"Os mais excitantes contos eróticos"

 

Fatiando duas bucetas


autor: Lenhador
publicado em: 12/10/17
categoria: grupal
leituras: 1490
ver notas
Fonte: maior > menor


Saber transar requer dedicação, paciência e ser carinhoso com uma mulher. Aliado a isso vem criatividade e fazer gozar de forma intensa. Ousar com Alcione em cima do porta malas foi mesmo muito prazeroso (Ler Comendo a madrinha do aniversariante) . O mundo do prazer é algo indecifrável, pois a maioria das pessoas tem fantasias para realizar, mas se reprimem devido a tabus e não ter com quem dividir cumplicidade.

Enquanto o peixe assado era consumido fiquei olhando Alcione e pensando no que ela havia revelado sobre minha transa com a Maíra no sex shop (Ler A comi no balcão do sex shop). Foi mesmo loucura essa transa, más como resistir a mulher gostosa e cheia de atitude?

Distrai-me em meus pensamentos e Alcione me observando atentamente.

_ Um beijo pelo seu pensamento Lenhador. Solta ela bem atenta a minha reação

_ Olhando pra você e assimilando o que aconteceu. Revelo sem enrolar

_ Ter transado comigo foi tão ruim assim? Ela fica tensa me olhando

_ Muito pelo contrário pessoa curiosa, pois você sabe demonstrar o que tem vontade sem se humilhar ou ser vulgar. Explico sem medir os elogios

_ Você tem boas qualidades e uma pessoa que sabe agradar uma mulher. Ela elogia a altura

Ergo as mãos e acaricio aquele rosto simétrico e o belo cabelo bem escovado. Alcione não era bonita e nem feia apenas uma mulher que se fazia presente de forma natural e acima de tudo simpática e muito habilidosa em agradar.

_ Você é um perigo pra mim. Comento

_ Sou nada moreno. Ela caiu na gargalhada e nesse clima peço a conta e já dentro do carro a beijo de forma bem intensa e demorada, pois era uma mulher e tanto.

Arranco o carro e vamos direto pro apartamento de Alcione, mas me despeço sem entrar. Trocamos número de telefone e vou pra casa descansar e pensar sobre os fatos do dia de hoje.

Passados 10 dias sem contato com a Alcione decidi ligar e saber como ela estava.



_ Alcione? Como vai? Pergunto



_ Lenhador? Enfim encontrou espaço em sua agenda pra me ligar? Ela ri do outro lado e a acompanho

_ Engraçadinha. Rimos mais um pouco

_ O que você está fazendo de bom? Pergunto querendo não incomodar

_ Atoa largada aqui no sofá só de calcinha e você? Ela fala pra me provocar

_ Sério? Pergunto já com o cacete duro

_ Se quizer te envio foto. Ela desafia.

_ Estou indo ai conferir. Tomo atitude

_ Venha e vai gostar do que irá encontrar. Depilei todinha. Ela instiga minha mente.

_ Já estou chegando. Despeço-me e saio correndo igual bombeiro indo apagar incêndio.

Chego em 10 minutos e encontro a bela viuvinha somente de calcinha branca de renda ardendo em desejo. A ponho empinada no sofá e afasto a calcinha de lado e começo a bolinar a bucetinha com o dedo enquanto mordisco a nuca e costa da safada carente de cacete.

_ Que saudades dessas mãos em mim. Sussurra Alcione rebolando de forma meu dedo invadir a buceta. Atolo a língua no cuzinho apertado e ela se contorce de tesão, pra em seguida enfiar um dedo nele. Nessa sacanagem Alcione não se contém e começa a se contorcer devido aos múltiplos orgasmos.

_ Sua vez de gozar Lenhador. Abaixando minha bermuda abocanha meu cacete e acaricia os seios. Notando o quanto estou excitado começa a esfregar o cacete entre os seios e o lambe com facilidade. O jato de porra não demora a sair e é sugado pela boca da mulher carente.

Ficamos deitados no chão abraçados.

_ O que pretende fazer o resto do dia Lenhador? Pergunta Alcione acariciando meu rosto.

_ A tarde toda livre e as 18hs passar no sex shop. Faço cara de inocente

_ Resumindo você vai à Maíra conferir as novidades neh safado? Ela fala me olhando e sorrindo

_ Se desejar vir junto da minha parte tranquilo. Convido a vejo arregalar os olhos

_ Querendo orgia a três? Ela encosta o queixo no meu peito e faz cara mega safada

_ Você tem essa fantasia de ménage? Dou-me conta da indireta

Começo a mordiscar um dos mamilos de Alcione e ela fecha os olhos.

