"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Matando aula pra perder o cabaço.


autor: Imagined
publicado em: 03/07/17
categoria: hetero
leituras: 3942
ver notas
Fonte: maior > menor


(Nomes fictícios)
Meu nome é Carla, hoje possuo 19 anos.
Esse é o primeiro conto que eu escrevo, nada mais justo do que contar como perdi a minha preciosa virgindade, foto que aconteceu ano passado, no meu último ano do ensino médio. Espero que gostem!
Eu estava atrasada para mais um dia de aula, eu estudava a noite, pois trabalhava durante o dia. Não podia faltar, pois precisava de nota, eu era nova na escola.
Subi correndo para escola, mas chegando lá, o portão já estava fechado e eu teria que esperar na segunda aula. Atraia o olhar de muitos homens que estavam passando, eu estava com a camiseta da escola colada no corpo e uma calça leggin. Sou morena, tenho seios grandes e uma bunda mediana, e modéstia parte, tenho um rosto bonito e um sorriso de dar inveja, sempre fui muito cobiçada pelos meus colegas.
Coloquei os fones no ouvido e fiquei esperando abrir o portão para entrar na aula, quando de repente alguém me dá um susto, olhei pra ver quem era, e era um colega que queria muito ficar comigo, mas eu nunca dei a oportunidade, pois achava ele galinha demais. Conversamos um pouco e eu acabei cedendo e aceitando ficar com ele.
Como eu era nova na escola, descemos para um terreno que tinha pra baixo para ninguém me ver ficando com ele.
Antes mesmo de chegar no local, já consegui ver o pau dele duro e já comecei a ficar ansiosa, eu sabia que ele ia tentar algo, e eu era virgem e morria de vergonha, mas ainda assim comecei a ficar molhada.
Chegamos e ele já me colocou contra a parede e começou a me beijar loucamente e começou as mãos bobas e eu estava adorando. Ele colocou a mão nos meus seios e eu deixei, o que fez ele entender o recado e seguir em frente.
Comecei a passar mão na piroca dele e ele começou a me pegar com mais força e eu não aguentei e dei um gemido. Foi quando ele começou a levantar a minha blusa e a chupar meus peitos, que coisa gostosa, ninguém nunca tinha feito aquilo e eu não queria que acabasse, foi quando criei coragem (como a safada que eu sou) e comecei a punhetar o pau dele. Ele começou a colocar a mão na minha bucetinha virgem e fechadinha e começou uma siririca maravilhosa, e eu comecei a gemer muito, não conseguia controlar. Ele ficava sussurrando no meu ouvido “Vai vadia, rebola no meu dedo” “buceta virgem gostosa, vou meter tanto nela”, não aguentei e gozei no dedo dele. Minhas pernas ficaram moles, ele aproveitou e me jogou de joelho e mandou eu começar a chupar ele, e eu comecei a lamber igual uma louca, já tinha feito boquete antes e adorava.
Ele mandou que eu parasse, ou ele ia gozar, Eu parei, pois queria sentar pela primeira vez.
Ele começou a me penetrar com 1 dedo e foi pra dois, eu já estava doida quando ele sentou no chão e me colocou por cima sem dó, metendo de uma vez, não vou mentir, doeu pra caralho, mas quando ele começou a movimentar, foi melhorando demais, e quando eu vi já estava quicando no pau dele, ele me batia e me chamava de vadia e eu gostava, e sentava cada vez mais, e quando ele falou no meu ouvido “putinha desse jeito, nem parece que era virgem. Gostosa pra caralho” eu não aguentei e gozei de novo.
Ele parou e gozou no meu peito.
Nos limpamos e fomos pra aula como se nada tivesse acontecido.
Depois disso dei pra ele outras vezes matando aula, mas depois comecei a namorar e paramos





Comentem, para eu saber se continuo ou não ;) essa é apenas o começo de uma vida cheia de fantasias e transas loucas!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.