"Os mais excitantes contos eróticos"

 

CAPÔ DE FUSCA


autor: Flordelotus
publicado em: 06/10/17
categoria: hetero
leituras: 1211
ver notas
Fonte: maior > menor


Toda vez que eu passava em frente a casa dele, percebia que ele ficava falando baixinho:
- é grande. Muito grande. Nunca vi tão grande...
Aquilo se repetia sempre. Eu já estava me sentindo constrangida. Foi aí que resolvi ousar:
- Boa tarde, Sargento Heleno! É impressão minha ou o Senhor fica sussurrando algo sempre que eu passo na sua frente?
Ele disse:
- Me desculpe. Eu gostaria de esclarecer isso mas, não aqui na rua. Vamos entrar um pouco e podemos conversar.
Entramos. Ele me mandou sentar no sofá, me ofereceu uma limonada geladinha, já que a tarde estava muito quente. Sentou-se no outro sofá de frente pra mim e foi direto ao assunto:
- Faz tempo que venho lhe observando quando passa aqui na frente e percebi que você tem um "triângulo " muito alto. Não quero acreditar que seja de verdade. Acho muito grande. Por acaso, você usa enchimento?
Aquela revelação me chocou. Passou pela cabeça mil respostas. Mas, olhando direitinho pra ele, senti crescer em mim um tesão irracional. Ele não era exatamente bonito mas, tinha um porte muito másculo e sensual. Seu corpo muito bem definido (acho que devido aos exercícios do quartel). olhos claros profundos, uma boca enorme, lábios grossos gostosos, dentes brancos muito bem alinhados.
Simplesmente pirei . Levantei-me do sofá, me aproximei dele, já abrindo o zíper do meu short jeans e fui descendo junto com a calcinha.
- Pode conferir o senhor mesmo. O que acha disso aqui? Te parece enchimento?
Fui falando isso e chegando mais perto dele, deixando minha bucetona a um palmo do rosto dele, que permaneceu sentado, os lábios separados ligeiramente, boca totalmente seca e os olhos muito abertos, devido o susto.
Ficamos assim alguns segundos até que ele levantou os braços, segurou firmemente na minha bunda e me puxou de vez, enterrando seu nariz dentro da minha buceta. Inspirou fundo demoradamente e falou:
- Meu Deus! Nunca vi uma buceta tão grande e tão cheirosa. Quero morrer assim...
Então, dei um passo para atrás e o puxei pra cima, fazendo-o levantar-se para comprovar que o volume na frente dele era de acordo com seu porte.
Minha mão safada foi direto naquele pacote, puxando sua bermuda pra baixo, agarrando seu pau que tinha um bom tamanho e grossura. Caí de joelhos na sua frente, engolindo aquela tora inteirinha com minha boca gulosa. Enquanto eu o chupava, percebia que ele gemia cada vez mais alto. Suas mãos grandes prendiam minha cabeça de cada lado e ele me forçava a socar o pau cada vez mais fundo. Tentei engolir o máximo possível daquele pau . Ele foi aos poucos tirando a bermuda, ficando totalmente nu. Eu agora estava apenas de sutiã. Ele me puxou pra cima, beijou minha boca, foi descendo pelo pescoço, chegando nos meus seios, afastando a renda do sutiã e puxando os mamilos com os dentes. Eu estava cheia de vontade de sentir seu pau dentro de mim mas, ele foi me posicionando de quatro no sofá, meteu sua língua gostosa na minha buceta por trás, depois, dava palmadinhas nela, falava que nunca tinha visto uma tão grande daquele jeito. Passou a socar sua lingua no meu cuzinho depilado. Lambeu, mordeu, cheirou, meteu a língua, os dedos. Fez uma lambança só com meu "parquinho de diversão ". Ele me perguntou se eu aceitaria fazer uma DP. Estranhei aquela pergunta pois, não fazia idéia de como ele faria aquilo. Foi aí que ele me surpreendeu. Foi no quarto ao lado e voltou com uma cinta peniana presa à cintura com um pau bem maior que o dele e muito grosso. Ele passou um pouco de lubrificante nos dois paus, colocou o dele na entrada da minha buceta e o de borracha no meu cuzinho. Foi empurrando bem devagar. Eu sentia muita dor e pedia pra ele parar. Ele me mandou virar e ficar na posição de frango assado. Então meteu o pau dele no meu cuzinho e o de borracha na minha buceta . Eu estava quase chorando . Me sentia rasgada por dentro . Ele dizia:
- não está gostando, puta? Um buceta tão grande merece ser bem recheada. Toma caralho duro em todos os teus buracos. Rebola bem gostoso, como uma vadia,vai...
Quando mais ele me xingava, mais louca eu ficava. Meu tesão crescente me fazia ficar cada vez mais molhada. Ele estava me fodendo bem rápido e com força, não me deixando pensar em mais nada. Avisei pra ele que meu gozo estava vindo. Ele aumentou ainda mais o ritmo daquela felação . Sentia minha buceta ardendo um pouquinho por causa da grossura do pau que me comia. Meu cuzinho piscava mordendo o caralho que o invadia. Ele abriu minha buceta com os dedos e foi esfregando meu clitóris, me fazendo incendiar de desejo. Eu estava toda arregaçada. Ele estava demorando muito pra gozar. De repente ele fez um pequeno movimento com o pau que estava na minha buceta, juntando ele ao seu, metendo de uma vez só no meu cu juntos, os dois caralhos, me rasgando. Fiquei congelada de dor. Meus olhos se encheram de lágrimas. Ainda bem que ele apenas meteu tudo até o fim e parou lá dentro. Sua expressão se transformou. Seu rosto ficou transtornado . Sua boca se abriu num urro animalesco. Senti seu pau pulsando, crescendo, engrossando ainda mais, liberando seu gozo abundante dentro do meu cuzinho agora estuprado. Foi muita porra que ele soltou. Estava saindo de dentro mim, escorrendo pela minha bunda, e ele continuava gozando. Ele permanecia com aqueles dois cacetes enormes me penetrando profundamente. Apesar da dor que eu sentia, era muito prazeroso ver aquele macho se realizando dentro do meu cu. Queria gozar outra vez. Pedi pra ele beliscar meu clitóris. Feito isso, meu corpo se contorceu num orgasmo delicioso. Ele aproveitou e meteu mais dois dedos na minha bucetinha inchada e com o polegar apertou meu grelo. Gozei como uma louca . Gritava e xingava aquele homem de coisas que eu nem sabia o que era. Estava fora de mim. Foi uma experiência única. Nem nas minhas mais loucas fantasias, pensei viver algo parecido. Saí dali completamente acabada mas, feliz. Pena que nunca mais tive coragem pra repetir essa façanha...
Espero que tenham gostado. Façam seus comentários e dêem uma notinha, por favor. Bjssssssss...



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.