"Os mais excitantes contos eróticos"


Fodendo minha bucetinha carente.


autor: _any
publicado em: 26/07/17
categoria: hetero
leituras: 3798
ver notas
Fonte: maior > menor


Bom vamos lá, sou Any tenho 19 anos, sou morena, cabelos castanho escuros até a bunda, 1,68 de altura, não sou gorda mas também não sou magrinha kakaka tenho peitão e bundão, e cá entre nos sou muito cobiçada pelos homens e até mulheres.

O conto de hoje é sobre aplicativos de relacionamentos e a minha carencia.

Eu terminei o relacionamento de 2 ano e 10 meses no meio do ano de 2016, eu já estava de saco bem cheio de uma foda ruim, com meu ex sempre foi assim, não foi uma coisa que foi se esfriando, sempre foi um sexo ruim, sabe quando a pessoa faz com má vontade parece, me coloca nas posições de qualquer jeito, não faz um oral em mim, não me dá umas boas palmadas, não me fala besteiras, só dá umas duas enfiadas, goza e vira pro canto e dorme, e me deixa lá e foda-se seu eu gozei ou não, então esse era meu ex.

Bom quando terminamos eu estava louquinha pra dar minha bucetinha pra alguém que soubesse comer né, mais é obvio que eu não ia postar em rede social que eu estava procurando isso KKKKK não sou uma putinha também, fiquei de boa, só me masturbando, eu sabia que ia aparecer alguma pessoa gente boa.

Alguns dias se passaram e eu usava um aplicativo de relacionamento, conheci um rapaz de uma cidade vizinha da minha, ele era muito lindo, forte, tinha uns 1,95 de altura, branquinho do cabelo castanho, dono de um sorriso lindo, fiquei toda derretida por ele, mas como sempre mantive a classe e não fui chegando ao ponto né rsrs conversamos por vários dias até que marcamos de nos conhecer, ele veio até minha casa e ficamos horas conversando quando ele roubou um beijo meu, AAAAHHHH que boca era aquela, e ele deslizava sua mão macia pelo meu corpo inteiro, conhecendo cada canto do meu corpo. Ele pediu para que eu subisse em seu colo, estava com um pouco de vergonha mais subi, e ele começou a apertar minha bunda e eu estava sentindo seu pau muito duro, nem cabia mais dentro de sua calça, infelizmente um telefonema atrapalha a gente, e ele teve uns problemas familiares e teve que ir embora, eu estava louca de tesão e queria muito aquele pau estralando de duro dentro de mim, mas não deu, ele me pediu mil desculpas me deu um beijo maravilhoso e falou que voltaria, e foi embora, eu com a calcinha molhada e super excitada entrei no chuveiro e me masturbei até gozar pensando naquele rapaz e seu pau.

Chegou o final de semana e marcamos de sair de novo, íamos jantar e provavelmente íamos num motel depois, coloquei um conjunto de lingerie bem pequenininha branca, quase ficava invisível no meu bumbum, e um sutiã todo rendado, eu estava de calça jeans, uma blusinha de alcinha branca e meu casaquinho preto com um salto preto, estava espera dele.

Ele chegou abriu a porta do carro para mim, eu entrei e a caminho ele começou a passar a mão nas minhas coxas, aquilo foi criando um tesão fodido em mim, e eu só pensava naquele pau entrando na minha buceta, ele foi subindo a mão até encontrar minha buceta que por sinal já estava molhadinha, e foi alisando por cima da calça mesmo, implorei para ele para o carro num bairro que fosso bem escuro que eu queria dar para ele ali mesmo e que não iria aguentar chegar no motel, e ele fez o que eu pedi, parou o carro e foi logo me beijando, e não tirou a mão da onde estava. Passou alguns minutos ele delicadamente tirou meu salto, e desabotoou minhas calcas e abaixou-a e logo encontrou minha amiguinha toda melecada já, tirou minha blusa e meu sutiã também me deixando apenas de calcinha, caiu de boca nos meus peitos, puxou minha calcinha de lado e começou a me masturbar, enfiando o dedo e depois passava suavemente a mãos massageando meu clitóris, eu que já estava muito tempo sem transar, gemi e gozei nos dedos dele, ele deu uma risadinha de canto bem safada e disse que queria me chupar e sentir meu gosto, mas antes eu tirei as calças e a blusa dele deixando ele de cueca, UAL o cacete dele estava marcando naquela cueca box preta e que cacete hein! Ele enfiava a língua como se estivesse me fodendo, e passando o dedinho no meu cuzinho, eu não gemia eu gritava de tesão, e ele subiu e falou no meu ouvido assim “Calma amor, isso não é nada ainda”. Eu sempre gostei que a pessoa fizesse oral em mim mais meu ex nunca fazia. Então suavemente tirei a cueca dele e minha calcinha, quando eu olhei para aquele pau de uns 20cm e grosso que minha mão não fechava nele eu apaixonei. Comecei a chupar aquele cacete e deixar ele bem babado, enquanto massageava as bolas dele, ele me pedia para não para, e eu aumentava o ritmo, logo em seguida comecei a chupar as bolas dele e bater uma para ele enquanto ele massageava minha bucetinha que pedia para ser devorada naquela noite, ele soltava uns gemidinhos com aquela voz máscula e só me fazia sentir mais tesão, quando ele falou que não aguentava mais e que queria me fazer mulher.

