"Os mais excitantes contos eróticos"

 

As 3 Novinhas


autor: nhocasoba
publicado em: 11/10/17
categoria: grupal
leituras: 1276
ver notas
Fonte: maior > menor


"Gozamos naquelas xotas deliciosas"
Pierre Jhour era um garoto de 17 anos,em plena descoberta sobre o mundo do sexo,e possuía um grande incômodo tirar a sua virgindade.
Era zombado pelos seus colegas de 3 ano,e não sabia como que poderia resolver isso,ir pra um puteiro?pensou....Talvez não seria o caso,afinal,um cara de classe alta poderia pegar qualquer menina do colégio com maior facilidade e como consequencia poderia calar qualquer garota estúpida e garoto ignorante que aparecesse.
Pensou,pensou,pensou....E chegou a seguinte conclusão:Chama-se 2 amigos de confiança dele e fazer uma putaria na casa dele(mesmo porque os pais lhe estavam apoiando para que retirasse sua virgindade de qualquer forma)e por conseguinte também chamasse 3 amigas para que pudesse meter a vontade sem medo de se arrepender.
Preparou todo o esquema e chamou-as Flávia Muhfradsd,Gorete Trofdsf,Franciele Vfdgrte e os amigos Hugor Tzsdrescarid, Márcio Longneck,.
Flávia Muhfradsd era uma menina doce,delicada,louca por sexo,possuía 19 anos,já rodada,experiente quanto a questão era abrir as pernas e amava estudar ;gostava de uma boa música eletrônica e não se responsabilizava com o amanhã,apenas o hoje e mais nada.
Teimosa feito uma anta,não gostava de receber não na cara,e,gostava de uma boa briga com as pessoas que não a toleravam.Tinha 2 pircengs na buceta e achava que aquilo era um charme para ser considerada "a gostosa".
Gorete Muhfradsd a mais velha da suruba,tinha 39 anos,louca por sexo também,intempestiva,gostava de uma bela ioga,achava que tudo era questão de tempo,formosa na questão na categoria de intelecto,de superação,e a mais ingrata de todos que iriam rodear na suruba,achando que tudo deveria ser no centro dela,porém,amiga de quem a subornasse do tipo Lalau.
Seu maior defeito era egocentrismo e irresponsabilidade excêntrica(não sabemos como Pierre lhe chamou,ou,se era falta de mulher em sua cidade).
Franciele Vfdghrte era a mais feia de todas,tinha apenas 19 anos,parecia uma bruxa mas como todas as outras louca por sexo,parecia uma bruxa,só dava pra qualquer um pelo corpo escultural dela,formoso,seios com quase 5 litros,era conhecida como a puta formosa Del Frojon(Escola onde ela estudava),pagava-se 250 reais a cada transa,50 reais o cuzinho ,150 a buceta,e,50 uma mamada (só mesmo com um travesseiro na cara para transar com ela),e era a unica que cobrou,pois,só aceitou nessas condições.
Meus amigos já experientes não fizeram nenhum comentário contra mim,pelo contrário,estavam me apoiando por demais,ainda mais sendo uma suruba completa que Pierre teria direito,o importante era não broxar,mesmo porque tinha o viagra se caso broxasse,embora o receio e o medo lhe estava incomodando, não sabia o que falar,apenas transar por transar,sabia apenas isso.
Os 6 então tiraram a roupa rapidamente e começaram a suruba no chão mesmo(mesmo porque não dava pra ser na cama,ambos tinham que compartilhar a sua mulher),Franciele com aquela buceta toda ferida já de tanto dar para os bordéis de luxo em que ia(certas noites chegava a transar com 5),deu um pouco de nojo perante a reação de Hugor,mas,foi mesmo não querendo para que seu status não fosse manchado entre o grupo de "amarelão"....Aos poucos Hugor começava a se soltar,pois,ela gemia,gemia,gemia como se estivesse louca,mas,não era...Era um jeito de safada de lidar pelas quais nunca ele tinha enfrentado em suas transas,o mais foda de tudo era que tinha que beijar aquela boca fedida e passada por um batom de quinta categoria.Terminado o serviço Hugor começava a comer Flávia,a mais linda de todas,tinha um cu profundo,mas rosadinho e bem limpinho para que pudesse adentrar de forma rápida e segura,sentindo um pau pulsante e generoso sem rasgá-la,pois,teria que dar pra mais 2 homens naquele recinto,mamou gostoso nos teus seios respirando profundamente,quase ficando sem ar de tanto gozo que sentira,fazendo depois uma massagem agradável naqueles biquinhos safados mordendo-o devagarosamente lhe excitando ainda mais,ao ver aquela buceta com 2 piercings no clitóris dela,Hugor por medo e insegurança passou de liso,com medo de seu pau ser machucado e ferido.Por último comeu a Gorete,na qual foi a comida mais demorada e mal digerida para o pobre homem,reclamava feito uma vaca,comia devagar como se fosse um trator com defeito,apesar de ser a mais experiente do grupo,viu aquele cuzinho rachado e resolveu não tentar,por medo do autoritarismo broxasse ele,até que "a sargenta lhe ordenou":
