"Os mais excitantes contos eróticos"

 

RAPIDINHA NO CINEMA


autor: srGreatWally
publicado em: 09/06/17
categoria: hetero
leituras: 3993
ver notas
Fonte: maior > menor




Queria fazer uma aventura diferente hoje. Resolvi ousar. Sugeri a Nina que a gente fosse ao cinema e ela estivesse sem calcinha. Safadinha que era ela, topou na hora.

E lá fomos nós para o Cinema. Ela estava exuberante! Com um vestido bem sensual, com botões na frente, sem sutiã, e sem calcinha!

Sentamos em duas cadeiras do lado esquerdo, bem no canto do cinema. Eu fiquei no canto esquerdo. O cinema não estava cheio, pois o filme não era lá essas coisas.

Mas filme é o que menos nos importava.

Começamos a bolinar um ao outro como costumamos fazer. Abri minha calça para facilitar o trabalho dela.

Hum que grossura!

Ela foi logo segurando meu pau que latejava muito. E eu comecei a desabotoar a parte de cima do vestido dela passando a acariciar seus biquinhos. Em seguida, levei a mão ao meio das pernas dela e toquei a bucetinha que estava muito molhada:

Era isso que você queria? Então tome.

Comecei colocando minha mão de leve sobre sua coxa. Escorreguei minha mão para debaixo de sua saia, comecei a massagear sua buceta. Ela ficou louca:

Bota, bota, bota... enfia esse dedo, vai!

Ela começou a me punhetar no ritmo que eu a bolinava.

Quer gozar é? Sacana!

Tapávamos nossas bocas com beijos molhados de tesão para que ninguém ouvisse os gemidos e olhasse para trás.

Ela era uma torturadora de primeira. Fez-me esporrar jatos e mais jatos de prazer

Ela ainda não havia gozado. Fiz uma loucura. Sentei no chão, na frente dela. E cai de boca.

Seu loooouco! Chupa!

Eu mordia de leve seu clitóris e ao mesmo tempo bolinava seu cuzinho. Ela enlouqueceu de vez:

Vou gozar, porra!

Então gozou na minha cara

Levantamo-nos e saímos do cinema, sem mesmo olhar para trás logo em seguida.

Afinal foi nossa fantasia naquele dia. Não queríamos – pelo menos por enquanto – nada mais além daquilo!









ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.