"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Minha amiga, seu irmão e sua linda mãe


autor: marinalima
publicado em: 24/05/17
categoria: incesto
leituras: 5610
ver notas
Fonte: maior > menor


Olá, depois de muito tempo sem escrever eu volto a relatar mais uma historinha que aconteceu comigo na semana passada, eu não gosto de ficar bancando a menina santinha, mas também não sou o tipo safada que da pra todo mundo, sempre tive um namorado só e não gosto de trair, se não quero mais ficar com alguém eu descarto logo e parto para outra.

Depois de tudo que aconteceu entre eu e meu irmão, no conto que eu relatei antes, eu acabei me soltando mais para o sexo e tive vontade de experimentar coisas novas, mas como vontade dá e passa eu experimentei apenas a sensação de fazer sexo ao ar livre com um namoradinho...Mas deixando essas historinhas de lado, eu quero contar sobre algo que me deu muito tesão, eu dei a buceta para o irmão menor da minha melhor amiga...

Tudo começou quando eu cheguei à minha nova escola, pois meu pais foi transferido e tivemos que nos mudar para outro Estado. No inicio eu fiquei meio deslocada e tímida, mas depois do primeiro dia, fiquei amiga de uma menina muito maneira a Raquel, a gente conversava sobre tudo, inclusive meninos, claro que eu não contei para ela sobre minhas aventuras com meu irmão, ela imaginava que era uma santinha, e naquele momento eu gostava que ela pensasse isso mesmo, pois eu queria conhecer bem minha nova amiga para que depois eu não ficasse com fama de puta na minha nova escola, mesmo sem ser...

Certo dia ela me chamou para ir tomar banho de piscina na cada dela e eu aceitei. Quando cheguei, fui recepcionada pela mãe dela, e a coroa era realmente linda, parecia com a Raquel, alias eu nem disse para você como é a Raquel... Vou contar agora. Ela tem a minha idade, 17 anos e é morena, com 1,65 de altura, magrinha mas com uma bundinha linda e seios de médios para grandes, olhos claros da cor de mel e cabelos na altura da cintura...Eu, embora seja bonita, ficava um pouco apagadinha do lado dela, mas fazer o que? Rs

O nome da mãe de Raquel é Luiza, dona Luiza foi logo me mandando colocar o biquíni e dizendo que o dia estava ótimo para uns mergulhos, eu não sei nadar muito bem, apenas me viro, mas a empolgação dela acabou me motivando ainda mais a cair na água, fui ao banheiro me trocar e no corredor bati de frente com um moleque aparentando uns 12, 13 anos no máximo, até que era bonitinho a primeira vista, eu nem reparei muito, pois estava mais interessada em por o biquíni e cair na água...Ao colocar o meu traje de banho percebi que estava um pouco pequeno, eu não ia a praia a algum tempo e não tinha me ligado que isso poderia acontecer, quando me olhei no espelho vi que meu biquine estava apertadinho, mas estava sexy, minha bucetinha estava marcadinha e meus peitinhos médios estavam com os biquinhos tapados, mas o resto estava bem a mostra...Eu gostei, e me senti gostosa, então eu resolvi sair assim mesmo.

Quando cheguei à beira da piscina a Raquel me olhou e soltou um assovio...fiquei envergonhada e rapidamente entrei na água, de repente o irmão mais novo dela pula na água espalhando água para todo lado...Eu me irritei e fiz cara feia e ele estava rindo da minha cara de irritada, a Raquel o repreendeu e ele deu de ombros e afundou na água. Reparei que dona Luiza estava na beira da piscina deitada tomando sol, não pude deixar de observar a bunda dela, era perfeita, empinadinha e sem celulite, eu quero ter uma bunda assim quando crescer, disse baixinho para Raquel que começou a rir...Eu disse: seu pai deve se acabar com a sua mãe né? Raquel respondeu meio triste dizendo que o pai dela viajava muito e por isso a mãe dela ficava muito sozinha e que desconfiava que ela tinha algum namorado na rua...Eu fiz cara de espanto mas depois mudamos de assunto...Quando estava distraída sendo algo nas pernas e me assustei, era o moleque me perturbando de novo, ele já estava me irritando!!! A Raquel percebeu e lhe deu uma bronca ele se irritou e saiu da piscina, depois disso eu fiquei mais um pouco e dona Luiza nos chamou para almoçar. Me enxuguei e fui ao banheiro, quando estava chegando perto da porta em um dos corredores da casa, que era grande, eu vi que tinha alguém lá dentro, pensei que fosse a Raquel e abria a porta, para minha surpresa era o muleque, Otavinho era o nome dele, ele estava com o pau na mão batendo uma punheta cheirando o meu short que eu tinha deixado no banheiro quando me troquei, eu não pude deixar de reparar no tamanho do caralho do garoto e ele, assustado não sabia o que fazer para esconder o piru duro, pegou uma toalha e colocou na frente e me pediu para não contar para a sua mãe enquanto saia apressadamente pela porta...Aquilo me deixou com um baita tesão...


Bom, depois eu continuo ok?



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.