"Os mais excitantes contos eróticos"


comendo amigo do site namoro


autor: mcsouza
publicado em: 10/09/17
categoria: hetero
leituras: 1324
ver notas
Fonte: maior > menor


Tenho um cadastro num site de namoro, e uma mulher me mandou um quebra gelo, respondi e passei meu zap, conversa vai conversa vem, combinamos depois de quase dois meses ,marcamos de nos conhecer pessoalmente, marquei num barzinho com música ao vivo, passei no local combinado peguei ela e fomos pro barzinho, parecia uma boneca de porcelana, uma gracinha, baixinha + ou – 1,40 de altura parecia uma menina de 12 anos, cabelos loiros ate o ombros,magra,com uma Bundinha bem linda, estava de calca Jens uma boneca, pela sua idade 43 anos tomamos uns vinhos com muita conversa, e convidei pra irmos a um local mais sossegado, privado aceitou pedi a conta e fomos para um motel próximo, chegando já abracei ela por traz, beijei ela bem gostoso e fui colocando as mãos em seus seios, sem parar de beija-la, coloquei a outra na buceta por cima da calça, e ficava alisando a bucetinha, desabotoei sua calça e fui enfiando a mão dentro, ela segurou minha mão em sua buceta, gemia baixinho, levantei sua camisa e tirei, nossa apareceu uns peitos deliciosos, parecia uma ninfeta aquela mulher uns peitos médios, meios duros, mais uma delicia fui abaixando sua calca, estava com uma calcinha branca de renda, qe deixava ela um tesão, admirar aquela mulher um corpinho, um tesão de baixinha, bundudinha com uns peitos médios parecia uma menina fiquei admirando aquela beleza, ela disse\\ não fica me olhando assim, esta me deixando com vergonha eu disse\\ estou admirando sua beleza da de dez em muitas novinhas por ai, abracei dei mais uns beijos ela disse \\ só eu que estou pelada e VC com esta roupas vem aqui, sentou na beira da cama e me puxou levantou minha camisa tirando ela ,abriu a minha calca tirou também, deixando só de cueca, ela ficava passando a boca e mãos na pica por cima da cueca dava umas beliscadas, mordidas, apertava com as mãos, abaixou um pouco a cueca e ficava cheirando e passando o nariz nos pelos, desceu a cueca jogou num canto e caiu de boca na pica,chupava gostoso,pegava a cabeça colocava na boca lambia, sugava colocava a língua no durinho da cabeça e ficava sugando e lambendo,descia pro saco pegava as bolas colocava na boca, sugava que chegava a doer de tanta força que fazia ,pra não gozar segurei sua cabeça, tirei sua boca da pica, senão ia acabar gozando e não queria aquilo no momento, mas a danada voltou a chupar peguei sua cabeça segurei pelos cabelos e comecei um vai e vem na boca de veludo e dizia VC que chupar então toma socava na boca dela como se fosse uma buceta ela se engasgava eu socava mas fundo , gosta de chupar, então toma, gozei dentro daquela boquinha de veludo se engasgou queria sair mais segurei sua cabeça até sair toda a porra, que engoliu tudo e continuava a chupar, deixou a pica brilhando sem uma gota, peguei ela coloquei na cama e comecei a chupa-la pela boca , orelha, pescoço, desci pros peitos um de cada vez, fiquei um bom tempo neles ela gemia gostoso,desci pela barriga dava umas mordidas, umbigo chupei ele enfiava a língua, passava a língua em volta dele, desci pra tão desejada bucetinha linda, parecia duma criança de 12 anos, ela tinha rapado, e deixado um risco de pelos, que parecia um bigode começava na direção do umbigo e terminava no grelo uns pelinhos grandes, ela só raspou não aparou, ficou aquele bigodinho bem peludinho uma delícia de se admirar, abri sua buceta e pude ver o grelinho dela bem escondido dentro daqueles lábios, abri mais e dei uma soprada nele, ela