"Os mais excitantes contos eróticos"


Eu, minha esposa e sua amiguinha...


autor: Casalgordinho
publicado em: 12/08/17
categoria: hetero
leituras: 2036
ver notas
Fonte: maior > menor


Eu, minha esposa e sua amiguinha...
Era um domingo comum, nos levantamos tarde pois transamos enlouquecidamente na noite anterior, chupadas mútuas, sexo de 4, e muitas gozadas seguidas, ou seja tudo que um bom sexo pede... Mas voltando ao que interessa, fui ao mercado comprar umas coisas, retornei 1 hora depois e ao sentar no sofá, o celular da minha esposa toca, era o seu zap ela abre e fica boquiaberta e me diz: - Amor vc topa transar com 2 mulheres? Eu achando que fosse uma brincadeira disse: - Para de caô... e ela respondeu é sério minha amiga acabou de aceitar a minha proposta e perguntou se estaríamos disponíveis na próxima quinta feira.
O tesão tomou conta da gente e de sua amiga tbm pois ela enviava áudios dizendo que estava mega molhada e que estava se aguentando de tesão assim como nós...
O tesão era tão forte que minha esposa estava de vestido e quando abriu as pernas sua calcinha estava completamente enxarcada, não conseguíamos falar de outra coisa, as duas trocavam áudios cada vez mais excitados até que decidimos que tinha que ser naquele dia... Ligamos para a minha sogra e mandamos nosso bebê pra lá, dissemos a nossa amiga que a casa estava livre e que se ela quisesse poderia passar para conversarmos, ela disse que chegaria em 1 hora mais que viria para transamos pois não estava se aguentando de tesão...
Minha esposa estava enlouquecida, ela é uma lourinha linda, cheinha, de pernas roliças, bumbum médios e uma boceta suculenta inchada de deixar qualquer mortal com água na boca, sua amiga, morena baixinha, corpinho mignon e uma carinha de mega safada...
Tomamos banho passamos perfumes suaves e sentamos na sala para aguardar. Minha esposa mandava msg e ela não visualizava, murchamos, achamos que ela havia desistido, quando de repente chega a msg estou quase na sua porta...
A campainha toca, olhamos um para a cara do outro sem saber o que pensar e como agir... Minha esposa abre a porta ela entra, pede água e logo em seguida minha esposa respira fundo e diz vamos? Demos a mão os 3 e seguimos para o quarto... Lá chegando às duas se deitaram mas era a primeira vez para os 3 não sabíamos como começar, então eu subo na cama, as deixei só de calcinha e comecei a acariciar bumbum, pernas, costas, revesando entre uma e outra, eu estava em êxtase pois tinha ao alcance de minhas mãos 2 bundas deliciosas que eram separadas por duas micro calcinhas pretas que me enchiam ainda mais de tesão...
Comecei a beijar e lamber aquele par de bundas, uma branquinha e outra moreninha como todo homem sonha, e quando olho pra cima elas estavam se beijando, gnt minha piroca parecia que ia explodir de tanto tesão... elas começaram a se tocar chupar uma os seios da outra enquanto eu sentado na beira da cama observava e admirava a beleza da cena mais quente que já vi na vida...
Minha esposa perguntou o que eu estava esperando e nesta hora eu abocanhei os seios de sua amiga, minha esposa parecia ser uma veterana pois desceu e chupou com maestria a buceta de sua amiguinha que urrava literalmente de tanto prazer, a amiguinha safada me fez tirar as calças e abocanhou minha piroca com força e mamou como se fosse a última rola do mundo, enquanto minha esposa chupava sua bucetinha e enterrava seu dedo naquela xota apertada...
... Nossa amiguinha urrava e gozava horrores mais não tirava a rola da boca um segundo se quer, fui até a minha esposa e comecei a sugar aquele par de seios suculentos, enquanto a amiguinha chupava a buceta da minha mulher, até que de repente minha mulher me dá uma ordem: - fode ela de 4, eu com cara de bobo e quase não acreditando, juro que queria ser beliscado naquele instante pois era bom demais pra ser verdade, fui ao encontro de sua amiga que já de encontrava de 4 completamente arreganhada , com a boceta e o cuzinho depilados a mostra, eu coloquei meu pau naquela bucetinha que fazia o meu pau sentir cada milímetro dentro dela de tão apertadinha que era... eu soquei com força enquanto minha mulher a masturba e se masturbava, e assistia de pertinho, meu pau entrando e saindo daquela buceta quentinha, dei uma pequena parada respirar, a nossa amiguinha começou a rebolar gostoso no pau, me dando muito prazer, e enchendo a minha esposinha safada de tesão ...
A amiguinha da minha mulher não aguentou a safadeza de minha mulher e esporrou novamente em sua boca... A nossa amiguinha logo depois de gozar jogou minha mulher na cama e enterrou a cara em sua buceta gostosa enterrando o dedinho em sua racha e a fazendo gemer de tanto tesão minha esposa gozou, mais sua amiguinha não parou, estava insaciável, e assistir aquela cena me enlouquecia... Minha mulher sendo mamada por outra mulher na minha frente, eu estava enlouquecido e quando vi a amiguinha da minha mulher estava de 4 enquanto a chupava, eu me abaixei e vi aquele cuzinho piscando e comecei a chupá lo e dedando sua bucetinha a fazendo gozar novamente no mesmo instante que ela fazia a safadinha da minha esposa gozar novamente em sua boquinha... E assim caímos todos satisfeitos e desfalecidos... Conversamos um pouco, e quando a nossa amiguinha saiu fuder os novamente lembrando e falando detalhes de tudo o que aconteceu...





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.