"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Comida por três no hotel


autor: meiga
publicado em: 27/09/17
categoria: hetero
leituras: 3864
ver notas
Fonte: maior > menor


Como relatei no conto anterior, aprontei muito no meu período de faculdade, desde o primeiro semestre. Uma de minhas aventuras ocorreu no primeiro evento que minha turma participou, lá em Santa Catarina, onde tem um monte de loirinho lindo. Nos hospedamos num hotel, três meninas no quarto. Havia nesse hotel alunos de outras faculdades hospedados.

Chegamos na cidade de madrugada; dormimos durante a noite e por volta das nove horas da manhã, fomos passear pela cidade: eu e minhas colegas de quarto. Eu, como sempre a mais saidinha, fui com uma roupa bem curta e percebi que os rapazes me comiam com os olhos. Almoçamos no shopping e voltamos à tarde. Tomamos banho de piscina e lá conheci um cara de uma faculdade do Paraná. Lindo. Loiro, olhos claros, barba bem-feita, corpo atlético. Acabamos ficando ali mesmo na piscina e paramos quando o clima começou a pegar fogo entre nós, afinal aquela pegada de alemão dele me deixou louca. Trocamos contato e pouco depois fomos pra nosso quarto.

À noite, eu e minhas colegas fomos dar outra voltinha pela cidade. Quando estávamos em um quiosque, recebi mensagem do Fernando e começamos a conversar por rede social; ele falou que queria me ver quando eu voltasse, mas sabia que não podia ir pra meu quarto porque lá só estavam meninas e no dele só tinham meninos. Entendi nas entrelinhas que ele queria que eu fosse pra seu quarto e falei pra ele me encontrar no entorno da piscina quando eu chegasse. Chegando no hotel, lá estava ele me esperando. Ficamos ali outra vez. Ele me pegou com vontade, me encostou na parede e encostou aquele pau duro na minha barriga. Enfiei minha mão na sua calça e agarrei aquele cacete duro. Minha bucetinha já piscava pedindo ele em mim e já sentia minha calcinha meladinha. Perguntei se não podíamos ir para seu quarto e ele me lembrou que estava com dois amigos. Brincou sugerindo uma suruba e eu, também brincando (mas com um fundinho de verdade), respondi que só se seus amigos fossem gostosos como ele. Fernando entendeu, ficou sério e me mostrou foto dos outros dois, que eram dois outros pedaços de mau caminho. Dei um sorrisinho sapeca e ele, inteligente, logo sacou e me chamou pra subir.

Fomos para seu quarto e seus colegas ainda estavam acordados, só de cueca. Me deu uma vontade de agarrá-los quando os vi daquele jeito. Um deles, o Gabriel, quando me viu, foi logo enfiando a mão na cueca. Começamos conversando, falando putaria e Fernando falou que ia rolar uma suruba ali. Eu apenas sorri, olhando para Gabriel, que tinha uma pica enorme e Henrique. Aliás, os três eram bem-dotados. Gabriel se levantou, colocou a mão no meu rosto e disse que minha boquinha era muito linda, de boqueteira. Nada respondi. Apenas tirei aquela vara enorme pra fora e comecei a masturbá-lo e chupar. Eu estava de vestido solto e fio dental. Henrique puxou minha perna de lado, começou mordendo a parte interna de minhas coxas, tirou minha calcinha e caiu de boca na minha xaninha, que já estava meladinha. Como ele chupava gostoso... Fernando também se aproximou e passei a masturbar a ele, fazer boquete em Gabriel, enquanto Henrique me chupava.

Logo gozei na boca de Henrique, que se levantou pra meter na minha xoxota. Encostamos uma cama na outra pra ter mais espaço. Henrique se deitou de barriga pra cima, eu deitei em cima, encaixando minha pepeca naquele cacete grande e grosso; Fernando me lubrificou e começou a meter no meu cuzinho e Gabriel se ajoelhou a meu lado pra eu continuar mamando. Assim, dei para os três ao mesmo tempo. Gabriel gozou na minha boca, Fernando no meu rabinho, Henrique dentro da minha xaninha (sempre tomei anticoncepcional) e eu em seu pau.

Para resumir e não ser muito repetitiva, foi assim a noite toda. Eles passaram todo o tempo revezando onde colocavam aquelas picas grandes rosadinhas. Gozei muito a noite toda, e eles também: nas minhas mãos, cabelo, rosto, peitos, barriga, bunda, enfim tomei um banho de porra, fora quando gozaram dentro de mim e na minha boca.

Passei o outro dia morta de cansada por ter dado muito durante a noite, mas foi muito gostoso. Ficamos lá mais três dias e nas outras duas noites fui pra lá de novo, sendo que na última, minhas colegas de quarto foram comigo e trocamos de par durante toda a madrugada: os três comeram as três rsrs.

Depois disso, viajamos de volta pra casa e nos falamos até hoje, inclusive fazendo sexo virtual às vezes.





ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.