"Os mais excitantes contos eróticos"


O marido da gordinha!


autor: katyferreira
publicado em: 03/06/17
categoria: aventura
leituras: 2802
ver notas
Fonte: maior > menor


Como alguns sabem meu nome é Katy, tenho 25 anos e sou casada. Esses dias me ocorreu algo que quero compartilhar com vocês.

Tenho muita amizade com uma moça chamada Gislaine que uns tempos pra cá tem me compartilhado várias coisas sobre sexo e algumas frustrações em casa, da mesma forma eu conto pra ela algumas coisas que já passei e incentivo pra que ela volte a praticar sexo.

A situação é a seguinte, Gislaine engordou muito nos últimos tempos e seu marido aparentemente está com outra pessoa, como os dois tem filhos ela não quer se separar simplesmente e acha que ele só tem outra por causa do sexo. Ela não é uma mulher feia mas tem se descuidado muito o que acaba complicando tudo, desde autoestima até no prazer em fazer as coisas.

Gislaine me disse que me acha uma gordinha gostosa, eu fiquei super sem graça e perguntei o pq dos elogios, ela disse que queria umas dicas, conselhos mas que ficava sem graça de me fazer um pedido.

Óbvio que fiquei superrr curiosa, e insisti até ela falar…
Ela disse assim;
Eu acho que meu marido iria adorar você, seu corpo, talvez se você fosse lá em casa vocês pudessem conversar.

No início eu desconversei e tentei fugir do assunto, mas ela fez um apelo meio que emotivo o que acabou me fazendo pensar novamente, Gi estava próxima dos 98 quilos e não conseguia mais estimular o marido e então pediu que eu fizesse, eu demorei a entender na verdade rs…

A ideia era simples, eu ia na casa dela, fazia amizade com o marido e ela convencia ele de “ficar” comigo, que era a parte mais fácil. Como eu não fazia ideia de como era o marido eu disse que só iria pra conversar. Então eu fui, desta primeira vez a gente somente conversou e eu achei o marido dela até simpático, embora meio “bruto”.

Passados alguns dias Gislaine me propôs voltar à casa dela, disse que o marido ficou super empolgado com a proposta e me pediu pelo amor de Deus pra fazer isso por ela, não consegui negar.

Marcamos em um sábado e disse ao meu marido que iria até a casa dessa amiga (pois ele a conhece) pra ajudar em coisas da casa, já que ela tá com algumas dificuldades, o que não é mentira rsrs

Chegando lá eu notei que os dois estavam super envergonhados, embora Gislaine que tivesse dado a ideia ela não sabia por onde começar, então eu tive que tomar algumas atitudes.

Perguntei se eles tinham algo pra beber, rapidinho eles arrumaram um vinho, notei que os filhos não estavam em casa, provavelmente estavam na casa da vó. Então comecei a perguntar coisas mais íntimas, o marido de Gislaine estava um pouco envergonhado com a situação mas não parava de olhar pras minhas pernas, eu estava com um vestido super normal, mas com as pernas a mostra.

Resolvi ser objetiva, disse que estava disposta ajudar se eles me explicassem a situação. O marido começou a dizer que não sentia mais tanto prazer, que ela não estimulava ele e eu então comecei a pegar nos meus seios, rapidamente Gislaine deu um sorriso e disse que apesar de estranho ela estava gostando.

Me aproximei mais da cadeira do rapaz e conversei cada vez mais próxima, até que … ele não aguentou e me beijou.

Minha amiga ficou calada observando, e eu comecei a me empolgar com a situação. Algum tempo nos beijando e conversando foi o suficiente pra perguntar pra Gislaine se ela estava disposta a dividir seu marido e ela disse que sim.

Eu acabei me favorecendo com a situação e cada vez mais estava quente a relação entre eu e o marido da minha amiga. Após vários copos de vinho (os três), ficamos super animados e comecei a acariciar o pau do safado.

Gislaine só assistia, talvez ela estivesse com um pouco de ciúmes, mas eu nem estava mais me importando, tirei aquele pau e comecei a chupar, o homem estava duro feito uma pedra.

Eu sorri e mostrei pra minha amiga “a conquista”, ela tinha o marido na ativa novamente rs

As coisas foram esquentando mais e mais e quando dei por mim, já tinha tirando meu vestido e o sutiã, ele chupava meus seios e eu tocava seu pau rápido e má intencionada. Notei que minha amiga estava um pouco cabisbaixa, então resolvi colocá-la na brincadeira.
Vem Gi, ou você vai ficar só olhando?

Ela sorriu e se aproximou, rapidinho o marido me soltou e começou a beijá-la, invertendo a situação, agora eu só observava, mas aquilo estava bem excitante.

É bem diferente ver pessoas normais e não atores de filmes pornô se pegando na sua frente, ainda mais naquela situação.

Sugeri de irmos pro quarto e logo fui atendida, quando eu notava que os dois estavam “esfriando” eu me metia na situação e começava a chupar o pau do marido e me insinuar feito uma puta até os dois voltarem a se pegar.

E assim foi durante um tempo, até Gislaine tomar coragem e resolver tirar a roupa, mesmo ela sendo gorda ela é bem bonita, a pele morena e lisinha, e os seios fartos me chamaram muita atenção.

Agora eles estavam pronto pra se amar novamente, ela nua e toda aberta na cama e ele super tarado com aquele pau duro pra fuder forte.

Fiquei somente observando aquele entra e sai, eles gemendo e suando na cama, acho que até se esqueceram de mim e quando vi já me tocava feito uma tarada.

Gislaine sorria e gemia ao mesmo tempo, acho que cumpri minha tarefa de levar de volta o sexo ao casal rs

Olhando tudo aquilo eu gozei e gozei muito, como se eu estivesse levando pica.

Pouco depois ele gozou também e minha amiga jorrou enlouquecida um gozo que eu nunca tinha visto antes, uma mistura de prazer com loucura, muito bom (pelo menos de se ver).

Depois de tudo aquilo Gislaine me agradeceu e disse pra eu não pensar mal dela, mas ela realmente precisava de ajuda, eu me coloquei à disposição pra ajudar sempre, até pq o pau do marido dela é uma delícia.

Depois disso conversamos algumas vezes em repetir, mas eu fiquei interessada mesmo em um encontro somente com minha amiga, mas isso é história pra outro conto…


Beijos da Katy
me escrevam

katyf083@gmail.com



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.