"Os mais excitantes contos eróticos"


sobrinha safada 3


autor: jatiboca1008
publicado em: 01/08/17
categoria: hetero
leituras: 2126
ver notas
Fonte: maior > menor


Ola essa e o penúltimo relato desse Amor louco.

Sabado, acordo meio atordoado com a noite maravilhosa e louca que tivemos. Vou a cozinha tomar café e pra minha surpresa a casa estava toda arrumada, Natilia manda eu tomar café rapido, e diz que vai descer com o lixo, Taynara colocava roupas no varral. Assim que Natalia saiu Taynara veio sentou no meu colo e me beijou:Bom Dia Amor,pegou minha mão e colocou na sua bunda e senti estava apenas com minha camisa de malha,nada mais,eu apertei sua bunda e ela disse que queria mais hoje por que a noite foi maravilhosa, então pedi pra sair de meu colo pois sua tia num demoraria a voltar.
Meia hora depois o interfone, era Robson. Descemos e quando Taynara foi entrar no carro Natalia, disse vai com Junior assim já pode começar a te ensinar e o carro vai mais folgado.
Sairam e os olhos de Taynara brilhavam e senti quanto eramos felizes , mas até quando. Abri a porta da firma e entramos pra buscar a moto, Taynara trancou e ligou o alarme, olhou pra mim e veio, sabia que iria pedir algo: Realiza meus desejos, me AMA aqui na firma, e me beijou.

Roupas começaram a sair voando, seu jeans justinho saiu como se fosse o dobro de seu manequim,ficamos sóde roupas intimas. Ai começou a pegação, beijos ardentes, mordidas, suas unhas cravaram em minhas costas, e eu a girei e abraçei de costas,mordendo em sua nuca beijando seu pescoço e lambendo suas orelhas, dizendo o quanto era feliz a seu lado, e do AMOR que sinto por ela. minhas mãos uma entrelaçada em seus cabelos longos a outra com o anti-braço apertando o seio esquerdo e amão brincando com o direito,eu mordia sua nuca, pescoço e orelha , minha lingua descia até o meio de suas costas, meu pau latejava de vontade de sair da cueca, mas mesmo assim ela sentia ,prazer, e forçava sua bunda, como se ele pudesse furar acueca e sua minuscula calcinha.
Então sugeri para pegarmos as roupas e ir para o deposito, onde ficariamos abrigados, e com varias opções de posição.

Deitei Taynara sobre uma pilha de lonas plasticas, e começei a tortura-la, beijando sua boca, fui descendo pelo pescoço, suguei seus seios, até ficarem durinhos, fui descendo até sua barriga lambendo e finjindo dar mordidinhas, desci por entre a parte interna de suas coxas, finjia que iria chupar seu grelinho, mas passava pra outra coxa ou subia até seu umbigo, depois voltava, e erguia suas pernas e ia até seu anelzinho, mordia suas nadegas, passava a lingua,em volta de seu cuzinho, ela urrava e gemia como louca e quase arrancava meus cabelos, quando cheguei na sua xota, entrei com força precionando a lingua e subi até seu grelinho.Ela urrou forçou minha cabeça,, tremia eu chupava e seu mel desceu gostoso em minha boca.
Eu olhei seu rosto e MEU DEUS COMO EU AMO ESSA MULHER, ela foi descendo das lonas e beijou minha boca roubando o gostinho de seu mel. Me empurrou sobre um monte de caixas vazias e disse agora e minha vez,Com um puxão ela rasgou minha cueca,segurou meu pau na mão e veio com tanta voracidade que tive medo ,mas sem tempo de reagir sósenti ela enfiar a metade na boca, subiu até a cabeça e desceu, até o saco, me babando todinho, quase gozei sóde sentir e ver aquela cena,DELICIA.
E ela continuou, chupava punhetava, lambia ,eu virei e quando ela sentiu minha cabeça estava entre suas coxas, puxei seu quadril e sua xota se alojou em minha boca, ela gemeu, fez gestos que era suavez, mas eu disse que assim eu gostava mais e continue. Eu abri suas nadegas e começei a brincar com seu anelzinho,passava a lingua ao redor depois forçava no meio, quando vi que tava bem excitada voltei pro seu grelinho e fiz ela gozar de novo. Taynara não gosta que eu use meus dedos nem na xota nem em seu anelzinho,diz assim: Sua lingua faz meu grelinho e minha xota gozar, e deixa meu anelzinho todo lubrificado pro seu pau me arronbar e assim que eu gozo.( e como goza. e como me satisfaz.)

Depois de tomarmos uma cerveja e recuperar o folego, ela me deitou, e começou a me chupar, deixando ele todo melado, se posicionou de frente pra mim,e disse: Lembra da primeira vez, e sentou até sentir meus ovos encostar no seu rabo, começou lentamente a cavalgar eu agarrei seus seios, cheio de tesão, mas ela acelerou e sem controle com gemidos de tesão, em 2 minutos gozou outra vez. e caiu sobre mim, toda ofegante.
Num segundo começou a me beijar, com uma cara de putinha realizada, colocou a mão sobre o meu peito ajoelhou ,levou a mão sobre as pernas, e vi quando passou a mão na xota e levou seu mel e lubrificou atras, sem nem piscar, seu rosto me mostrou toda sua maldade, mandou eu ficar quieto e virou de costas sobre mim,
Nossa que visão, suas nadegas deliciosas, ali e sabendo que eu era dono daquela gostosura, ela segurou meu pau e forçou, sem dó de seu anelzinho e de meu cacete, que entrou quase tudo .Ela gritou de dor.
Parou , pois em mim doeu, pensei nela foi pior. Ela respirou e soltou o corpo, nossa e louca, e gritou novamente, antes que ela tentasse qualquer reação segurei sua cintura.
Pediu pra eu não soltar nem tirar um milimetro que fosse, foi virando de lado, e depois fomos virando até ficar de quatro,e minha dor passou a ser tesão. Nossa que tesão aquilo tudo me deu, ai ela gritou: FODE MEU ANELZINHO COM FORÇA. juro não entendi mas obedeci.
Com minhas mãos cravadas em sua cintura eu começei a bombar, com força, trazia meu caralho quase até sair e enfiava tudo, ela delirava de dor e tesão, e percebi que ela gostava de sentir que estava sendo arrombada como na primeira vez, então judiei daquele anelzinho e disse vou gozar, e forcei mais ainda meu pau inchou e gozamos juntos.

Só viramos de lado e dormimos por meia hora ou mais, levantamos, tomamos um banho e saimos, no caminho ficou decidido, eu ira separar de sua tia, ai voçês irâo saber no último relato.......




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.