"Os mais excitantes contos eróticos"


Alan o francês galanteador


autor: misafada
publicado em: 21/09/15
categoria: romance
leituras: 2269
ver notas
Fonte: maior > menor


Nos conhecemos há 10 anos na empresa onde eu trabalhava, ele era o dono dessa empresa mas morava em Paris, estava se mudando para essa cidade para participar ativamente nos negócios, ele era próximo à minha chefe e sempre ia à sua sala para conversar. Um dia ele me viu e ela me comentou que ele perguntou quem era a sua nova assistente. Ela percebera que ele ficou interessado. Desde aí sempre que nos víamos pela empresa trocávamos olhares, ele era tão lindo, rosto perfeito, olhos e sombrancelhas marcantes, 1,80 de altura aproximadamente, boca rosada, branquinho, simplesmente o homem mais lindo e perfeito que meus olhos já viram, desde então nunca mais fui a mesma. Com o tempo fui crescendo na empresa e passamos a nos aproximar, ele sempre que estava na cidade ligava e me chamava pra ir à sua sala, conversávamos sobre nossas aspirações, sonhos e planos. Td mudou quando ele me disse que estaria indo morar em outra cidade, percebi que era hora de eu seguir em frente pois seria muito difícil conseguir conquistá-lo a distância, ele era muito jovem com um mundo pela frente e além de tudo não estava na mesma vibe que eu. Eu queria um relacionamento sério e que a pessoa me amasse mais que tudo, enquanto ele se relacionava com mulheres, ainda mais quando me disse que nessa cidade por ser uma capital maior teria muitas mulheres interessantes. Percebi então que ele não me levava a sério, era interessado mas não do mesmo ponto de vista. Anos se passaram, casei e tive filhos. Eu nunca o esqueci, um sentimento forte de que eu deveria dizer a ele sobre o passado, abrir meu coração, mesmo casada eu o amava com uma força tão imensa que eu jamais saberia explicar, já que nos conhecíamos tão pouco. O que sabia da vida dele era muito pouco, só o que vi há 10 anos atrás e o que ele me contou. Uma das coisas que ficaram gravadas na minha mente é que ele gostaria de ter 5 filhos e ter um carro esportivo.

Todos os anos envio mensagens de felicitações no seu aniversário e antes do último resolvi me declarar, foram anos sonhando com ele, não conseguindo dormir, com sua imagem vindo à cabeça, sabia que tinha que fazer algo, caso ele não correspondesse eu sabia que ao menos precisava falar e assim poderia seguir em frente. Claro que ele não respondeu, uma história impossível de acreditar, só eu que vivi a um segredo guardado a sete chaves que eu levaria pro túmulo se ele não o soubesse.

Chegou seu próximo aniversário, preparei uma seleção de músicas alegres, jovens e que tivesse alguma chance de ele gostar. Dei o link do meu canal no youtube e ele respondeu dizendo que queria ver fotos minhas e enviou seu número whatsapp. Visualizei o e-mail dias depois pq eu não esperava resposta, mas quando vi foi uma grande surpresa nem preciso dizer que coração acelerou e lógico fui preparar as fotos. Quando o contactei ele estava em outro país numa convenção a trabalho e mesmo cansado tinha acabado de chegar da viagem disponibilizou um pouco do seu tempo pra conversar. Ele até soltou que sempre teve vontade de ficar comigo e eu correspondi, eu havia mudado de país devido a crise brasileira e comentei com ele como era viver em outro lugar. No fim da conversa enviei as fotos que ele me pediu e me despedi. Não lembro quanto tempo se passou mas ele respondeu depois, talvez 1 semana após dizendo que tinha gostado das fotos que eu parecia ter 25 anos e que estava linda. Resumindo, nos reaproximamos e começamos a trocar mais fotos dessa vez picantes. Era td muito difícil devido ao fuso horário e todas as vezes que ele podia falar era aos finais de semana e meu marido estava em casa, dificilmemte poderíamos progredir nesse tipo de relação, e eu tentava compensar a sua frustração que era minha também enviando mais fotos. Ele não quis continuar e eu entendi perfeitamente, mesmo o amando, agora muito mais depois de ver quão lindo é o meu amor na intimidade. Por motivos óbvios ele preserva a sua privacidade, nunca mandou uma foto sua completa e isso me deixou muito inquieta, porque não confia em mim? Enviei fotos minhas de rosto e corpo, videos me masturbando e eu confio nele totalmente, sei que jamais faria algo ruim e eu esperava receber o mesmo. Nunca mandou embora tenha pedido inúmeras vezes. Bom eu o adoro, o quero com toda a minha força mas precisei abrir mão do meu amor pelas circunstâncias, ele não quer se sentir responsável pela separação da minha família, um homem decente.