deu uma gemida e disse\\ vai chupar que não estou aguentando, chupa enfia esta língua na buceta logo, me faz gozar estou que não aguento com vontade de gozar e sentir esta tua pica, vai logo chupa, não judia de mim, vai logo, meti a língua no grelo que teve um gozo quase que instantâneo, imediato, assim que coloquei a língua na buceta, dei umas duas lambidas, pegando em meus cabelos queria enfia minha cara na buceta, apertava, esfregava a buceta na minha cara me sufocando, gemia gritava, \\ ai que delícia, que gostoso to gozando,vai chupa, chupa, mas não dava porque ela apertava minha cara na buceta, esfregava tanto que não estava conseguindo respirar, achou meu nariz e ficou esfregando o grelo nele ate gozar que chegou a escorrer de tanto que gozou, me puxou pra cima dela levantou as pernas e me puxou pegou na pica colocou na porta da buceta e disse \\ vai tesão enfia esta coisa gostosa na minha buceta, quero sentir tudo dentro, bem no fundo da buceta, me abraçou com as pernas e puxou com forca pra cima dela entrando de uma vez a pica, batendo no fundo do útero, ela deu um grito que fiquei assustado pensei ter machucado, gritou outra vez e parei de socar com força, ela ainda abraçada comigo, com as pernas me puxava com forca toda vez que tirava que tirava a pica, puxava que entrava tudo duma vez, batendo com força no fundo da buceta, \\ vai mais forte, vai tesão soca com forca com vontade nesta buceta, soca quero sentir tudo dentro, vai amor ,que pica gostosa,vai vou gozar, vai tesão, quando estava pra gozar ela grita tira, tira, põe atrás, vai tesão, rápido põe atrás, tira que estou gozando, põe atrás me soltou, tirei da buceta e coloquei no cu, estava melado que escorria da buceta dela, abraçou novamente com as pernas, e disse\\ come o cu, puxou com as penas, entrou duma vez naquele cuzinho gostoso, deu um gemido bem longo ahhhhhhh que delicia esta dor, que tesão, ficava rebolando embaixo de mim gritando \\ come meu cu vai que estou gozando quero gozar com a pica no cu vai soca, soca, que delicia que gostoso ahhhhhhhh vai goza comigo de tanto socar forte e rápido gozei junto com ela, do jeito que estava fiquei, ela abaixou as pernas eu fiquei deitado por cima dela, a pica foi amolecendo e sendo expulsa do cuzinho guloso recuperamos a força, fomos pro banho, ela lavando minha pica que começou a dar sinal de vida, sentado dentro da banheira ela veio e sentou o cu na minha pica e começou a rebolar, ficamos assim ate ela gozar, coloquei-a de quatro e soqei na buceta quando estava pra gozar, ela fala\\ tesão não goza dentro quero que goza na minha bunda, soquei forte, não aguentando tirei e duma vez só enfiei naquela bunda, deu um grito \\ai tesão que delicia, isto assim, mais forte ,rápido, vai, quero ficar com o cu ardendo cheio vai tesão, vai, segurei na bunda dela com tudo dentro e gozei forte, tirei minha pica do cu dela escorria porra do cu, estávamos dentro banheira, trocamos a agua, e ficamos abraçadinhos dentro, depois de quase meia hora levantamos e fomos nos vestir, mas vendo ela de calcinha de renda branco me atiçou e fui pra saideira, abracei-a por traz coloquei a calcinha de lado, tirei a pica pra fora, coloquei no cu dela, que se apoio com as mãos na cama e comi aquele cu ate gozar, tomamos outro banho nos vestimos e fomos embora ao nos despedir ela disse \\que não ia me ver mais, só saia uma única vez com seus amigos, dei um beijo e disse\\ caso mude de ideia vc tem meu zap, estou a sua disposição, rimos juntos nos beijamos e deixei ela no terminal, ate hoje não ligou,vai fazer mais de um ano.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.