"Os mais excitantes contos eróticos"

 

DANADA E PROFESSOR


autor: Danadinha16
publicado em: 22/08/17
categoria: jovens
leituras: 1869
ver notas
Fonte: maior > menor


Olá, meu nome é Carol. Tenho 17 anos, sou branca e tenho um corpo bem atiçador. Tenho cabelos pretos compridos, meu corpo é malhado e tenho coxas grossas.

A história que vou contar é sobre a vez em que tive minha primeira transa. Que poderia ter sido com algum novinho com ejaculação precoce. Mas devido a minha grande ambição e ao meu desejo por homens mais velhos, isso aconteceu com meu professor de história e geografia. Ricardo, um homem de 40 anos (eu na época tinha 14), com um corpo de homem mais velho, mas com um sorriso e olhar que me deixavam louca na sala de aula.

Eu sempre fui péssima em geografia e então as aulas dele eu sempre ignorava. E isso fez com que eu ganhasse sua atenção. Ele todas as aulas passou a me usar de exemplo, ou chamar minha atenção ou até me provocar com alguma questão da matéria. Minhas notas sempre estavam péssimas e certa vez ele me chamou no fim da aula.

Minhas amigas foram e eu fiquei pra falar com ele após a aula. Até aquele momento eu não havia visto a sua faceta homem gostoso, que poderia me comer. Cheguei na sala e ele estava sentado na mesa do professor, lendo um livro e anotando algumas coisas. Olhando ele com aquele jeito de inteligente um ar de desejo passou por mim. A situação de estar ali sozinha com ele na sala, tal qual já vi em muitos filmes. Começou a me fazer pensar em sexo, com ele. Ali naquela mesa.

- Oi!
- Oi, Carolina! Senta, preciso falar sobre sua nota final.

Sentei em frente a ele. Então, tais pensamentos aumentaram de volume e quase não prestei atenção ao que ele me dizia. Ele olhava pra mim e apontava para os papéis sobre a mesa. Eu balançava a cabeça em concordância, até que ele percebeu minha distância e chamou minha atenção. Seus dedos apertaram meu ombro e me sacudiram levemente. Aaaaaaaaai, porque ele tocou em mim. Aquilo foi o estopim. Eu precisava dar pra ele.

- Carol, você está bem?
- Eu estou sim, é que eu estava lembrando da festa que rolou com a galera da turma...
- Vocês jovens, só pensam em festa. Não quero nem saber o que deve ter acontecido nessa festa.

Nesse momento, lembrei da rola de Theo em minha boca e da xota de Alice molhando meus dedos...

- Você não ia à festas? Aposto que as garotas faziam a festa com vc.

Ele desviou o olhar dos papéis pra me encarar, com uma cara de interrogação.
Eu continuei...

- Ah, você é muito bonito pra tua idade. Esse teu cabelo e teu sorriso, são hipnotizantes. Imagina com 20 aninhos?

- Hahaha! Obrigado pelo elogios, mas acho que são bem indiscretos vindos de uma aluna. Vamos falar da sua nota.
- Desculpa, se te deixei envergonhado. Mas eu precisava falar, tenho sentido umas coisas por você... E acho que se nos conversarmos sobre isso, talvez a minha nota e outras coisas cresçam.

Levantei e fiquei de pé poucos centímetros dele. Coloquei minha mão em seu ombro e ele desviou.

- Carolina! Pare com isso, nós somos professor e aluna. Eu tenho 40 e você 14.
- Eu sabia - me sentei no chão e comecei a chorar. - Eu sou feia, na festa ninguém quis ficar comigo. Todos transaram e eu fiquei jogando damas com o nerd.

Ele se levantou e sentou ao meu lado. Pegou uma das minhas mãos e apertou.

- Carol, você é muito bonita. Você é uma menina que enlouqueceria qualquer homem, o cara que tiver com você será muito feliz... mas nós não podemos... e a única forma de mudar sua nota é repetindo de ano.

Continuei chorando.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.