"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Aqueles dias em que tudo está húmido


autor: portuguesa
publicado em: 31/08/17
categoria: hetero
leituras: 1209
ver notas
Fonte: maior > menor


Olá, sou a Ana. Vivo em Portugal e este é o meu primeiro conto.
Descobri este site nos meus muitos dias de pesquisa para "aliviar" a tensão... hoje estou num desses dias...
Não sei se algum dos leitores se vai identificar, mas nunca vos aconteceu estarem totalmente a arder sem nenhum motivo aparente? Com certeza que já... pois bem, a mim acontece-me diariamente... uma tesão inexplicável.

Hoje, estou no trabalho (tenho uma loja de roupa) e estou completamente cheia de tesão, tudo me dá tesão...
Hoje o dia está calmo para compras então tive a manhã inteira para ler contos... adoro ler os vossos contos, aqueles em que imagino que sou a irmã de alguém que me está a foder a boquinha... a filha de alguém que está a tirar o cabaço ao meu cuzinho apertadinho... que sou eu a ter a minha primeira experiência lésbica... que sou eu a ser obrigada a beber leitinho... hmmmmm

Tudo isto leva a que inconscientemente a minha mão deslize, levante o meu vestido e me toque... primeiro ao de leve sobre o meu fio dental preto com um rendado que deixa transparecer os lábios vaginais...
O leve toque que dou sobre o tecido faz com que automaticamente morda os lábios e imagine alguém aqui comigo...
Não resisto e puxo o fio para o lado e sinto, sinto o quão molhada estou e começo a acariciar o clítoris e sabe tão bem...
(Estou sempre de frente para a porta com medo que entre alguém de forma a que me possa recompor imediatamente)...
Não resisto e tiro o fio dental para que possa estar mais à vontade. Na cadeira, arqueio as costas e abro bem as pernas... com a humidade que sinto, imagino que está alguém a lamber-me, a chupar o meu grelinho... a introduzir levemente um dedo (e assim o faço)... vou gemendo baixo e sempre à espreita.

Chegam clientes (sempre na parte melhor), atendo-os mas sempre com cuidado para não mostrar mais do que devia mas ansiosa para que se vão embora (nestas alturas quem é que se importa com as vendas?)...

Finalmente vão (e outros vêm mas felizmente são vendas rápidas)

Voltamos ao que interessa... acariciar-me...

Continuo a ler os vossos contos e a deliciar-me, a minha imaginação continua a fluir e os meus dedos vão explorando as minhas partes molhadas. Vou apertando ora um seio, ora o outro... Vou acariciando o clítoris mas nunca ao ponto de gozar... quando estou prestes a gozar, paro.

Hora de almoço e vou para casa.

Hoje chego mais cedo e abro às 13:30h em vez das habituais 14h. Como ainda é muito cedo entro e fecho a porta, deito-me no tapete perto do balcão que é impossível de ser visto tanto das montras como da porta e agora sim, levanto o vestido e toco-me, toco-me como desejava que alguém me tocasse. Imagino alguém a mordiscar-me o clítoris enquanto enfia bem fundo um dedo até chegar ao meu ponto G... alguém que me lambe o cuzinho à espera que eu o deixe entrar... alguém que me aperte os seios com força, que enfie a língua dentro da minha boca e me faça implorar que me foda...
Alguém que ponha o pau para fora e me ordene que o abocanhe, que o chupe com vontade, que lamba dos testículos ao anus.
Alguém que me abra as pernas e me foda sem piedade, que me faça gemer bem alto, gritar, pedir, ordenar que me foda com força e que me faça vir...
Alguém que me vire de costas, me deixe o cuzinho vermelho com tantas palmadas e por fim me foda, que deixe o meu buraquinho completamente aberto e no fimque me deixe beber o leitinho que tanto anseio...

São pensamentos, desejos, vontades que me fazem explodir num gozo incrível.
E por agora, continuo as minhas leituras.

P.S.: Não sejam muito críticos, é o meu primeiro conto e ainda é difícil expor todos os desejos aqui.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.