_ Tenho sim essa fantasia, más nunca tinha contado a outra pessoa, pois tenho medo de ser julgada. Revela-a com os olhos fechados.

_ Após sairmos do sex shop conversamos a respeito, más se quer realizar eu topo. Apenas não animo te dividir com outro homem. Com outra mulher tudo bem.

Alcione guia o cacete pra buceta e começa a cavalgar alucinada com os olhos fechados no que notei estar imaginando transa a três e o tesão a mil. Com estocadas mais fortes a faço gozar e desabar em cima de mim. Vamos para o banho juntos e a na hora de enxugar a enrolo na toalha pego nos braços e a levo pra cama.

Pelo óleo pra massagem a começo a cuidar da simpática fêmea.

_ Acorda dorminhoca são quase 17hs. Começo a mordiscar a nuca de Alcione e ela abre os olhos com brilho tesudo.

_ Nossa você me relaxou toda. Elogia ela

_ Apenas cuidei bem de você. Sorrio todo modesto

_ Cuidou bem, por isso não saio com mais ninguém e fico aqui esperando você me querer, pois vale a pena estar contigo. Ela sabe mesmo cativar no que respondo com longo beijo e pulo da cama antes que ela me agarre.

_ Coloque uma saia e nada de calcinha. Camiseta está adequada, pois o calor está de mais.

Vou pra sala e não demora surge Alcione com o cabelo preso camiseta estampada dedurando os mamilos excitados e a saia no meio das coxas. Estico a mão e confiro pra ver se ela está sem calcinha.

_ Sou obediente Lenhador. Ela ri

_ Boa garota. Elogio pegando a chave e a puxando pela mão em direção a porta de saída.

_ Olá Maíra. Comprimento e sou recebido com três beijinhos e um selinho.

_ Oi amiga. Alcione a abraça e fica de lado.

_ Me esperem um pouco, pois já ia fechar a loja. Se quiserem olhar algo fiquem a vontade. Maíra estava perfeita no vestido florido e o cabelo solto. Perfume levemente suave dava todo o charme aquela mulher que sabia cativar.

_ O que deseja ver Alcione? Hoje vim em busca de velas e sabonetes aromáticos. Tento ser gentil

_ Nunca vim a sex shop. Ela fica vermelha ao olhar os vibradores e demais acessórios no balcão.

_ Alcione sex shop, sex shop Alcione. Pronto resolvido o impasse. Caio na gargalhada no que ela me acampanha

_ Coitada Moreno. Maíra também fica rindo atrás da gente

_ Vocês dois rindo de mim. . Alcione faz cara de brava e acaba rindo junto

_ Bem Maíra melhor você apresentar tudo a ela. Sugiro

Maíra então espalha os géis, perfumes e primeiros acessórios. Na medida que ia guardando abaixada ou de costa pra Alcione eu aproveitava pra acariciar a buceta molhada de Alcione. Notei que Maíra estava demorando a levantar e ao olhar pra baixo vi que dava pra ela notar minhas bolinadas em Alcione.

Chegou o momento de Maíra mostrar os vibradores a Alcione. Alcione já não estava mais conseguindo se controlar devido as minhas bolinadas na buceta e cuzinho.

Maíra falou que ia no depósito pegar mais produtos que tinha chegado, más não tinha tido tempo pra colocar no balcão e se foi apressada pro cômodo anexo. Aproveito pra pegar um vibrador e enfiar na buceta de Alcione que arreganha a buceta e começa a se masturbar.

Como Maíra estava demorando peço silencio pra Alcione e vamos procurar Maíra no cômodo anexo.

A encontramos sem o vestido deitada no chão se masturbando com vibrador. Arranco a saia de Alcione a faço chupar a buceta de Maíra. Com o mel escorrendo da buceta pro cuzinho dava pra notar o quanto ela estava com tesão.

_ Não fiquem ai parados me olhando quero gozar muito. Implora ela

_ Nem precisava pedir. Respondo já arrancando a roupa de Alcione e a Maíra puxando pelos braços. Como o vibrador era duplo flexível Maíra enfia uma das partes na buceta de Alcione e a puxa pra ser beijada. Sem querer ficar de fora dessa foda começo a penetrar a buceta de Alcione que fica duplamente arrombada o que a faz estremecer e gemer muito. Maíra não se contém se masturba forte e nessa foda louca acabamos gozando ali naquele chão em meio a criatividade e muita taradice.

Alcione fica tão excitada que do nada ejacula em cima de Maíra.



Continua...



















ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.