"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Me deu a bunda como pagamento


autor: J_Mark
publicado em: 12/08/17
categoria: hetero
leituras: 3237
ver notas
Fonte: maior > menor


Antes de conseguir o emprego que sempre quis, nunca dispensei um bom bico pra levantar uma grana né. Eu gostava de fotografar coisas, animais carros e então, uma garota que viu minhas fotos numa de minhas redes sociais me contatou:

Oi, eu costumo ver suas fotos. Você é bom nisso!
Que nada, eu tiro por Robby. Nem é uma profissão.
Poxa, eu estava pensando em te contratar.
Me contratar? Pra tirar foto? De que?
De mim! É que sou modelo. Então pensei se você não toparia.
Eu até topo. Mas como te disse, não sou profissional.
Se fizer como faz suas fotos já estarei satisfeita!

Combinamos um preço aleatório e um lugar. Chequei o perfil daquela garota, vi algumas fotos. Era uma morena bem bonita. Um belo corpo. Malhada, magra, porém com uma bela cintura e uma bunda de parar o trânsito.

No dia, fui até o local. Era a bela casa, com jardim, flores, ladrilhos. Quando Larissa me recebeu, pude contemplar aquela deusa morena. Era baita corpo, muito mais lindo do que nas fotos que vi. Não tive como evitar, meu pau endureceu na hora.

Ela foi super simpática, e me chamando pra dentro, foi caminhando na miha frente. Aquela bunda balançava de um lado pro outro enquanto ela caminhava. Impossível não olhar.

Ela se trocou e começamos a seção de fotos. Foram várias. Ela saia e voltava com outra roupa. Todas muito bonitas, porém quando voltou com um maiô foi demais. Meu pau só ficava mais duro enquando batia as fotos. O clima era bom… riamos enquanto eu mostrava as fotos pra ela. Realmente estavam bem bonitas.

Quando terminamos, Larissa saiu e retornou de de roupão. Sorridente me agradeceu e dizendo:

Foi ótimo, muito obrogada! Acho qie é hora de te pagar. Mas tem um problema. Eu não tenho dinheiro nenhum, eu queria as fotos, mas não tenho como pagar… então eu pensei que se…

Ela veio acariciando meu peito. Depois abriu o roupão. Estava nua! Já a peguei pela cintura e dei um beijo forte. Larissa estremeceu e devolveu o beijo na mesma medida. Começamos a nos agarrar. Estavamos na sala nessa hora.

Depois que eu joguei aquele roupão longe, Larissa ajoelhou e abriu minha calça. Caiu de boca na minha pica gostoso. Abocanhava fundo e depois soltava.

Quando se levantou, fomos pro quarto. Me deitei na cama e aquela garota subiu em cima pra um 69 Maravilhoso. Aquela bunda enorme tava bem na minha cara. Meti a língua na boceta enquanto apaupava aquela raba gostosa. Larissa começou a rebolar na minha cara enquanto me punhetava. Lambi boceta e cuzinho, ouvindo Larissa gemendo alto.

Ela então, já muito excitada, escorregou sua bunda sobre mim, até chegar com a boceta sobre meu pau. Fixou esfregando a xereca melada no meu caralho. Que visão era ter aquela bunda bem ali. Não aguentei e mirei cabeça da piroca naquela xaninha molhada. Larissa só se encaixou e deixou entrar. Que sentada gostosa. Larissa rebolava e quicava na minha vara. Aquele bumbum batia palma na minha frente, com a piroca dentro. Tive que me segurar pra não gozar naquela hora mesmo, de tanto tesão. Larissa sentava com força!

Virei Larissa de lado e fodi gostoso. Aquele corpão ali deitado. Eu segurava em seus peitos, cintura, bunda, enquanto estocava a piroca naquela boceta.

Põe no meu cuzinho, põe… vai.

Larissa implorou por sexo anal. Mas não precisou pedir duas vezes. Tirei meu pau melado da sua boceta, ela abriu o bumbum com a mão. Botei na entradinha e forcei. Foi entrando com um pouco de dificuldade, mas depois que passou a cabeça ficou bem gostoso. Que cuzinho apertadinho e quentinho. Eu fodia de leve e ela pedia mais e mais. Larissa parecia amar sexo anal.

Tirei o pau, coloquei Larissa de quatro, cuspi naquele cu e meti a rola de novo. Larissa gemia, griata e xingava. Segurei naqueles cabelos e fodi mais forte. Larissa enpurrava o cu contra mim, engolindo minha piroca toda, batendo aquela bunda enorme contra mim.

Ela então meteu a mão na boceta começou a se tocar. Logo depois gemeu alto e gozou com minha pica dentro do rabo, caindo com a cara na cama. Mesmo gozada, ficou rebolando pra mim e aquele cuzinho piscando. Ela sorriu e lediu ora eu gozar bem na portinha. Segurei na pica e coloque a cabecinha bem no seu buraquinho piscante. Deixei a porra sair e lambuzei aquele cuzinho todinho. Deixei cheio de gozo.

Larissa levantou, se limpou e disse que marcaria outro ensaio em breve. Pra pagar na mesma moeda!






ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.