9 meses se passaram e não o consegui esquecer, muitas coisas boas aconteceram nesse tempo e uma delas é que finalmente eu estava seguindo uma vida normal no país que adotei como novo lar, aprendendo a língua por fim e com projetos para o Mestrado. Afinal eu devo ser o melhor que puder em termos profissionais e pessoais. Decidi entäo me separar aqui e viver minha própria vida, após esse processo doloroso da separação decidi que agora era hora de retomar meu grande amor. Fiz uma surpresa e avisei que estava indo encontrá-lo no Brasil e perguntei se ele queria cuidar de mim, como uma vez ele havia me prometido, se um dia vc aparecer aqui eu vou cuidar de vc. Ele correspondeu com muita alegria e disse que iria me buscar no aeroporto. A viagem foi longa e com muita ansiedade. Eu havia me preparado, os meus cabelos cacheados estavam mais lindos do que o habitual, longos até o bumbum, fiz um bronzeado fil dental e coloquei uma lingerie sexy por baixo, usando jeans, camiseta e uma jaqueta preta, na maquiagem como sempre discreta, passei uma máscara de cílios, delineador, leve blush e batom nude, 2 gotinhas na nuca do perfume Lolita Lempicka e atrás das pernas, pra ficar td com cheiro delicioso.

Ele chegou, coração acelerado, estava com um sorriso lindo, vestido com um blazer preto esportivo, uma camiseta Lacoste por baixo, calça jeans e sapatos lindos. No pescoço um colar de ouro branco discreto, no pulso um Armani mecânico lindo e na outra mão um anel de ouro quadrado sem pedra, era o meu homem de negócios vindo me buscar eu mal podia acreditar que ele estava lá me esperando, sua Ferrari estava lá e eu fiquei feliz em ver que um dos seus sonhos havia se realizado. Ele estava muito animado e foi um gentleman, logo dizendo que eu estava linda mais que nunca, meu corpo estava perfeito, barriga chapada com 52kg, na minha melhor fase, apesar de ter filhos e a idade de 34 anos me conservava jovem, isso o encantou ainda mais, ele agora com 33.

