"Os mais excitantes contos eróticos"


Adoro o Instagram...


autor: GostosudaPE
publicado em: 04/07/17
categoria: hetero
leituras: 1804
ver notas
Fonte: maior > menor


Olá. Me chamo Marina e tenho 34 anos. Sou negra, baixinha, gorda, com coxas grossas, bunda e seios grandes. Ahhh! E adoro sexo! Vou contar pra vocês mais uma trepada maravilhosa que tive com um carinha delicioso.

Conheci Luís na internet. Meu Instagram é bem movimentado, publico umas fotos gostosas lá e Luís faz parte dos meus seguidores. Começamos a conversar no direct, depois dei meu WhatsApp e a gente passou a se falar todos os dias. Caramba, aquele homem me fascinava. 39 anos, Alto, lindo, com um ótimo papo e um pau delicioso: grande, roliço, gostoso. As coisas ficavam mais quentes a cada dia. Troca de fotos, áudios safados, sexo virtual pela vídeo-chamada... Muito tesão! Partimos para o próximo passo: o encontro real.

Sei bem como esses encontros podem ser estranhos, então marquei em um local público e bem óbvio: Shopping. Não sou muito vaidosa. Não sou chegada à maquiagem ou perfumes. No máximo um batom no tom da minha boca e um óleo corporal perfumado (amo os de pitanga e maracujá). Uso roupas bem básicas como jeans e camisetas confortáveis. Gosto também de vestidos soltinhos e coloridos. Usei um amarelo neste dia. Com alças finas, sem sutiã, e uma calcinha cor de laranja. Adoro cores vibrantes.
Ele chegou antes de mim. O avistei assim que entrei na praça de alimentação. Aquele homem me atraia como um imã. Abraços e beijinhos no rosto. Que cheiro bom ele tinha. Hummmmmmmm. Conversamos amenidades, suas mãos estavam no meu corpo o tempo todo. Tocando minha mão. Acariciando meu rosto. Brincando com meus cabelos. Luís me excitava ao extremo. Não aguentei e o beijei na boca. Beijo profundo com gosto de tesão. Ai, que delícia!

--- Marina, você me enlouquece assim.
---Tesão, gato. Quero você. Vamos pra minha casa?
---Ah. Com certeza!

Saímos do shopping e paramos um táxi. A pegação continuou no banco de trás do carro. As mãos de Luís estavam na minha coxa. E subiram mais um pouco. Quando dei por mim, ele acariciava a minha bucetinha por cima da calcinha.
---Marina... você é gostosa demais! --- falou no meu ouvido. Me arrepiei inteira.

Chegamos rápido. Ainda bem. Meu corpo queimava de tesão e estava louca pra ver o pau delicioso dele ao vivo. Abri a porta com Luís me agarrando por trás. As mãos dele acariciavam meus seios e sentia sua rola dura roçando minha bunda.
Caímos no sofá. Ele por cima, levantando meu vestido enquanto beijava minha boca. Que beijo gostoso. Como sempre imaginei que seria: carregado de tesão, com as línguas numa deliciosa briga.
Luís para um pouco e tira o meu vestido, ao mesmo tempo que tira suas roupas.

---Muito tesão, amor.
---Pode vim, gato. Eu aguento...

Ele geme alto e cai de boca nos meus seios. Solto um grito. Enquanto chupa um mamilo, enche a mão com o outro seio e alterna as mamadas, me enlouquecendo de prazer. Sua boca desce pela minha barriga, brinca um pouco no umbigo e chega na calcinha molhada.
---Adoro cores fortes em você, minha Preta.

Luís tira minha calcinha devagar e dá um beijo de língua na minha buceta encharcada. Sacudo no sofá igual uma cobra de cipó. Quase gozo na mesma hora. Caramba. Que homem gostoso da porra!

Ele continua com a brincadeira na minha xana. Sua língua vai e vem, fazendo meu corpo tremer. Adoro ser chupada! Meu clitóris endurece rapidamente. Sinto como se tivesse fogo líquido entre as minhas pernas. Respiração ofegante. Mãos agarrando os cabelos de Luís com força. Gozo se aproximando...

