"Os mais excitantes contos eróticos"


Os primeiros encontros com meu namorado


autor: Morena_Kah
publicado em: 20/06/17
categoria: hetero
leituras: 1332
ver notas
Fonte: maior > menor


No texto anterior contei que conheci meu namorado...

Nossos primeiros encontros eram sempre bem quentes, me buscava para jantar, ir ao cinema, ou qualquer outro programinha, sempre acabávamos dentro do carro, com beijos e amassos, eu não podia levar ele para minha casa, e também não queria dar minha bucetinha nos primeiros encontros, apesar de sempre acabar com minha calcinha encharcada, (sim, parece que uma parte daquela "Kah" boazinha e doce estavam presentes) então assim se seguiram por alguns dias e até meses, porém a cada noite que nos víamos as coisas esquentavam ainda mais, nosso beijo sempre foi fogoso, aquele beijo de "tira a roupa que eu quero te fuder", ele passou a tirar meu sutiã enquanto me beijava, depois chupava meus peitos, e quando ia tocar na minha buceta eu fazia ele parar, ela se contraía de prazer, ele dirigia minha mão até seu pau, quando toquei pela primeira vez desejei aquele cacete todo dentro de mim, grande e grosso, estava quente; muito quente; comecei a massagear suavemente, abrir sua bermuda e abaixei sua cueca até onde eu conseguia tocar uma punheta pra ele, o carro era espaçoso, sugeri que fôssemos, para a parte de trás, (eu nunca tinha feito nada relacionado a sexo dentro do carro) até aquele momento, pois eu não resistir e cai de boca naquele pauzão, dei uma lambida suave na cabecinha (ela é rosada, branquinha, grande e grossa, pra mim é perfeita) depois chupei suas bolas e subi passando a língua até a cabeça novamente, e fui engolindo centímetro por centímetro daquele cacete, (eu nunca gostei de fazer oral no meu ex, mas com o atual é diferente; ele despertou muitas coisas em mim, irei contar no decorrer das outras histórias), e quando inseri todo seu pau em minha boca sentindo na minha garganta, ele gemia de prazer

ELE: Que boquinha gostosa você tem amor, chupa meu pau, chupa..

Enquanto chupava batia uma punheta pra ele e o instigava: tá gostoso amor?

Ele: sim, melhor oral que já recebi em toda minha vida, não para não, chupaaa aaaiinn aiiiinn

Ouvir aquilo me fez fazer melhor, eu chupava como se fosse um pirulito, o pau dele é delicioso, e eu desejava sentir ele gozando na minha boca, (era a primeira vez que sentiria o gosto do leitinho quentinho) ele queria me comer, e eu queria dar, mas me segurei e só queria satisfazer meu macho, continuei chupando, dava lambinas próximas ao seu cuzinho e ele delirava, eu sentia escorrer gozo da minha buceta só por está chupando ele...

Metia tudo na boca, quanto mais metia e mais rápido fazia ele gemia mais alto e começou a falar que ia gozar, enrolou meus cabelos em sua mão e fodia minha boca, me fazia engasgar com seu pau, deixava ele bem babadinho, sugava, lambia a cabecinha, lambia sua bolas e cuzinho até que ele soltou o primeiro jato e eu fiquei igual uma cadela esperando os próximos encherem minha boca, enquanto olhava com cara de putinha cheia de tesão por ele, e ele me disse: seja uma boa garota e engole toda a minha porra, engoli aquele leitinho quentinho e abrir a boca pra ele ver que tinha obedecido sua ordem, beijei mesmo com gosto de porra e foi um beijo quente, com minha calcinha molhada e minha buceta se contraindo entrei para minha casa e tomei um maravilhoso banho!

Fiquei excitada só de lembrar 😈

Comente comigo o que achou do texto para eu saber que tenho alguém para dividir minhas histórias! 💋



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.