Chegando no seu apartamento o lugar que mais desejei estar, anos sonhando estar dividindo o mesmo espaço principalmente na cama dele, poder dormir abraçado, por fim eu estava lá! Sentamos um pouco e conversamos sobre a viagem e ele sugeriu que eu deveria descansar e perguntou o que eu gostaria de fazer, eu disse que precisava tomar um banho e assim me direcionou à sua suíte. Pra minha surpresa tomando ducha ele invade o banheiro, tira a roupa e vem me acompanhar no banho. Era um corpo mais que perfeito, pele lisa, macia, mãos delicadas e uma boca espetacular, ele me queria, dava para ver nos seus olhos o desejo animal que se apossara dele e agora era hora do nosso primeiro beijo, o toque dos seus lábios nos meus me enlouqueceu, que boca de seda, entrelaçamos nossa língua suavemente, dávamos mordidinhas e beijávamos nossos lábios em perfeita sincronia, ele com as mãos em meus cabelos me apertava forte e com a outra acariciava todo o meu corpo. Podia sentir as suas mãos pelo meu corpo com tanta intensidade e o seu membro crescer, era o pau mais ereto e e lindo que já vi, cabeça rosada e proporcional à sua altura numa espessura perfeita, nem grosso, nem fino, simplesmente o pau perfeito pra mim. Toquei nele e no seu corpo inteiro, bumbum durinho, formas perfeitas, eu estava ensandecida em êxtase total com o meu mor me querendo como eu o queria. Me ajoelhei e fui me deliciar no seu pau, sempre observando os detalhes de tamanha beleza que eu contemplava. O lambi da base as extremidades, o beijei com todo amor e delicadeza os meus lábios carnudos o deixavam louco e assim num movimento de vai e vem o ia chupando acelerando e o beijando continuamente, fui fazendo até ele gozar plenamente em minha boca meu rosto, bebi td que podia e me lambuzei na sua porra. Sua cara de satisfação era visível, ele se tremia todo e seu coração era acelerado, respiração ofugante e eu estava muito feliz de poder proporcionar todo esse prazer a ele. Ele saiu do banho e continuei um pouco, terminando ele me deu uma camiseta sua com seu perfume para usar, eu cheirei e fechei os olhos, pensava nunca mais quero perdê-lo, como queria que aquele momento durasse para sempre. Eu estava com fome, então sentamos à mesa e comemos algo rápido e ele me carregou para a sua cama, afinal nossa aventura estava só começando...

Deitou em cima da minha barriga e começou a me olhar como se aquele momento nunca deveria terminar, subiu um pouco mais e me beijou dizendo que eu era perfeita exatamente como ele imaginou, uma mulher determinada, gostosa e que estava ali inteirinha pra ele disposta a fazer as maiores loucuras que alguém poderia imaginar, isso era o meu amor devoto por perfeição, eu só sabia que o queria mais que td.

Nos beijamos loucamente e agora ele foi descendo até a minha buceta para me mostrar o nirvana. Sua língua perfeita passando pelo meu grelinho durinho, me chupava com uma delicadeza que ela se esbaldava em excitação, ela estava molhada ao extremo e dobrou de tamanho inchada de tanto tesão. Ele näo parava, só de vez em quando pra me beijar e dizia em francês "il est un délice", Michelle ma chienne, eu ficava ainda mais excitada, meu amor falando francês pra mim eu me sentia a puta mais feliz do mundo, colocou seus dedinhos dentro para estimular meu ponto G, sacudindo como numa massagem totalmente erótica, me fazendo ir à loucura, eu estava ofugante, gemia, gritava, falava pra ele "Je suis votre chienne" eu estava pronta pra gozar, foi jatinhos de gozo como xixi, ele me levou ao nirvana! Estava dormente, não sentia minhas pernas e minha boca estava formigando foi o momento mais incrível da minha vida.

