"Os mais excitantes contos eróticos"

 

A musa do vôlei - Capítulo 5


autor: kollbol
publicado em: 12/10/17
categoria: lésbicas
leituras: 689
ver notas
Fonte: maior > menor


A grande estreia em casa do time de vôlei do ABC Paulista se aproximava. Entretanto, Larissa e suas colegas ainda não haviam sido devidamente apresentadas às companheiras estrangeiras, que sequer entraram em quadra nos primeiros jogos do time.

O técnico João da Costa planejava colocar força total para esta rodada, já que tratava-se da primeira partida como mandante. O adversário era o Clube da Capital, um time bastante tradicional no estado.

A barreira idiomática era um dos problemas. Russa, Yelena arranhava no inglês, idioma que Larissa e o treinador tinham alguma compreensão. Já a comunicação com Christine tinha poucas barreiras, pois a jogadora vinha dos Estados Unidos.

Yelena, de 28 anos, era uma russa bem tradicional. Loira, contava com olhos azuis cristalinos e um corpo de modelo. Muita técnica e beleza em quadra. Como feitos esportivos estavam conquistas na Rússia e uma medalha de bronze.

Já Christine também possuía uma beleza fenomenal. Negra, tinha uns 30 anos e contava com corpo escultural, com um par de pernas que chamava a atenção. Assim como Larissa, seus seios eram bem avantajados. No vôlei, ela era bem experiente, tinha uma medalha de prata e um bronze.

Larissa propôs com suas colegas apresentar um "ritual de investidura" dentro do vestiário às duas novas jogadoras. A central entregou um texto em russo, traduzido na internet, à Yelena. Em seguida, a musa avisou em inglês sobre o que o que se tratava:

- Sejam bem-vindas ao nosso time! Gostaria de que nossas colegas se apresentassem em grande estilo a vocês. Isto é um ritual de apresentação, para que vocês fiquem bem à vontade e se sintam bem entrosadas. Peço que vocês tirem a roupa e deixem o trabalho com a gente.

Yelena havia estranhado tudo aquilo. Ela não sabia se isso era alguma tradição brasileira, algo do "calor dos trópicos". Mesmo assim, resolveu participar.

Já Christine deu muita risada sobre o "ritual" proposto por Larissa. Ela se despiu, tratando tudo aquilo como uma enorme brincadeira, apenas para a descontração das colegas.

Larissa e Tamara se aproximaram de Christine, enquanto Tati e Pietra vieram ao encontro de Yelena. As outras ficaram acompanhando o que acontecia.

A primeira aproximação foi com um beijo de Larissa em Christine. A americana nunca tinha experimentado aquilo na vida, mas foi gostando da situação. Yelena, por sua vez, estava tensa, relaxando aos poucos com os estímulos das companheiras.

Christine tinha os seus seios tocados e lambidos pelas duas companheiras. Curtindo a situação, a americana abraçava as colegas. Em seguida, ela também quis dar seu carinho, sugando os seios de Larissa. Tamara, então, foi direto no clítoris da americana e a chupou.

Já Yelena estava imóvel, sem reação. Pietra passou a chupar a jogadora russa, deixando a colega um pouco mais relaxada. Apesar de ter estranhado aquilo tudo, ela começou a entender aonde que o grupo queria chegar com essa inusitada "recepção".

As duas estrangeiras já estavam bastante excitadas. Bem à vontade, Christine agarrava e beijava as duas duas novas colegas. Yelena perdeu a vergonha de vez e foi ao encontro das partes íntimas de Pietra. Era como se fosse uma perda de virgindade. Tudo aquilo era novidade para as duas jogadoras.

Christine foi ao encontro de Larissa. As duas roçavam seus belos e enormes seios umas as outras e se masturbavam mutuamente. A musa quis experimentar a americana, se abaixou e foi chupá-la. Sua língua fazia movimentos intensos, deixando sua parceira louca de tesão. Tamara não dava fôlego e saboreava a boca e os peitos da americana.

Tati também estava animada com aquilo. Sua timidez foi deixada de lado com as experiências anteriores e ela se deliciava com Yelena, chupando-a com vontade, colocando em prática tudo aquilo que Larissa havia ensinado naquela experiência no chuveiro relatada no primeiro capítulo.

As outras jogadoras curtiam, vendo tudo aquilo de camarote. Raquel, nova ponteira do ABC Paulista, também quis se divertir e escolheu Malu para se deliciar. Raquel era loira, olhos castanhos e seios médios, enquanto Malu tinha pele morena, olhos castanhos e seios na medida.

Larissa também quis provar o corpo da russa e começou a tocá-la. Ela a beijou, sentiu seus seios e o carinho foi retribuído. Depois, mais uma intensa sessão de sexo oral, do jeito que só a musa sabia fazer.

Desde aquela experiência coletiva no chuveiro na estreia da temporada, Pietra era só olhares para Tamara. As duas foram para um outro canto, onde ficaram se beijando e chupando. Uma química estava começando a rolar entre elas.

Assim, Christine ficou se deliciando com Tati, enquanto Larissa estava com Yelena. As jogadoras gemiam e se deixaram levar pelo forte clima de tesão dentro daquele vestiário. Não demorou muito para que elas chegassem ao máximo do prazer, sendo levadas ao mais intenso orgasmo.

As duas estrangeiras aprovaram a experiência. Sentiam que estavam totalmente integradas ao grupo e que a atuação em quadra ficaria muito melhor se isso acontecesse.

Mas ainda tinha um jogo para acontecer. No dia seguinte, a equipe do ABC Paulista estreou em casa contra o Clube da Capital, com ginásio lotado. Conforme prometido, João da Costa montou o time titular com o que tinha de melhor. Começaram a partida Christine, Larissa, Yelena, Priscila, Raquel e Camila, com Dani de líbero. O técnico ainda deu chances para Tati, Gisele e Pietra durante o jogo. Mais uma vitória por 3 sets a 0, provando que o time estava bastante entrosado.

No entanto, não era todo mundo que estava satisfeito. Marlene ainda não engolia as aventuras de Larissa e acabou filmando tudo o que aconteceu no vestiário no dia anterior. Ela só esperou o fim do jogo para poder contar tudo ao técnico. Sinal de perigo para o elenco.

Continua...




ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.