"Os mais excitantes contos eróticos"


O marinheiro


autor: Castanho2015
publicado em: 24/05/17
categoria: hetero
leituras: 1384
ver notas
Fonte: maior > menor


Pra quem não me conhece sou Dry. Tenho 1,58 pernas grossas, cabelos pretos e curtos, sorriso franco e direto, olhos castanhos, que faíscam quando estou nervosa e que brilham quando estou com tesão. Adoro sexo.
“ quero paz amor e sacanagem. …” rsrsrsrs
Vou contar pra vocês um caso que tive com um marinheiro que aportou aqui em minha cidade maravilhosa e tomou de assalto meu corpo para saciar desejos e encantar minha’lma.... tudo começou quando recebi esse texto no meu Facebook:
“Ela é linda e sabe disso! Ela é tranquila, educada tem princípios. Bela fruta agradável ao olhar! O cabelo dela brilha. E a boca? Dá sede só de olhar.Ganha várias curtidas, comentários e elogios sem ser vulgar. Roupas comportadas mais muito bem vestida, chama atenção, faz de tudo para agradar sua metade que não sou eu. Tão linda se perde em pensamentos, as vezes parece sozinha por dentro, mesmo estando acompanhada. O corpo dela tem curvas, seios fartos mas sem exageros, faz amizade facilmente, delicada, meiga, amorosa não baixa cabeça para ninguém . Um lindo sorriso é o jeito de olhar.
Wuoou!! Apaixonante essa mulher
Nunca nos falamos cara a cara, as vezes nas salas de bate papo dou uma investida, e ela não me nota, em áudios ouço e sonho, e a voz dela está guardada em meus pensamentos, voz de sedutora sexy, locutora dos anjos, Talvez, ela não sabe que é um fruto proibido. Que pena!”