Após todo o furor daquele momento tão sublime ele estava feliz por ter me deixado louca de prazer, seu cacete era duro no limite máximo e com vontade de me fuder 24/7. Agora era o momento em que eu retribuiria o tratamento mais que especial recebido do meu mor, em que pela primeira vez em anos teríamos nosso primeiro momento de amor, de sexo louco, então recuperado os sentidos o puxei para cima e o beijei loucamente, ele estava louco para enfiar o cacete pra me bombar até dizer chega, mas o controlei e deixei seu pau apenas passeando por ela e pelo cuzinho. Ele não queria mais esperar porque a nossa espera foi longa, nos queríamos tanto mas eu o fazia para aumentar a sua vontade de me ter e a expectativa de entrar naquele universo desconhecido que era a minha xaninha sem vergonha. Ele beijou todo o meu corpo, dos pés a cabeça, me virava de costas e beijava a minha bunda gostosa mordendo-a olhando o bronzeado especial que fizera para ele, ele continuamente me mordia e beijava e dizia ai que gostosa, como é possível senhorita vc fazer isso comigo, eu respondia faço isso porque te amo mor e te deixarei louco quantas vezes vc quiser que o deixe. Ligamos nessa loucura nossa trilha sonora e assim romanticamente e loucamente ele falou no meu ouvido deixa eu fudê-la meu amor minha brasileira gostosa eu te quero agora! Então abri minhas pernas, me engatei no pescoço dele e o beijava de uma forma animal, mordia seus lábios e quando o seu cock entrou na minha buceta ai Que De-li-cia! Ele era perfeito pra ela! Eu fui no fim da Milk Way e voltei!!! Sabe quando um pau foi feito na medida certa pra uma buceta? Ele era assim e eu sempre soube disso, nos meus sonhos mais sórdidos eu tinha a plena convicção que ele fora feito pra ela na medida. Ela o apertava quando o pênis gostoso do meu mor entrava dentro dela e ele ficava louco, falava em francês coisas que eu não poderia entender misturado com português, era o momento mais gostoso e mais especial da nossa aventura, então ele me virou de quatro pra que pudesse observar a minha bunda e bombava a bucetinha de um jeito que eu sentira tanto prazer, ela estava molhada demais que deslizava algumas vezes. Saímos da cama, pulei no seu colo e em pé ele me fodia, eu pulava como uma cachorra sem vergonha, e quanto mais o beijava mais o queria e queria gozar. Eu dizia amor to chegando lá vem comigo, e continuamente pulando em cima dele ela gozou, orgarmos múltiplos, fechei os olhos e continuara me bombando, eu me tremia novamente, e ele logo em seguida gozou, fazendo uma cara de sem vergonha falando Ahhh... estavamos os dois muito suados e extasiados, me deitou na cama e os dois cansados de fazermos esse exercício pra lá de bom mas estavamos muito satisfeitos, olhamos rindo um para o outro e fechamos os olhos que Loucura! Me beijou na boca e disse sua gostosa! Dando dois tapas gostosos na minha bunda!.

Eu tinha somente 7 dias para aproveitar o meu amor e agora estávamos quase chegando aos 6 dias.

A noite disse ele, vamos sair para jantar e depois vamos dançar um pouco, vou levar vc no meu lugar favorito e vamos nos divertir.

Faziam absolutamente 7 anos que eu não saía pra dançar então estava super animada, ainda mais com meu amor.Após esse momento delicioso estávamos exaustos porém felizes. Ele sugeriu que eu descansasse um pouco para recuperar a energia pro nosso jantar e me disse que precisava resolver umas coisas. Eu respondi que td bem mas que não demorasse e me acompanhasse pra dormirmos juntinhos. Me beijou e foi.

Dormi como um anjo como nunca em 8 anos! Uma pessoa feliz e com a pele muito mais bonita, ele me acordou eram umas 18h com um beijo delicado na boca e disse mor vem cá tenho uma surpresa pra você! Eu com sua camisa maravilhosa levantei feliz e sorridente, peguei nas suas mãos e fomos até a sala.

