"Os mais excitantes contos eróticos"

 

CARENTE E TARADA


autor: Flordelotus
publicado em: 10/10/17
categoria: jovens
leituras: 1380
ver notas
Fonte: maior > menor


Na época da escola,eu tinha um colega de sala chamado Moisés, que não desgrudava de mim. Ele se dizia apaixonado mas, eu não dava bola porque estava noiva de um outro cara. Sempre que tinha trabalho em equipe, o Moisés logo se pendurava em mim pra fazermos juntos. Um dia, eu havia brigado com meu noivo e tínhamos um trabalho pra apresentar dali a quatro dias mas, eu estava sem cabeça pra pensar nos estudos e, mesmo assim, tive que ir até a casa dele, pra darmos início ao nosso trabalho.
A mãe dele me recebeu alegremente, me mandando ir direto ao quarto dele onde eu estava sendo aguardada. Ao me ver, seu rosto se iluminou. Veio todo eufórico me cumprimentar com um abraço e dois beijinhos e me convidou a sentar no tapete, onde costumávamos estudar. Eu fui logo deitando e , de olhos fechados, falei pra ele que tinha vindo a toa pois, não tinha a menor condição de pensar nos estudos. E comecei a chorar. Ele logo veio me consolar, falando palavras gentis, fazendo carinho em mim. Ao sentir sua proximidade, seu calor e seu cheiro, foram me fazendo sentir algo que eu nunca tinha sentido ao seu lado. Moisés é um homem bem alto, forte, musculoso, branco, cabelos pretos, e um jeitinho de homem delicado, carinhoso. Olhei pra sua boca e foi me dando uma vontade de experimentar seu gosto. E foi o que eu fiz. Aproximei meus lábios dos dele e comecei a beijá-lo de forma calma, lenta, tranqüila. Passado o choque inicial, Moisés tomou as rédeas da situação. Foi intensificando o beijo, botando pressão, me deixando zonza. Sua língua vasculhava minha boca, abrindo-a, puxando os lábios, lambendo meus dentes, sugando minha língua, me tirando o ar. Sem querer, soltei um gemido, que fez com que ele pensasse que eu estava gostando. E estava. Embora não devesse. Eu era apaixonada por meu noivo e nunca passou pela minha mente traí-lo mas, aquele beijo , o cheiro daquele homem, sua ereção de encontro a minha coxa, tudo aquilo me fazia duvidar disso. Resolvi aproveitar o momento e limpei da minha cabeça tudo que estava fora daquele quarto. Minhas mãos voaram pra cima dele, apertando, amassando, arranhando todo seu corpo. Continuamos nos beijando e fomos aos poucos tirando nossas roupas, ficando apenas de cuecas, calcinha e sutiã. Ele se levantou, me puxou pela mão, me fez dar uma voltinha pra examinar meu corpo com uma cara de bobo que eu nunca tinha visto nele. Me apertou pela cintura, me levantando do chão, tornando a me beijar, e foi me pressionando contra a parede. Puxou o bojo do meu sutiã, tirou os biquinhos dos meus peitos pra fora e ficou torcendo os dois ao mesmo tempo, gemendo e me olhando profundamente nos olhos...
Céus!!!!! O que era aquilo????? Eu já estava pra lá de excitada e ainda tinha que suportar toda aquela sedução. Ele meteu sua boca nos meus peitos, mamando um e apertando o outro. Eu gemendo, esfregava minha pélvis no seu pau duro, provocando ainda mais seu tesão. Ele foi baixando sua boca pela minha barriga, mordiscando, lambendo, metendo a língua no meu umbigo, até chegar na minha buceta. Nem vi quando ele tirou minha calcinha, só sei que ela já não estava mais ali ente nós. Ele levantou uma perna, colocou sobre seu ombro, abriu meus lábios vaginais e foi chupando. Sua boca me devorava por dentro. Sua língua batia contra meu grelinho . Suas mãos apertavam minha bunda, enquanto seu dedo médio circulava em volta do meu cuzinho. Eu estava toda mole. Minha buceta babava a cara de Moisés toda. Ele tentava me secar com uma gula impressionante. Quando a ponta do seu dedo médio entrou no meu cu, ele prendeu meu grelo com os dentes e com a mão livre deu palmadas fortes na minha bunda. Gozei na mesma hora espirrando jatos do meu líquido na sua boca que tomou tudinho. Quando meu frenesi estava passando, ele tirou a boca, levantou-se e meteu seu pau com força de uma vez só. Eu estava toda melada ainda. Sua pica deslizou fácil pra dentro de mim. Ele empurrou seu dedo todinho dentro do meu cu. Foi metendo com força seu cacete duro dentro de mim, bombando com força e pausadamente. Eu estava toda arregaçada. Ele levantou minha outra perna, me fazendo enlaçar seu quadril e foi andando até sua cama, onde sentou, me fazendo ficar por cima dele, em ponto de cavalga-lo. E lá fui eu no cavalinho... a sensação daquela pica tão dura entrando tão fundo em mim, estava me levando a ter outro orgasmo. Ao perceber isso, Moisés me levantou um pouco mais, tirou o pau da minha buceta e colocou certeiramente no meu cuzinho. Continuei cavalgando com força como se não tivesse sentido que ele tinha trocado de buraco. Como eu estava muito suada , ele foi me deitando e rolando na cama, até ficar por cima de mim. Meteu um pouco mais assim porém, ele sentiu que eu estava esfriando. Era desanimador ver que eu estava quase tendo o terceiro orgasmo e ele não tinha tido nem um ainda. Lembrei que a maioria dos homens acham que "de quatro" é a melhor posição pra transar. Então, dei um empurrãozinho nele, tirando seu pau do meu cuzinho depilado e fiquei de quatro naquela posição de profissional: de joelhos, com a bunda bem levantada, a cabeça pousada na cama, olhando pra trás, as duas mãos abrindo minha bunda, o convidando a me comer novamente. Ele veio com tudo. Meteu seu caralho duro no meu cu, segurou nas minhas mãos e foi metendo com força e rapidez. Depois de poucas bombadas, meu gozo veio mais uma vez. Eu avisei pra ele. Ele também disse que estava vindo o dele. Fomos juntinhos a órbita naquela viagem fantástica. Nem parecia que era a terceira vez que eu estava gozando. Foi mais forte e mais demorado que o primeiro. Ele prendia minha bunda com as mãos, e soltava espasmos de gozo no fundo do meu cuzinho esfolado. Caímos na cama acabados com aquela trepada deliciosa. Ficamos assim alguns minutos até ouvirmos a voz da mãe dele na porta avisando que iria dar uma saidinha, que era pra gente ter juízo. Caímos na risada e fomos juntinhos tomar banho onde rolou mais sacanagem.
Espero que gozem , ops! Que gostem, comentem e dêem nota. Bjs!!!!!



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.