Claro que respondi e o papo rendeu…
No outro dia mudamos de mídia e fomos pro whatsapp.
As fotos que ele me mandava me faziam viajar ao seu lado mesmo ele estando longe em alto mar.
Não sei quantas siriricas bati olhando sua foto na proa do navio, em pé com seus 1,85 tomando um bronze, bermuda branca deixando ver o tamanho e a grossura do dote, tudo isso com o oceano de fundo. Meu marujo moreno, malhado, suado, olhos verdes faiscando e a boca sorrindo pra mim…. Ai aí aí, fico orvalhada só de lembrar dessa foto.
Bom mas nem só de siriricas vive uma mulher e não via a hora dele aportar aqui no Rio. Demorou 72 dias para nosso encontro real. Neste dia combinamos que eu iria encontrá-lo no hotel atrás do porto, onde ele tinha costume de ficar sempre que vinha a cidade maravilhosa.
Foi mágico nosso encontro
Ele de camisa pólo azul e calça branca, sandálias franciscanas, cheirando mar, cabelos partidos de lado e óculos escuros que tirou para me ver chegar. Colocou no bolso e veio sorrindo me abraçar
-Você é muito linda
-E você muito gentil
-Verdade Dry suas fotos não traduzem fielmente você.
Se afastou um pouco me olhou da cabeça aos pés. pediu pra dar uma voltinha. E disse:
-Tem certeza que marcou encontro comigo princesa
porque Você é muito bela e sexy. Tô achando que é sereia em demasia pro meu anzol…. Kkkkkkkk
-Bobo onde vamos?
-Onde você quiser mas podemos ficar aqui também se você não se importar. O quarto é simples mas tem ar condicionado.
-É uma opção tentadora marujo
-E não vou fazer nenhum mal a você pode ficar despreocupada
- Rsrsrsrs o problema é justamente esse
- Como assim não vou te desrespeitar….
- Calma marujo. Acho que tô com medo do bem que você irá me proporcionar…. Capiti
- Kkkkkkk tá certo então vamos subir
- Claro
realmente o quarto era masculino:
Bolsa com as roupas em cima da cama. Toalha amarrotada no bidê. …
Ele entrou fechou a porta, me puxou pra perto e olhando nos meus olhos disse:
- Será que posso roubar um beijo
- Um só. Não.
só se forem muitos….
Ele não perdeu tempo.
Que boca meu Deus. Que Beijo. Ele começou de leve.suave e foi invadindo. Derrepente minhas mãos começaram a percorrer suas costas e como sou fascinada com bunda de homem não resisti e apertei suas nádegas. Bastou para que ele descesse a mão por dentro de meu vestido até chegar em meu cocix e ficasse lá massageando. Subiu um calor. Me afastei e disse:
- Aí marujo assim não resisto
- E quem disse que eu tô resistindo. Você tem noção de quantas vezes me masturbei em alto mar imaginando você. Sua pele, seu olhar, seu sorriso, seu cheiro, seu
sa_ _ _
Não deixei ele terminar. Avancei e num Beijo fogoso declarei minhas intenções. Fui tirando sua camisa e beijando seu pescoço, seus ombros seus mamilos. ...ele me afastou e disse:
- Faz um strip pra mim
Virei ele pro lado da cama e ordenei: -- tira essa bolsa daí de cima. Ele fechou e jogou na beirada da cama. Ficou de frente pra mim e eu o empurrei fazendo que caísse deitado. Me afastei e comecei a dançar. Fui em direção ao aparelho de som e coloquei um jazz.
Me movia lentamente e me despia carinhosamente. Tirei o vestido e joguei pra ele. Ele me olhava fascinado. Neste momento vi que O conjunto de lingerie preto valeu cada centavo. Tirei o soutien e joguei no chão. Me virei e abaixei para pegar de modo que ele visualizou minha bunda e minhas coxas grossas.
Virei e joguei pra ele. Ele pegou cheirou passou pelo rosto e disse:
- Cheiro de fêmea no cio
- Safado
- Gostosa
Fui tirando minha calcinha e meu orvalho já escorria. Um filete desceu por minha coxa. Olhei pra ele e ele passou a língua nos lábios. …
Joguei a calcinha e ele repetiu o que fez com o soutian.
Me aproximei e de joelhos tirei sua sandália. Depois a calça e para minha surpresa o Safado estava com a sunga branca da foto. Seu cadete latejava. Tirei sua sunga e a cobra se ergueu pronta para dar o bote, mas quem caiu de boca fui eu. Que delícia de cacete. Uns 23 cm duro e grosso. Mordisquei a cabecinha, passei a língua devagar em volta, saboreando seu néctar lubrificante que em gotinhas entregava seu prazer em minha sede. Comecei a colocar ele todo na boca mas só ia até pouco mais da metade sugava mamava me enlouqueci naquela cobra latejante, ele gemia e como era gostoso ouvir seus gemidos e sentir seus arrepios. Não demorou e ele me disse que não ia aguentar, aí eu intensifiquei meu boquete e pedi: - deixa eu sentir teu gosto. O sabor de teu prazer. Da pra mim….. e recomecei... Ele tremia começou a perder o controle e sua barriga subia e descia com sua respiração ofegante não demorou e ele jogou em minha boca seu Néctar tão aguardado esperado sonhado imaginado. Delícia salgadinho com Gosto de queijo provolone novinho.
Claro que não perdi uma gota. Fui beijando sua barriga até o seu pescoço e me aconcheguei em seus braços. Ficamos assim uns 3 minutos e ele se levantou. Foi até o banheiro e voltou com um creme de massagem.
- Agora é minha vez
E foi passando creme no meu corpo o calor me fazia transpirar. Minha bucetinha úmida denunciava o prazer que estava sentindo, o tesão que ele me dava, o desejo de ser sua fêmea. uma fêmea sendo devorada amada por aquele homem que veio de longe só para transar comigo, só para fazer amor comigo, só para gemer comigo. Ao passar as mãos em meus seios meus biquinhos duros se igualaram ao seu cacete que já estava apontando pro céu. Ele se ajoelhou e começou a passar o rosto em meu sexo. O Safado sentia meu cheiro se espalhar em sua face enquanto eu aguardava sua boca e sua língua desesperadamente num cio como nunca tinha sentido. Aí ele começou a passar a língua de baixo para cima, puxava com as duas mãos abrindo e mostrando meu clitóris, onde mordiscava, sugava E parava depois descia a língua pelo meio do meu sexo e tornava subir sorvendo todo meu prazer que escorria abundantemente. apertava minhas coxas beijava mordia e voltava para minha bucetinha que começou a se contrair e eu comecei a rebolar gemer mais alto, perdendo o controle e empurrava meu quadrill de encontro ao seu rosto e ele percebendo que meu gozo se aproximava intensificou os movimentos com a sua língua…. Eu não resisti, me derramei em sua boca e ele só se aquietou quando parei de tremer. Ele veio beijando minha barriga meus seios e quando estava na altura de minha boca seu cacete já procurava minha gruta, não foi preciso nem colocar a mão para indicar o caminho. foi natural. foi animal Quanto dei por mim ele já se encontrava todo dentro, me possuindo e eu sentindo meu gosto em sua boca e ele sentindo os gosto dele na minha boca que delícia ser possuída assim penetrada por um homem que viajou e que me esperou mais de dois meses. sabia que não ia demorar Pois estávamos há muito tempo sem sexo e ele começou a entrar e sair e entrar e sair e cada vez que entrava eu me sentia preenchida como nunca tinha sido. seu pau grosso latejava dentro de mim eu sentia o pulsar das veias quando se imobilizava. Ele parava me olhava nos olhos e sorrindo dizia: delícia de mulher. gostosa demais e recomeçava a socar e ia socando socando cada vez mais rápido e o prazer aumentando e ele gemendo e fomos cada vez mais fundo até que nós perdemos nossos ritmos e ele começou a socar desvairadamente e eu comecei a gozar. Gozei uma duas três vezes e ele me disse: - deliciosa tô sentindo cada gozada sua no meu cacete, você tá apertando meu pau e cada vez que você goza mais apertada fica…. Que buceta apertada aí tá ficando mais apertada ficando mais….. ahhhhhh me envolve totalmente eu vou gozar vou te dar o meu leite minha mulher minha amada… e socou com força muita força e eu comecei a gozar seguido até que num espasmo seu corpo tremeu sobre o meu e eu senti seu jato quente bem no fundo do meu útero o que me proporcionou um extase nunca sentido um prazer compartilhado que me fez tremer toda da ponta do pé ao último fio de cabelo e uma onda de prazer desceu sobre mim tão grande que desfaleci. Confesso nunca tinha sentido tanto prazer. Passado um tempo acordei e meu marujo estava sentado me observando. Sorriu e me disse:
- Pronta para o segundo tempo sereia do Irajá
- Hummmmm vem cá que vou pensar no seu caso...
A noite passou rápido. Foi nesse dia que fiz minha primeira tulipa roxa. Entenderam agora porque sou apaixonada por marinheiros….







ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.