"Os mais excitantes contos eróticos"


Sedentas por buceta!


autor: Kate
publicado em: 21/08/17
categoria: lésbicas
leituras: 4469
ver notas
Fonte: maior > menor


Certo dia, uma família havia se mudado pra uma casa que fica no final do quarteirão de onde eu moro. Num aniversário bem próximo dali estavam todos lá, um casal alegre e sua filha Fernanda, uma garota de 17 anos um ano mais velha que eu e dona de um sorriso fascinante.

Me aproximei e começamos a conversar, ficamos até o final da festa. O tempo passou e nos tornamos grandes amigas, ela começou a frequentar minha casa e eu também ia na casa dela, eu então comecei a sentir vontade de beija-la, mas achava de talvez fosse impressão minha, estava confusa. Passávamos madrugadas assistindo séries e conversando e eu comecei a perceber o jeito como ela passou a me olhar.

Eu sempre levei na esportiva as invertidas da Fernanda porque eu achei que fosse brincadeira. Nós dormíamos juntas as vezes, saíamos, passávamos a maior parte do dia fazendo alguma coisa. Uma vez marcamos pra assistir um filme na minha casa, era filme de terror e a Fer tinha medo, devido a um raio a energia acaba, ela se apavorou e eu abri a cortina da janela e fomos pra minha cama, deitei ela no meu colo e fiz carinho em sua cabeça e sentia o cheirinho gostoso do seu cabelo enquanto ela brincava com o pingente do meu cordão. Aquelas mãos macias começaram a acariciar meu rosto e então ela me olha e diz:
_Kate?
_hum?
_Eu tô com vontade de fazer uma coisa
_O que?
Então ela se aproximou da minha boca e me beijou, nosso beijo era perfeito, tinha muita química, durante o beijo ela segura forte minha cintura me deixando arrepiada. Ela tirou minha blusa me deixando só de calcinha, ficou em cima de mim e começou a me beijar. A Fernanda sussurrava em meu ouvindo:
_Eu estava cheia de vontade de fazer isso, você é muito gostosa, você é minha!
_Eu também estava com vontade Fer, muita vontade!
Eu tirei a blusa dela deixando-a só de calcinha também. Ela segurou meus seios um em cada mão e começou a chupar, ela passava a língua entre eles e subia até chegar na minha boca, eu me contorcia toda, Fernanda começou a beijar minha barriga e dava leves mordidas, baixou até minhas coxas e foi subindo devagar, tirou minha calcinha e chegou na minha bucetinha, eu segurei seus cabelos precionando sua cabeça e ela mamava no meu pinguelo e metia a língua no meu buraquinho. Lambuzei toda a boca dela, gemia muito e minha respiração estava cada vez mais ofegante, ela abriu mais e inclinou minhas pernas chupando meu cuzinho e passando a língua até meu grelinho rosado, eu falei que ia gozar:
_Vou gozar Fer!
_Goza minha gostosa, Goza aqui na minha boca... veeemmm!
Gemendo loucamente eu gozei, parecia que eu não ia parar de gozar e ela sugando tudo não desperdiçou nenhuma gota do meu melzinho. Fiquei com o corpo mole depois e peguei nas mãos da Fer e a puxei fazendo ela me beijar, eu colei minha língua na boca dela e virei ficando por cima daquele corpo cheio de tesão. Peguei um halls no criado mudo coloquei na boca e comei a beijar seus seios, a cada gemido dela aumentava meu estímulo e me fazia ir além.

_Chupa minha buceta amor!
Ouvir aquilo me deixou muito excitada e eu tirei a calcinha dela e chupei aquele pinguelo saliente, ela gemia muito e me pedia mais. Enfiei minha língua na buceta dela e a coloquei de 4 pra mim.
_Vou te comer bem gostoso!
Ela empinou o rabinho pra mim e eu chupei seu cuzinho metia minha língua e ela delirava de prazer, eu dava tapinhas em sua bunda. Me atrevi a colocar um dedo e ela gostou, ela rebolava com meu dedo no seu cuzinho e logo pediu pra eu colocar mais um, assim foi, meti dois dedos no seu cuzinho e dois na sua bucetinha.

Eu socava gostoso meus dedos na Fer, e ela anunciou que ia gozar, ela empinou bem aquele rabo e gozou nos meu dedos gemendo muito e se contorcendo de tesão. Minha mão tava toda lambuzada e ela lambeu meus dedos me beijando em seguinda. Ficamos deitadas um pouco e fomos tomar banho. Passei sabonete em todo seu corpo e voltamos pra cama. Parecíamos famintas por buceta e fizemos um 69 espetacular gozamos juntas e eu não conseguia parar de foder ela. Fiquei em cima e me encaixei nela (tesoura) ela colocou uma das pernas no meu ombro e eu beijei sua coxa enquanto pegava nos seios dela e levava meus dedos até sua boquinha. Ela chupava meus dedos como se tivesse chupando um pau, aquilo me excitou muito. Minha buceta estava muito melada e a dela também, acelerei os movimentos e percebi que ela ia gozar:
_Aaaaiiiiiinnnn caralho, me fode, fode a minha buceta, fode! Fode! Fode!
_Hummmmm....
Nosso gozo se misturou e eu fiz questão de chupa a buceta dela sugando mais uma vez seu mel.
Foi uma noite perfeita e desde então nossa amizade ficou bem mais divertida. Fizemos muitas loucuras e cada vez mais ela me surpreendia, e quando ela não tava perto sempre me ligava e eu fazia ela gozar falando besteirinha pra provocar e ela fazia o mesmo comigo. Espero que tenham gostado desse pequeno resumo da minha aventura com a Fer...
Aguardem que vem mais por aí. Bjinhos💋



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.