"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Arrombando a putinha da sala de bate-pap


autor: victorlionheart
publicado em: 30/05/17
categoria: casual
leituras: 2402
ver notas
Fonte: maior > menor


Olá sras. e Srs, tudo bem?

Mais uma historinha recém saída do forno. Aconteceu no último diaTrabalho em uma empresa de Tecnologia da Informação e aos finais de semana, alguém tem que ficar de plantão (coçando o dia todo) para o caso de dar algum problema nos equipamentos. Nesse final de semana, eu fui o “contemplado”. Como não tinha nada pra fazer, resolvi entrar em uma sala de bate papo de um portal bem conhecido para passar um pouco o tempo. Fiz algumas amizades, consegui alguns contatos no Skype mas lá por volta das 15:00, entrou alguém no chat que me chamou a atenção, seu nick era “(M)CambuciReal” ou algo assim!!!

Como trabalho próximo, resolvi arriscar e acho que de tanto insistir, ela respondeu. A distancia da empresa até o loval onde disse que estava era próximo, uns 5 quarteirões, add ela no skype e passamos a conversar. Disse que tinha chegado do Ceará a 8 meses, tinha 19 anos e morava com uma irmã, estava sozinha em casa e que queria dar uma rapidinha, mas o melhor mesmo foi quando perguntei se ela gostava de dar o cuzinho, e ela disse que adorava.

Nos encontramos por volta das 17:30, bem perto da minha empresa e eu a cumprimentei com um beijo na boca. Ela veio com uma mini-saia branca e uma blusinha rosa, era baixinha, mais ou menos 1,55 cm (eu tenho 1,87...era engraçado nós 2 andando juntos) cabelos castanhos cacheados e compridos, olhos claros, piercing na língua e dava pra ver uma tatoo no ombro (Tatoo e piercing são coisas que me deixam com muito tesão).

Chegando na casa, ela me pediu para sentar no sofá, foi até a cozinha e ao voltar montou sobre as minhas coxas e começou a me beijar, aproveitei e fui levantando sua blusinha e vi seus seios pequenininhos mas com os mamilos bem grandes, rosados e durinhos. Fiquei chupando e mordendo enquanto ela gemia e dizia sacanagem no meu ouvido. Ela ficou em pé no sofá e foi levantando sua saia, como se fosse num strip e me olhando, foi quando reparei que estava sem calcinha e que tinha uma bucetinha com lábios bem gordinhos e um grelo saliente, que eu certamente ia adorar chupar, morder e brincar com a língua. A buceta dela encaixou certinho na minha cara, e ela ficou ali em pé, recebendo a minha língua em sua grutinha, rebolando, puxando meus cabelos e pressionando minha cara contra ela, enquanto eu segurava suas coxas, e quase conseguia fechar minhas mãos nelas (Hmmm...adorei me lambusar naquela buceta gulosa). Coloquei ela sentada no sofá e fiquei na sua frente, tirei toda a roupa e já dei meu pau duro para ela chupar. Ela sugava forte, as vezes até doia, mas estava adorando aquela boca quente me chupando daquele jeito, aquelas mãozinhas segurando e punhetando, enquanto ela cuspia e engolia, engasgava e depois voltava a sugar forte. Segurei ela pela nuca e empurrava ele pra dentro, até a garganta e a putinha ainda colocava a língua pra fora, para que fosse ainda mais fundo!!!!

Ela disse que queria me cavalgar e sentir minha rola toda dentro dela (Meu pau tem 18x6), obedeci na mesma hora, mas o que queria mesmo, era enrabar aquela bundinha arrebitada. Ela sentava com força e numa velocidade impressionante e enquanto me cavalgava, eu massageava a entrada do cuzinho dela, que parecia bem “laceado”. Me levantei segurando sua bunda e sem tirar meu pau de sua buceta, ela entrelaçou as pernas na minha cintura e passamos a foder em pé, ela abraçava com força e foi aí que gozou a primeira vez, gritando e gemendo gostoso no meu ouvido, podia até sentir seu melzinho escorrendo pelas minhas pernas (depois vi também que ela deixou um arranhao enorme nas minhas costas...vadia!!!). Foi a deixa para eu pedir seu cuzinho, ela me olhou com uma cara de safada que me deixou ainda com mais tesão, e pediu para por devagarinho. Coloquei ela de 4 no sofá, com as mãos no encosto e ela arrebitou a bundinha, era bem magrinha, mas um tesão. Como suspeitava, seu cuzinho já era bem aberto, então não tinha porque me segurar, enfiei um dedo e ele entrava e saia sem problemas, abri ele e cuspi la dentro, ela rebolava e abria a bunda com uma das mãos como quem diz, “Vem, que quero sua pica”.

Coloquei a cabeça na entrada e enpurrei ele todo até as bolas encostarem na buceta, ela deu um gritinho, mas não lutou contra, comecei a bombar naquele cuzinho quentinho e gostoso, que parecia não ter fundo, metia rapido e sentia que estava deixando ele ainda mais aberto. Uma das mãos dela abria a bunda para que que metesse ainda mais fundo, ela pedia para foder mais forte e que eu a chamasse de puta, safada, gostosa!!! Comecei a mexer no seu grelo enquanto a enrabava e ai veio a segunda gozada...ela agarrava forte o encosto do sofá e gritava, sua buceta e seu cu se contrairam e apertou meu pau dentro dela, o que me fez gozar instantaneamente dentro de seu rabo. Ainda ficamos alguns segundos ali, ofegantes e meu pau escorregou de dentro dela, que se sentou a meu lado, com as pernas em cima das minhas. Alguns minutos depois ela voltou a me punhetar e meu pau já estava duro outra vez, pronta pra outra. No total, fodemos 4 vezes e em todas fodi seu cuzinho, só queria ter gozado na boca dela, mas disse que não curtia.

Nesse exato momento estou conversando com ela no Skype e já marcando nosso próximo encontro, acho que vou querer fazer plantão todos os finais de semana a partir de hoje...kkkkk

Bom pessoal, é isso, espero que tenham gostado desse conto. Quem quiser entrar em contato, abaixo estou mandando, responderei a TODOS com carinho.

Skype: victorlionhert

MSN/e-mail: victor.lionheart@hotmail.com

Um forte abraço e até logo!!!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.