"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Meu primeiro Menage


autor: taxistamacae
publicado em: 09/10/17
categoria: casual
leituras: 1758
ver notas
Fonte: maior > menor


Estava em casa num dia de domingo ensolarado, quando meu telefone toca, uma amiga, (que aqui chamarei de Vanessa) me chamando pra ir a praia, estava ela e uma outra amiga (que aqui chamarei de Luana) eu disse que tinha que fazer umas coisas em casa, que mais tarde iria ao encontro dela, porem o dia passou e eu acabei ficando em casa, numa preguiça de ir a praia. final da tarde, Vanessa me liga de novo me cobrando não ter ido, dei uma desculpa dizendo que tinha me enrolado arrumando a casa e não vi o tempo passar. Então ela me perguntou se elas podiam vir pra minha casa beber algo e passar o inicio da noite antes de sair pra balada, eu prontamente aceitei, então ela me disse que em aproximadamente uma hora chegaria à minha casa.



Então fui ao mercado, providenciar algumas bebidas e um aperitivo para nos, escolhi um abacaxi, uma bela garrafa de vodka, um fardo de latas de cerveja entre outras coisas, que julguei necessário para a reunião que se aproximava.


Por volta de 18:30, ambas chegaram a minha casa de saída de praia, Vanessa com um vestido branco semitransparente mostrando a pele branca, levemente tingido de um vermelho pos sol,biquíni vermelho estampado, ela tem coxas grossas, um cabelo preto e liso como uma índia, porem a pele alva como uma seda. Já Luana é bem morena daquela cor mesmo de pecado cabelo preto e sedoso, um olhar sacana, embora estivesse tímida com a situação, e um sorriso maravilho.


Elas entraram em foram pra cozinha, preparar uma caip-vodka e umas pastas, para saborearmos durante a noite, enquanto isso, eu fui tomar um banho, deixei a porta aberta, somente para ver qual seria a reação delas.


Vanessa já acostumada com o ambiente, foi dar uma espiada enquanto eu tomava meu banho, fingi que não vi e continuei a me banhar, enquanto ela olhava com certo interesse. Sai do banho de toalha, e fui para o quarto me trocar.


Lembrando que a minha água iria acabar, avisei que ia sair pra comprar água, e Vanessa me pediu pra tomar banho, foi ao meu quarto e perguntou: - o que você achou da Luana? Eu respondi que ela era muito interessante. Vanessa me deu um sorriso sacana e disse: -A noite promete.logo depois saiu do quarto.


Quando voltei da rua, tomei o cuidado pra não fazer o menor barulho, tentando surpreendê-las durante o banho, porem pra minha desilusão, elas estavam conversando animadamente e até inocentemente.


Depois do banho, elas foram pro meu quarto se arrumarem, e Vanessa me pediu um creme hidratante, por que tinha esquecido o dela em casa. Fui pegar o creme pra ela, então vi Luana somente de toalha, que visão maravilhosa, aquela pele morena e bronzeada, uma bunda enorme e redonda, já fiquei de pau duro na hora, porém mantive as aparências e entreguei o creme e sai do quarto, deitei no sofá com aquela imagem na cabeça.


Começamos a beber, conversar, contar piadinhas, aquela convenção social e as imagens de ambas tomando banho, e depois elas de toalha não saiam da minha cabeça, estavam marcadas na minha retina.


Vanessa então pediu para que eu levantasse, pois queria me ver, então levantei e ela veio na minha direção, me deu um beijo daqueles ardentes que me deixou na hora com meu pau latejando ao extremo, então ela tirou a camiseta que estava e começou a me beijar o pescoço, peito barriga, meu tesão incrivelmente aumentava, deu um olhar sacana pra Luana que a essa hora morrendo de vergonha já estava de cabeça baixa, ela apenas sorriu sem graça.


Vanessa Me puxou pela mão para o quarto, e jogou a minha camisa em cima de Luana. Já no quarto Vanessa arrancou minha bermuda e cueca de uma vez e caiu de boca no meu pau com incrível violência e carinho ao mesmo tempo, ela que é grande conhecedora das artes orais chupava, lambia, brincava com extrema maestria, então ela sem parar de brincar com seu brinquedo favorito, me perguntou se eu queria que ela chamasse Luana, para participar da festa, eu claro concordei entusiasmadíssimo.


-Luana???


- O que foi?


- Da um pulinho aqui, por favor.


- Pra que?


- Vem aqui, por favor.


Então Luana Chegou e Vanessa continuava chupando meu pau que já estava pra lá de molhado.


Então eu estiquei minha mão em sua direção e disse, vem também participar conosco.