Abaixamos os dois bancos da frente, e como tinha insulfim G5 no carro todo não dava pra ver nada e já era umas 21h, ele me pediu para que eu ficasse de frente deitada nos meios dos bancos de perna bem arreganhada, fiz isso e ele caiu de boca de novo me fazendo gozar, na boquinha dele, ele grudou nos meus peitos e não soltava, até que ele começou a brincar de esfregar a cabeça do pau nele na minha bucetinha, que me deixava com mais tesão, deu a primeira enfiava e parecia que ele estava rasgando minha buceta com aquele pau grosso, e enfiava até o fim e fazia eu me contorcer, ele metia rápido e depois devagar beijando minha boca, pediu educadamente para que eu me virasse que ele queria me foder olhando para a minha bunda enorme, e minhas tatuagem nas costas que excitavam ele, fiz isso e ele começou socar aquele cacete enorme na minha buceta apertadinha e arrombando tudo, lascava uns tapas na minha bunda fazendo uns estalos, ele deu uma cuspida nos dedos e começou a alisar minha xaninha pedindo para que eu gozasse no pau dele que ele queria sentir minha goza quentinha, eu não aguentei aquela voz no meu ouvido, minhas pernas começaram a tremer e logo senti meu primeiro orgasmo daquela noite, senti a porra dele dentro de mim também, ele tirou o pau dele de dentro de mim o seu leitinho escorrendo caindo da minha buceta, ele deu uma cuspida na cabeça do pau dele e não perdeu tempo enfiou de novo e dessa vez ele não parava de meter rápido e enfiando um dedo no meu cuzinho e com a outra mão ele batia na minha bunda. Sei que ele gozava e socava o pau de novo acho que ele fez isso umas 3 vezes (e eu não estava acostumada com isso porque meu ex era uma só já gozava e acabou, esse rapaz não, queria me comer se parar), depois sentamos e conversamos por mais ou menos uma hora, e ele falou que queria me comer de novo, eu abri bem minhas pernas e comecei a me masturbar para ele e falei que e queria ser fodida por aquele pau gostoso de novo, ele caiu de boca na minha buceta de novo, e depois me comeu de costas novamente mais duas vezes, na última eu já não aguentava mais a minha perna e sentia que minha pressão ia cair, mais fiquei lá firme e forte, ele tirou da minha buceta aquele pau grosso cheio de veias e me fez mamar até gozar na minha boca, eu sentia o gostinho da minha bucetinha e que delicia, ele gozou eu engoli todo aquele leitinho, ele foi cavaleiro me limpou colocou todinha minha roupa, e depois se vestiu, passou perfume em mim penteou meu cabelo, já era quase 23h30, fomos numa temakaria, comemos rapidinho conversamos e demos risadas de tudo que a gente fez dentro do carro e ele me levou embora e nesse dia dormiu em casa, mais esse é um outro conto HAHAHAHA.

Eu e ele mantemos contatos até hoje, e sempre que dá a gente sai e faz um sexo bem quente e gostoso, e ele me fode como eu mereço!

Tenho muitos contos eróticos para contar para você e amo ouvir contos também, se você tem um e quer contar especialmente para mim ou até mesmo contos amorosos ou conselhos entre em contato comigo no meu e-mail any.contos@outlook.com vou amar conversar com vocês...





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.