"Os mais excitantes contos eróticos"


Meu chefe vizinho (final)


autor: MCCMF
publicado em: 27/05/17
categoria: hetero
leituras: 1821
ver notas
Fonte: maior > menor


Esse é a quarta parte e última, dos meus primeiros momentos com Matheus. Espero que todos estejam gostando, agradeço também pelas mensagens e notas que recebo.

Entrei no quarto e fiquei encantada, era um ambiente aconchegante, todo iluminado, ele tinha escolhido o lugar certo. Me abraçou por trás e beijou meu pescoço, passou a língua nele, me deixando arrepiada. Me virei e o beijei.

- Você tá tão linda, tive que me segurar pra não ficar com você lá na empresa.

- Me produzi pra e por você, tu tá me enlouquecendo Matheus, eu te quero tanto!

Ele me agarrou forte e me empurrou​ pra parede, a mão alisando meu corpo todo, apertando minha bunda e a outra a coxa. A gente se beijava quente. Levantei e tirei a camisa dele. Ele se afastou e tirou a calça e cueca. Se encostou em mim.

-Eu te quero só pra mim Clara (sussurrou no meu ouvido e mordiscou)

Só fazia gemer baixinho. Enrolei minhas pernas na cintura dele, ele me segurou e se sentou na cama, eu sentada no colo dele. Tirou minha blusa e lambeu meu pescoço, mordiscou meu seio por cima do sutiã. Soltou ele, segurou e chupou um de cada vez, girou a lingua nos biquinhos, sugava forte e arranhava minhas costelas. Enquanto eu segurava a cabeça dele e rebolava no colo. Ele me deitou na cama e tirou minha saia.

- Tão linda!(alisava minhas pernas, chupava meu dedão do pé)

-Matheus...Vem.. Me faz tua(mordia meus lábios)

Ele se aproximou, tirou minha calcinha, mordiscou minha coxa e abriu minhas pernas. Passou a língua nos lábios por fora, começou a me chupar eu me contorcia, lambeu meu clitóris e chupou.. eu ficava mais molhada de tesão, o pau dele tava enorme, eu só me contorcia na cama gemendo, ele lambia, chupava minha bucetinha toda, enfiava a língua e ficava metendo ela, até uma onda de calor subir em mim, meus pés formigaram e eu sabia que tava gozando, ele chupou mais e mais, eu segurava a cabeça dele pra não parar. Ele parou subiu em mim, olhou nos meus olhos e meteu. Puta que pariu, que sensação maravilhosa. Aquele pau, branquinho, grande e grosso enfiando com força, os bicos dos meus seios duro de tesão e ele os mordiscava e metia que nem um louco. Eu enrolei as pernas na cintura dele, minhas costas queimavam de calor e excitação, eu apertava o pau dele com a bucetinha ardida dá força que ele botava, ele gemia chupava meu pescoço eu arranhava as costas dele forte. Ele parava enfiava forte, minha bexiga chega contraía, eu mal conseguia respirar, ele tirava devagar e fazia de novo. Eu chupava os lábios dele, lambia e gemia.

Ele colocou a mão entre a gente e ficou pressionando minha bucetinha, roçando no clitoris. Mordendo meu queixo. Gemendo rouco no meu ouvido, nos dois respirando ofegante.

-Vem linda, goza pra mim, vai..Goza.

Beijei ele fortemente, arranhei a nuca toda e me entreguei a um orgasmo de tanto tempo prendido. Me contorcia debaixo dele, tendo espasmos, ele segurou meus braços ficou montado em mim, metendo forte até que gozou. Eu não tava vendo direito, só sentia o gozo dele em mim e ficava maravilhada sentindo. Ele caiu exausto, eu também estava, não deixei ele tirar o pau, queria sentir mais ele.

- Eu te adoro mulher.

-Eu também meu homem.

A gente se beijou, mas eu estava cansada. Ele saiu de dentro de mim, eu gemi. Ele me beijou forte e cochilamos, com a certeza de que isso era só o começo.





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.