Ela ainda meu sem graça, mas demonstrando um imenso tesão, me deu a mão, enquanto eu a conduzia em minha direção, dei-lhe um beijo, que delicia de beijo não sei como não gozei naquele minuto, Vanessa reparando que meu tesão era extremo, parou um pouco e começou a acariciar-me lentamente. Tirei lentamente a roupa de Luana e comecei a beijar-lhe o pescoço, colo, seios, que são magníficos fui descendo até chegar naquela buceta linda, toda raspadinha, não pensei 2 vezes e cai de boca com muito tesão. Enquanto eu chupava aquela buceta deliciosa, Vanessa chupava seus seios beija a boca dela e olhando aquela cena, fiquei mais tarado ainda.


Então Vanessa me puxou e disse agora para quero ver ela te chupando. Luana não pensou duas vezes e caiu de boca, enquanto Vanessa colocou a buceta dela na minha cara, eu estava quase em transe, realizando um sonho, que todo homem tem enquanto nos chupávamos delirantemente, minha mente estava em outro plano, como se tivesse tomado algum alucinógeno, que era puro e simples tesão.


Vanessa começou a chupar Luana, enquanto Luana chupava meu pau loucamente e eu me contorcia de prazer. Voltei a chupar Vanessa até ela não conseguir mais segurar e gozou na minha cara, apertando suas pernas na minha cabeça e já gritando de prazer. Comecei um 69 com Luana e aumentando o ritmo até que ela também gozasse na minha boca que a essa hora já estava começando a ficar dormente. Ainda mudamos de posição varias vezes nos revezando, então Vanessa assumiu a posição de quatro e mandou eu meter, quase delirei e coloquei meu mastro já entorpecido de prazer e coloquei na bucetinha dela que já estava molhada e ardente, Vanessa gemia de prazer e ainda assim chupava a buceta de Luana com maestria. Vanessa mandou Luana ficar na mesma posição, vendo aquelas duas bundas pro ar e me esperando, fiquei louco enfiei tudo na Luana, ela deu um gemido de prazer misturado com dor, mas começou a rebolar na minha vara eu já estava que não podia me agüentar de tesão e vontade de jorrar meu leite, ela sentiu a situação e começou a rebolar freneticamente e eu já sentindo que ano ia agüentar, tirei a camisinha e gozei na boca de Vanessa que engoliu toda a minha porra e ainda lambeu os lábios.


Voltamos para a sala, pra nos refazermos e conversar um pouco, abri mais uma cerveja e voltamos aos assuntos triviais e sociais, mas minha mente ainda estava lá no quarto, lembrando de todas as cenas que ficaram gravadas em minha retina. Já não agüentando mais puxei Luana e levei-a para o quarto para iniciarmos outra sessão de putaria gostosa. Já comecei enterrando tudo e Luana estava encharcada começamos aquele ritmo de vai e vem entra e sai maravilhoso e Vanessa a essa altura já estava com agente começou a se masturbar e olhando-nos atentamente. Luana já tinha gozado umas 3 vezes enquanto transávamos com vigor, foi quando Vanessa ficou de 4 novamente e implorou para eu comer o cuzinho dela. Não me fiz de rogado, ajeitamos a posição e enterrei no cuzinho dela ela gritava de tesão me chamando de cachorro safado e pedindo pra comer ela com força, não demorou muito e ela já tinha gozado de novo.


Diminuímos um pouco o ritmo e elas me deitaram na cama, eu já estava exausto, mas meu pau queria mais, elas se posicionaram cada uma em uma perna e começaram a chupar as duas ao mesmo tempo novamente entrei meio que em transe, elas conversando se beijando chupando acariciando meu pau essa cena durou uns 15 minutos aproximadamente. Vanessa desceu na cama e começou a chupar Luana que se encarregou da tarefa de me chupar, com uma boca deliciosa, ainda agora me arrepio só de lembrar. Luana então sentou no meu cassete e começou a cavalgar deliciosamente, com um ritmo maravilhoso, não resisti e gozei de novo com a mesma intensidade da primeira vez.


Fomos tomar um banho nos três ficamos lá conversando brincando, Vanessa saiu de primeiro Luana e eu nos olhamos logo ela se virou de costa, me convidando a nova penetração e tudo de novo, a água quente caindo em meu rosto e ela gemendo de tesão.


Voltamos para o quarto exaustos, porem não satisfeitos, deitamos os três Vanessa eu e Luana, que já estava de costa me ofereceu uma visão e tanto e com o tesão voltando a cena, a quis de novo, porem Vanessa que já estava com ciúmes, começou a chamarmos pra dormir, então nos conformamos e deitamos pra dormir.


As quatro da manha acordamos de novo e chamei um táxi para levá-las pra casa.


Deitei em minha cama agora sozinho, comecei a relembrar tudo o que tinha acontecido até adormecer lentamente com a imagem das duas me chupando...




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.