"Os mais excitantes contos eróticos"


Coloquei chifre na aula de Pilates.


autor: brrj
publicado em: 09/07/17
categoria: traição
leituras: 2960
ver notas
Fonte: maior > menor


Há algum tempo não encontrava uma grande amiga minha que se chama Ana Luiza, passeando no shopping encontrei ela. Sempre fomos amigas bem íntimas por mais que ficassemos sem nos falar
Ana está com um corpo super sarado, sabe aquelas cinturinhas fina e bundão, pois bem, assim ela estava. Perguntei que dieta ela fez, disse que cortou carboidratos, mas que deixou ela toda dura foram as aulas de Pilates.
Claro que me interessei, sou tipo cavalona, bundão, peitão, mas queria aquela cinturinhas da Ana.
Ana me explicou que faz já dois anos com uma amiga, mas que no começo procurou vários lugares e me deu a deixa de não fazer em lugares que homens são os professores, por que eles caem matando em cima, querendo comer as alunas. Me assustei a princípio, pois, sou casada a 5 anos e nunca trai meu marido.
O papo estava bom, mas eu precisava ir. Na semana seguinte fui procurar para fazer aula de Pilates. Achei próximo de casa seria perfeito para meu caminho trabalho, casa. Qua do liguei um homem me atendeu, muito simpático, atencioso, e me convidou para aula experimental. Pensei comigo, acho que não deve ser como minha amiga Ana Luiza disse, talvez ela não tenha dado sorte, vou tentar já que era o local propício para mim, a única coisa que o professor me disse que era para ir como uma roupa bem confortável, shortinho ou leggin.
No dia e hora marcada cheguei ao local, um rapaz moreno me atendeu, não era tão bonito, tinha barba rala, que não gosto, mas era encorpado, sarado. Me convidou para entrar onde tinha mais uma garota que logo saiu da aula me deixando sozinha com professor.
Ele educadamente tirou minhas medidas e demos início a aula, alongamentos, até aí estava tudo bem, foi quando fui para os aparelhos, e ele me fez ficar em posições bem ousadas, como deixar bem minha bunda exposta para cima. Nestas posições ele falava que eu estava fazendo errado e vinha me corrigir, me pegando pela cintura e me ajeitando, nesta hora lembrei que Ana me disse sobre fazer este tipo de aula com homem.
Conforme o professor me arrumava nos aparelhos sentia o volume de seu pau dura me encoxando. Não sabia que fazer, se ia embora ou se era só impressão minha. Mas não era não, suas pegadas estava mais ousadas, fortes e seu pau cada vez mais encostada em minha bunda, confesso que comecei a sentir tesão que não sentia a tempo, de outro homem me tocando, isso estava me deixando louca, não acreditava e minha buceta estava melada de tesão, foi quando o professor me arrumou novamente no aparelho ficando basicamente de quatro e passou a mão em minha perna subiu discretamente e chegou em minha buceta, tentei me esquivar mas ele veio por trás segurou na minha cintura e esfregou bem o pau, senti aquele nervo encostar na minha buceta, ele viu que não neguei, que não tirei ele dali, ele perguntou se estava bem, falei que estava, mas estava sentindo algo duro atrás de mim. Ele perguntou se queria que saísse, não respondi, não sabia o que fazer. Ele disse já que não respondeu é por que gostou!Foi nessa hora que senti sua mão apalpar bem minha bunda, e tomei uma dedada na buceta. Dei uma temida, ele me pegou pela cintura ajeitou as mãos e em uma pegada tirou minha leggin e minha calcinha. Pensei meu Deus que estou fazendo, foi quando senti um pau duro grande e grosso encostar a cabecinha na porta de minha buceta, que a cinco anos era só meu marido que comia. Ele esfregou o pau nela, viu que eu estava molhadinha, ele só forçou um pouco e seu pau entrou tudo em mim, nossa senti me rasgar que rola enorme, nunca dei para um pau tão grande, seu vai e vêm começou devagar, ele puxou meus braços para trás e disse agora vou te arrombar sua puta gostosa, sem poder me mexer , estava dominada por aquele moreno ele socou. No começo vi estrelas, mas estava com tanto tesão que logo acostumei, ele me pegou no colo e me levou para uma espécie de maçã, onde abriu minhas pernas e enfiou de novo, sério nesta hora que vi o tamanho, tinha uns 22 cm, mas grosso, e como metia, sentia aquele pau tocar no meu útero, e ele era safado me segurava, dominava, não me deixava esquivar, só metia e com força em mim, começou a me dar tanto tesão é explodir num gozo, e ele socando, nesta hora vi o tesão é que eu estava fazendo, pensei já que é para ser puta vamos fazer direito. Olhei em seu olhos e falei mete, me arromba, me faz sentir puta. Ele socando me chamava de puta, que ia me comer sempre, nestas palavras soltei outro gozo, foi quando senti ele gemer e encher minha buceta de porra, sentia quente escorrer nas minhas pernas. Ele veio até mim e me beijou gulosamente, falando que eu era uma delícia, e se quisesse poderia pagar as aulas com minha buceta.
Nesta hora lembrei de meu marido, só queria ir embora, me vesti ainda gozada, me despedi, e fui embora. No carro que reparei meu cabelo todo desarrumado, fui ver minha buceta estava toda vermelha e escorrendo esperma daquele macho. Cheguei em casa fui para banho antes de meu marido chegasse, me masturbei no chuveiro ainda com tesão.
A noite na ama meu marido queria me comer, mas minha buceta estava tão dolorida que não ia aguentar dar para ele, assim, fiz um boquete dos sonhos dele, ainda estava excitada com o acontecido e curti o pau do meu marido pensando no outro, ele gozou na minha boca e ainda bebi, nunca fiz isso, mas o tesão era tanto que a partir daquele dia me apaixonei em chupar o pau de meu marido.
Isso aconteceu a uma semana, não sei se volto, não queria ficar traindo meu marido, mas confesso que foi bom demais, acho que vou acabar voltando.
No final minha amiga Ana Luiza tinha razão fazer pilates com professor homem era perigoso, mas confesso que foi um perigo bem gostoso de provar, e consegui me sentir puta, coisa que meu marido não gosta de me tratar de jeito algum, acho que quando me ser vontade de ser puta vou voltar para o moreno arrombador.




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.