Tinha uma caixa bem grande em cima da mesa e pediu que eu abrisse. Eu fiquei curiosa como uma criança pra saber o que tinha nessa caixa, tinham lá 4 embalagens, tudo embalado de forma fina e discreta. Gente a curiosidade só aumentava. Eu falei mor que cê tá aprontando, ele riu e disse quero ver vc feliz mor, vamos lá abra.A primeira embalagem que peguei era leve e grande fui abrindo e dentro tinha 2 máscaras estilo veneziana, as cores eram preto e branco com detalhes em gliter vermelho. Ai ai, aí vem coisa, então perguntei muito excitada o que é que vamos fazer mor me conta! Ele disse explico mais tarde por enquanto é surpresa ok senhorita? Eu disse yes Master, I get it! Vamos lá meus amigos, a segunda embalagem era mais fina estava escrito Giselle Intimates, isso mesmo, era um conjunto de lingerie lindíssimo, combinava perfeitamente comigo, tinha a cor preta com vários bordados em vermelho, a meia era preta com bordados de flores bem delicada e sexy. Dei um beijinho na sua boca sentei no seu colo e disse obrigada é linda, ele disse quero vc gostosa pra mim essa noite que será inesquecível prometo, tapinha na bunda disse - Vamos lá abra o restante, eu muito animada gostando da brincadeira continuava a abrir meus presentes, na próxima embalagem era fina, mas parecia um conteúdo mais pesado advinhem o que tinha? Um lindo vestido, era preto, fechado na parte da frente, tecido que esticava, curvado aparentemente até os joelhos e atrás tinha um corte em V transparente até o bumbum que deixaria as costas sexy e muito chic ao mesmo tempo, era da Miu Miu jovem e sexy ao mesmo tempo. Adorei, td estava começando a fazer sentido, dei outro beijo e disse mor que vc ta aprontando, me conta, tô curiosa demais, ele com uma cara sem vergonha de quem estava aprontando disse bom vamos jantar num lugar diferente e naturalmente quero que vc vá à caráter, eu comecei a fazer perguntas, é um baile de máscaras? Me conta!!! Ele disse segredo, pare de se antecipar e pensar muito, vamos lá Mi falta mais um pra finalizarmos. A última embalagem era uma caixinha de jóias, estava escrito H-Stern, pois bem, abrí e tinha um anel, colar e par de brincos, nem posso descrever aqui tamanha beleza das jóias e quão feliz ele me fez, mulheres quando ganham jóias ficam estéricas, eu disse mor vc quer me matar! Que lin-do! claro que me contive (um pouco rsrsrs) dei um abraço bem forte, um beijo apertado e de língua, agradecí td e disse prometo vou ser a mulher mais gostosa e mais linda do mundo pra você!

Que a noite comece, bom saímos às 20h, chegamos em um restaurante que ficava numa área exclusiva dessa cidade, afastada das áreas badaladas, com um lindo jardim na frente e um prédio bem moderno. Era td de vidro e de fora você poderia ver as pessoas sentadas à mesa conversando, td muito chic e refinado. Era um restaurante francês, então vc na entrada já podia sentir o espírito elegante e discreto da França, com lustres de pedrarias, td na cor branca, papéis de paredes florais e claro várias estatuetas espalhadas pelo ambiente, tinham corpos pelados, cupidos e crianças angelicais. A equipe sem dúvidas era muito educada e nos recebeu uma hooster bem típica francesa, Ammelie, falando em francês com meu amor. - Bonsour monsieur Alan, bienvenue, s'il vous plaît me suivre à votre table. Sentamos, e para beber nos serviu o sommelier Jean-Claude um tipo na casa dos 55 anos com uma postura muito elegante, muito sorridente e disse senhor Alan vejo que és um homem muito afortunado, a bela dama que o acompanha é de uma beleza sublime e radiante como a mulher de l'ombrelle do quadro de Monet. Eu não tinha idéia de que quadro era esse. Discretamente peguei o celular e fui ver no tio google rsrsrs e vi o tal quadro, te amo internet! pois muito bem entendi que era um ótimo elogio e isso era o mais importante, amo a França e amo meu francês e ele logo respondeu sim, não poderia eu estar em mais encantadora companhia. Eu fiquei feliz claro e eu disse pois muito bem, vamos conversar meu amor, quero saber de você e recuperarmos o tempo perdido. Enquanto éramos servidos de um vinho adamado, levemente doce, iniciávamos nossa conversa aguardando a entrada. Eram tantos anos de pausa, alí me contara dos fatos mais importantes da sua vida e o quanto estava feliz por essa nova fase profissional, falamos também sobre a crise brasileira, como estava lidando, quais suas expectativas e previsões para a situação, apesar da crise, com a boa administração de sua equipe sua empresa não estava sendo muito afetada. Com ele eu podia falar sobre tudo, sem as limitações da distância e vigilância da rede de internet a qual estamos todos sujeitos estávamos por fim falando sobre tudo, tem coisas que só se podem falar cara a cara. E nos entendíamos muito bem como sempre, sempre tivemos afinidade um pelo outro e nos dávamos muito bem, lembrei do último jantar que tivemos de 10 anos atrás e como eu fiquei embriagada rsrs. Por fim após a entrada o jantar, estávamos degustando o segundo vinho, dessa vez mais seco e incorpado acompanhando o delicioso fruto do mar que fora servido. Nossa sincronia não ocorria só na cama, ele sabia que eu era muito mais que uma bela mulher, sabia que eu tinha o dom de compreender o mundo e que tinha uma visão muito acima da classe trabalhadora a qual lidava continuamente todos os dias. Acho que os homens europeus são muito diferentes por isso, estão há anos evoluídos e eles preferem as mulheres que não tenham somente um corpo ou rostinho bonito e sim aquelas que além de tudo lhes consegue surpreender na sua linguagem e com isso também consigam compartilhar coisas mais complexas. Vejo isso hoje em dia coisa mais rara, até em conversas com outras mulheres jovens elas não tem conteúdo. Você precisa vasculhar o mundo para encontrar boas mulheres que lhe satisfaçam na cama e no intelecto.

