"Os mais excitantes contos eróticos"

 

REALIZAÇÃO INESPERADA - FINA


autor: ronaldinho
publicado em: 01/09/15
categoria: outra
leituras: 2117
ver notas
Fonte: maior > menor


Passei o dia trabalhando e me lembrando ficava sentindo ela me tocar por todo meu corpo o dia inteiro, sentindo vários prazeres como no dia anterior, e assim continuamos nos encontrando na sala por vários dias. tendo cada vez mais novidades que ela me fazia sentindo cada vez mai prazer.
Trocando carícias em pensamentos uma falando para outro em microfone aberto, mais estava chegando ao final porque meu esposo estava prestes a voltar, falei para ela e ela me disse que a noite que estava preparando para mim, seria a mais especial de todas, perguntou se eu já tinha ido a uma loja de sex-shopping, eu disse que não que tinha vergonha de entrar em uma loja dessas, ela disse tudo bem, então vamos usar a criatividade, estávamos exausta porque já tivemos vários orgasmos como acontecia tendo toda noite.
Já ficava o dia pensando da noite o prazer que ela me proporcionava, tinha perguntado se eu usava computador ou notebook, respondi que era um note e ela disse que também era o que ela usava.
Quando a noite chegou que entrei ansiosa, para nossa despedida ela pediu para eu pegar um pegador de roupa,não compreendi mai obedeci fui pegar, ela pediu para eu dividi-lo ao meio e eu fiz. ela disse pega seu notebook, e duas cadeiras coloca no banheiro focando seu chuveiro coloquei e vi que focava todo, ela também fez o mesmo, deixamos foco a foco, eu já de baby dol e ela também as duas com calcinhas minuscula para satisfazer a outra ela mandou eu ligar o chuveiro e fosse fazendo o que ela dissera entrei de baby dol em baixo do banheiro, deixando ficar transparente meus seios, ela pediu para eu ficar me ensaboando e assim ela só ia falando fazendo ao mesmo que eu, dissera agora vamos ficar em silencio fara o que eu fizer continuamos, a espuma já cobria nossos corpo, e passávamos as mãos por todo corpo cada ponto de êxtase, como estivesse uma com a outra, alisávamos lábios seios cada vez mais e mais, já atingindo orgasmos colocando os dedos na xana por cima da roupa ensopada, ela pediu para eu tirar toda a roupa e assim fiz, coloquei a cadeira em frente ao chuveiro aonde filmava tudo e olhando a delícia tirar prontamente também, cada vez mais colocando sabonete ficando cada vez mais deslizante, com a pernas abertas na ponta da cadeira deixava a xana bem a mostra para que pudesse ser vista nos mínimos detalhes, e ela ditava as regas através dos seus gestos, o que falou pega a parte do pegador, eu peguei e de lá ela também, começou abriu bem a pernas, e começou a passar o pegador bem no meio da xaninha subindo e descendo eu fazia com muito gosto os prazeres dela, ela disse essa sou eu asando a lingua em sua xana, continue passando o pegador só em cima do seu grelínho, fique alisando o pegador ensaboado eu sentia a sensação que ela mesma estava com sua língua passando em mim, cheguei a sentir cada vez mais orgasmos misturado a espuma, ela colocou o dedo em sua xana e com a outra o pegador continuava lhe proporcionando prazer dava a sensação que estava sendo chupada e penetrada ao mesmo tempo, e assim, continuamos cada vez mais lubrificada iamos aumentando o numero de dos dentro de nós, ela começou a falar loucuras que estava dentro de mim, cada vez mais, e eu me deliciava com aquele prazer que jamais teria sentido na vida, ela me desejava cada vez mais estar comigo e falava palavras que me levavam a loucura do prazer, passava cada vez mais forte o pegador proporcionando ainda mais prazer, com os dedos dentro da xana ela faz o gesto, para eu deixar o rabinho mais fora da cadeira e começa a colocar os dedos dela no rabinho eu fazendo o mesmo, alisava os seios que pareciam que iriam pular fora, e assim ficamos por um bom tempo, gozavámos como se estivessemos gozando pela ultima vez na vida.
Ela pediu para paramos e voltarmos ao nossos quartos, nos enxugamos quando pensei que iriamos nos despedir, ela pegou um travesseiro me mostrando que eu fizesse o mesmo, e assim o fiz, deitou-se e abriu as pernas colocando o travesseiro no meio de sus pernas e disse faça o mesmo, seguramos cada uma o travesseiro em meio a nossa xana ela começou a roçar o travesseiro pediu que eu imaginasse ser ela no meio de mim com a xana encostada, nos roçando cada vez mais, ela me levava a loucura, me chamava de amor, que minha xana era quentinha deliciosa meu perfume que exalava era único, me deixando cada vez mais doida e assim íamos tendo orgasmos cada vez mais fortes, por mais uma noite, o travesseiro já estava ensopado de tanto mel, ela me pedia para colocar nos dedos e chupa-los ela fazia o mesmo dizendo que estava sentindo mel melzinho e chupava todos os dedos um or um me levando a loucura sentindo o prazer que realmente era meu mel que ela estava chupando, dessa vez amanhecemos o dia tendo prazer em diversas posições que alternávamos a cada gozo que tínhamos.
O dia já tinha amanhecido, e eu agradeci por ter me feito uma mulher diferente, ter cada vez mais valorizado meu corpo, que eu não conhecia os pontos meus nunca explorado, ficamos amigas, mais nem sempre posso abrir o notebook por caua do meu marido em casa, trocamos email's rápido apenas mandando recadinhos carinhosos uma para outra.
Sempre que pego o pegador que ficou na minha gaveta, ainda me delicio as vezes quando vou tomar banho me lembrando.


F I M


Despertou-me o prazer desconhecido, o que me fez me levar ao ensaio de uma nova aventura mais isso, é outra história ...
Uma história que ainda não acabou, ...
© 2015 Microsoft Termos Privacidade e cookies Desenvolvedores Português (Brasil)





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.