---Amor! Eu vou gozar! Ahhhhhhhhhh

Que gozada forte! Perco a respiração tal a intensidade do orgasmo. Uhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

Quando dou por mim, Luís já está com o corpo todo em cima do meu. Sinto seu pau procurando o caminho do prazer e ele me penetra com força. Sua boca está na minha agora. Consigo sentir meu sabor na boca dele e me remexo, aceitando suas investidas.

---Ahhh, Preta. Eu lembro de todas as nossas conversas. Sei que você adora gozar no oral e sentir um pau te rasgando assim que o orgasmo chega.

---Ai, amor. Eu vou gozar de novo.

E gozo, gente. Gozo gritando. Arrannhando as costas dele, abraçando Luís com as pernas, tremendo inteira. Ele continua a meter. Com mais força agora. Ouço sua respiração ofegante, olho seu rosto contraído e sinto sua porra quente dentro de mim. Ele goza chamando meu nome e urra de prazer.

Agora estamos deitados no sofá. Ouvindo a respiração um do outro e pensando no prazer que sentimos.

---Te amo, Preta! --- O ouço dizer.
---Idem, amor.

Cochilamos um pouco, eu acho. Abraçados. Levanto-me, pego Luís pela mão e o levo pro chuveiro. Ali, com a água sobre nossos corpos, o tesão acende de novo. Com força total.

Ele esfrega minhas costas e suas mãos passeiam por todo o meu corpo. Agora é a minha vez... Encosto ele na parede e distribuo beijos pelo seu peito molhado. Sugo cada um dos mamilos. Mordisco sua barriga. Chego naquele pau lindo. E caio de boca. Chupo satisfeita. Que gosto delicioso ele tem. Seguro a base do seu pau e me concentro na cabecinha. Lambo, Sugo. Passo a língua por toda extensão daquele pau enorme. Punheto um pouco e tento colocar ele todo na minha boca...

Luís geme alto. Me chama de gostosa. Diz que vai derreter na minha boca. Segura minha cabeça e força seu pau até a minha garganta. Engasgo. Mas continuo a chupar. Rola gostosa da porra!

Sinto o corpo dele estremecer. Paro tudo e me levanto. Beijo sua boca com sofreguidão. Agora eu estou encostada na parede e com a bundinha empinada pra ele.

---Marina... Não fica nessa posição não. Só me dar vontade de comer esse cuzinho lindo.
---Come, amor! Tô doidinha pra te dar meu cuzinho...

Com os olhos, indico pra ele o óleo de maracujá, que adoro.

---Ahhh, Preta. Você me mata assim.

Luís pega o óleo e espalha no meu corpo inteiro. Dando uma atenção especial ao meu rabinho. Os seus dedos me penetrando, já me deixam totalmente acesa. Ele cola o corpo ao meu. Sinto seu pau duro me roçar.

---Vou começar bem devagarinho, amor. Vou me controlar.

E ele faz assim. Sua rola abre espaço pela minha bunda e começa a penetração. A boca dele está no meu pescoço. Sua mão encontra meu grelinho duro e faz movimentos deliciosos. Seu pau está todo dentro de mim, agora. Solto um suspiro alto.

Luís geme no meu ouvido:

---Que rabo delicioso, amor.
---Mete com força, gato. Eu aguento...

E ele mete. Solto um grito quando ele tira o pau quase todo de dentro de mim, só pra enterrar até o talo. Seu dedo não para de acariciar meu grelo. E eu sinto o gozo se aproximando.

---Assim eu gozo, amor.
---Goza, Preta. Que eu vou encher todo o seu cuzinho de leite quente.

E eu gozo. Gritando. Que delícia, gente. Que gozo forte. Luís dá uma última estocada e se derrete dentro e mim. Sinto sua porra quente me preenchendo inteira.

Continuamos abraçados dentro do box.
---Preta. Você é a melhor coisa que me aconteceu. Te amo.
---Idem, amor. Nunca vou me cansar e você...


Espero que tenham gostado.
Luís, te quero muito.

@gostosudape@yahoo.com



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.