"Os mais excitantes contos eróticos"


Levando o amigo de surpresa.


autor: Tatuadorj
publicado em: 12/09/17
categoria: grupal
leituras: 2228
ver notas
Fonte: maior > menor


O conto que vou descrever, aconteceu a um tempinho atrás, mas foi bem excitante.

Me chamo Luciano. Sou branco, olhos mel, cabeça raspada, barba e tatuado. Sempre fui aquele verdadeiro galinha. Vários contatinhos. Pois bem. Bibi, que já era contato antigo, se interessou por um amigo meu. Lucas era magrinho, de cavanhaque, cabelo bem desenhado. Um moleque pinta.

Certa vez eu pagando bibi de jeito, ela me diz que Lucas era gatinho e se ela poderia conversar com ele e tal. Nunca fui ciumento com minhas peças, por isso dei o contato.
Passado algum tempo, Lucas me fala que tem conversado com Bibi várias vezes ao dia e que estavam marcando de se encontrar. 
Com minha mente diabólica, pensei em algo bem produtivo. Certo dia liguei pro Lucas e falei:
- Mano. Está por onde?
- No trabalho, porque?
- Vamos dar um rolê. Mas vai ter que ir na mala. Rs
- Já vi que vem merda. Mas já é. TMJ.

Peguei Lucas no trabalho e partimos...

Liguei pra Bibi e disse:

- Está em casa? Desce aí para a gente dar um rolê.
-Um rolê seria motel?
-Claro. Vem preparada que hoje vai ser punk. Rs
- To saindo.

Depois dela adentrar ao veículo, dou partida a destino. 

Chegando ao motel, pego uma suíte com piscina. Ela estranha, pois, normalmente era só o quarto e cama.

Começamos alguns amassos e tal. Falo para ela:

 

-Vai para o banheiro que tenho uma surpresa para você.

Mando Lucas sair da mala e se jogar na piscina já sem roupa.

Quando Bibi sai do banheiro e se depara comigo pelado do lado de fora e Lucas pelado dentro da piscina, noto um olhar de assustada, mas ao mesmo tempo de tesão agudo. Penso comigo: Ou ela vai sair gritando socorro ou vai cai de boca. Caiu.

 

Achei melhor começar a brincadeira pelos pés para quebrar o clima, Bibi sentada na ponta da cama e cada um beijando um pé, ficamos nessa posição por uns 5 minutos quando levantei fui abraçando ela por trás e comecei a beijar seu pescoço e sua orelha nisso Lucas também levantou e ficou em pé mais próximo roubou um beijo gostoso e eu fui tirando o vestido dela, quando vi Bibi estava nua apenas de sandália, ela  ficou de 4, eu fiquei chupando sua buceta enquanto ela fazia um sexo oral, lambuzando todo o pau do Lucas, até minha língua tremia, mas estava gostando do que estava vendo, Ela de quatro babando em outro pau. Colocamos ela deitada de pernas abertas e braços para cima. Lucas morde o pescoço, em quanto eu dou um beijo de arrepiar. Vou descendo e acho seus seios. Vou mordendo, apertando, chupando, lambendo e acariciando cada cm daquele peito maravilhoso, em quanto isso Lucas acariciava seu clitóris de leve com seus dedos já molhados. Bibi se treme toda e pede mais. Lucas numa maestria, cai de boca naquela buceta melada, eu por minha vez levo meu pau ao encontra daquela boca. Ela me chupa com um tesão descomunal. Ela não sabia se chupava ou se gemia com cada lambida de Lucas eu seu grelo. Trocamos de posição, mas nesse meio tempo, caímos um em cada peito, Lucas coloca dois dedinhos dentro de sua buceta, em quanto eu molho meus dedos e toco gostoso em seu clitóris. Bibi goza pela primeira vez.  Coloco ela sentada ao pé da cama e pergunto se ela consegue mamar os dois sem deixar ninguém na mão. Ela me responde com um olhar de: Vou demorar vocês. Devorou. Ela revezava cada gota de sua baba em nossos paus.  

Sento na beirada da cama e coloco ela para sentar. Uma sentada gostosa e quente. Ela sentava e ao mesmo tempo chupada Lucas. Cada rebolada era uma lambida. Cada lambida uma quicada. Troco de luar com Lucas e ponho ela para me tocar em quanto aperto cada parte de seu corpo.

 

Decido deixar os dois e cair na piscina. A parede era de vidro. Me vejo assistindo um filme pornô digno de óscar. Ensinei bem ao Lucas como se faz. Rs

Passado um tempo, ambos vêm ao meu encontro. Papo vai papo vem e ela diz:
- Ele conseguiu o que você nunca conseguiu.

- O que?

- Comer meu cu.

-Ah não. Vamos para a cama.

 

De volta a cama. Coloco ela de 4 e mando empinar bastante. Olho aquele cu me olhando e pedindo pau. Mas faço diferente. Vou fudendo aquela bucetinha com vontade. Ela chama Lucas porque quer chupar. Vou metendo nela ouvindo cada sussurro preso, entalado com aquele outro pau na boca. Peço para deitar e mando ela ficar por cima. Ela quicando no me pau com um rebolado envolvente ao ponto de quase me fazer gozar. Nesse momento Lucas começa a brincar com seu cu. Ela diz que DP não consegue. Conseguiu. Lucas vai colocando a cabeça de seu pau bem devagar no seu cu em quanto eu vou metendo levemente em sua buceta já melada ao extremo. Uma DP de respeito. Lucas socando aquele cu e eu sentindo ela quicar com aquela buceta no meu pau. Bibi goza pela segunda vez.

Resolvemos terminar nosso primeiro tempo na banheira....

 

Continua.............



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.