-Enfia esse pau agora,nesse cu ou senão falo pra quem eu conheço que esse troço que carrega não aguenta caminhão como eu,de tão gostosa e provocante que eu sou!
-Até parece...Duvidando da fubica velha
-Duvida? Falou ela com a boca toda babada de porra sugada de Hugor.
Hugor resolveu não tentar,mesmo morto de ter que comer 3,parecia que essa suruba não iria dar nada certo.Comecei a comer a patética fubica véia,estava suando frio com medo do que ela me aprontasse:
-Não preocupa não,franguinho vou te acabar com gosto!
A véia começou a alisar meu instrumento,para que eu ficasse mais sossegado e mais relaxado naquela primeira transa da vida,aos poucos começou a apertar meu pau e eu só pude gritar:
-Aiiii porra isso dói!
-Aguenta coração ,sentir esse tipo dor é válido você vai gostar!
Logo depois,começou a penetração,era um tipo esquisito mais gostoso ao mesmo tempo,mas estava tudo válido,a véia era uma flecha,chegando ao orgasmo repetidas vezes comigo,enquanto mal mal estava conseguindo a primeira direito,mas,por experiencia,resolveu me esperar,para que eu pudesse chegar no ápice do prazer junto com ela;diante disso,senti uma confiança danada,e aos poucos mudamos de lado partindo para o ataque ao cuzinho,estava maravilhoso ela rebolando,rebolando,rebolando(mesmo com uma bunda tão feia de celulite que tinha)assim pude gozar pela segunda vez com ela,assim por último pude navegar naqueles melões deliciosos que maravilha!Que véia,mas,continua dando o coro como se fosse uma menina de 17,18 anos pensei(mesmo nunca tendo feito o ato sexual).
Peguei depois a Flávia,começando por aquela buceta imensa que ela tinha(embora parecia uma mata atlantica)fui adentrando cada hora mais,para que ela sentisse a vontade assim(graças a véia),gozando desesperadamente como se fosse a primeira transa daquela pintura de moça,olhos azuis,bumbum que delícia nua era um espetáculo,gozando na boca dela impossível não esquecer!Pegou toda a minha porra e engoliu pedindo mais!
-Me dê mais leitinho,me dê mais!
Fui novamente dando mais leitinho,ela pulava,delirava,gozava sem parar,era fogosa pra caralho!Não dava pra esconder a satisfação minha e da Flávia, estava sensacional ,e por último jorrei chocolate nela(tinha deixado em uma bolsa,pois,tinha outros compromissos para resolver,ai tinha batido uma fome e eu comi),esses pedaços foi como uma resposta,deu mais que chuchu!Foi delicioso,não sabia o que realmente tava me satisfazendo,se era a véia,se era a Flávia,enfim um milhão de sensações que estava tendo,logo na primeira transa.
Por último comi a ninfeta bruxa,a Franciele,com um cu arrombado,buceta rachada e feia,a unica coisa que salvava era os seios,perfeitos(já que tinha colocado silicone recentemente),começou a me chupar em uma intensidade mais ainda do que as duas juntas,aos poucos gozei novamente logo no começo,peguei aquele cuzinho arrombado ambos estávamos num fogo arretado,aquela bunda parecia estar dançando em um baile de funk "Dança da Bundinha",rebolando geral,e,meu pau caliente esfolando todinha,estava realmente tudo incrível,bebi leite adoidado dela(mesmo vendo aquela bruxa) e comi com prazer aquela buceta com inumeros desejos e palavras submissas que seriam esquecidas com o tempo,já que era só pra transar mesmo,não precisava de mais nada,agora era só olhar o parceiro vendo como seria sua performance com elas.Por surpresa ouvi dizer uma sonora resposta de Márcio:
-Desculpa gente,mas eu sou gay!
Eu e Hugor saímos da minha casa,enquanto Márcio ficou preso nas garras das 3,pra ver se gostava de comer uma xota,mas não adiantou muita coisa,reclamou toda hora, deixando-as tristes.
Após um longo período de foda, Márcio saiu e foi pra casa dele, com uma ratoeira pra nunca esquecer delas.
Apenas pudemos ver pela porta da fechadura do meu quarto as 3 se comendo com mais gosto do que se fossemos com nós,embora,tívessemos fôlego de comer as 3 novamente depois de tomarmos um viagra daqueles.



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.