, olhei para ele tava com a outra mão alisando o pinto, abri um pouco mais a perna e ele pegou na minha bucetinha, afastou minha calcinha e enfiou o dedinho e dei ritmo, tirei a mão dele toda melada, gozei, por sorte não tinha ninguém perto, abri a porta traseira, coloquei as outras sacolas e com o corpo dobrado de costas p ele, senti aquele calor da boca dele beijando minha bunda e com a mão na minha bucetinha, entrei e fiquei de 4 no banco ele entrou por baixo afastou minha calcinha e me chupou, lambeu meu grelo, tesão ficou a mil, levei a mão p traz e peguei no pau dele e comecei a punhetar, como chupa gostoso e bem, gozei na boca dele, e ele também gozou na minha mão, uma lambuzera imensa, nos recompomos rápido, estava vindo pessoas em nossa direção, dei carona p ele até no circo, mas desde o mercado até o circo ele não tirou o dedo da minha bucetinha, e claro minha calcinha ele levou de lembrança, falei com meu marido a noite e falei que tinha entregue as sacolas p o anãozinho.












ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.