Agora tinhamos finalizado o nosso jantar, nos despedimos da equipe e fomos ao carro buscar nossas máscaras. Me levara para o outro lado do restaurante que possuía um anexo secreto. Pediu que eu colocasse a minha máscara e disse agora vamos nos divertir! Eu estava alegre e não tinha a menor idéia do que estaria por vir.

Entramos, dois guarda-costas abriram a porta, ele mostrou sua moeda de ouro na qual somente pessoas membros possuiam, nos cumprimentaram e por fim pude ver o que tinha alí dentro. Era um tipo de discoteca, um lugar enorme, com uma acústica perfeita e você jamais poderia imaginar que existisse um lugar como aquele alí, não se ouvia absolutamente nada do lado de fora, somente pessoas mascaradas, as garconetes estavam vestidas só de calcinha sem sutiã, de meia e salto alto e com suas bandejas iam servindo os clientes sorridentes, homens, mulheres, alguns em grupos animados, conversando e bebendo, alguns até sem roupa ou com suas gravatas tiradas, via-se claramente que eram homens de negócios que iam para um clube secreto para satisfazer as suas fantasias mais escabrosas, um lugar incrível, eu nunca imaginei estar num lugar assim, mas quer saber, fiquei com a calcinha ao extremo de molhada, mãos frias de nervosa misturado com ansiedade, apertava a mão dele com muita força e antes da hooster nos levar até nossa mesa previamente reservada eu já estava louca para transar com ele naquele instante. Me controlei e ele disse calma mor, espera pra ver as surpresas que preparei pra gente. Vem muito mais. Perguntou se eu gostei da surpresa, eu disse amei mor! Ele disse que eu não poderia ser admitida como acompanhante, que era uma regra da casa mas antecipadamente ele resolveu esse impasse e pude estar ali, me confessara que eu era a primeira mulher que ele levara para aquele lugar sádico e excitante. Eu não sabia o que estava por vir, confesso pra vcs estava no fundo assustada e muito ansiosa pra saber... Logo chega uma moça com seios avantajados pergunta o que ele gostaria de beber. Ele falou no ouvido dela e ela se foi. Bom ele me puxou e beijou com um beijo gostoso, disse que hoje ele satisfaria muitas fantasias que ele tinha comigo e perguntou - Are you with me? Você está comigo? Eu disse estou com você em 300% topo tudo por você meu amor. O som que estava rolando era música eletrônica, um som perfeito com batidas que nos levavam ao extâse, eu me sentia num lugar moderno e a sensação era a mais moderna possível. A garconete com sua bandeja traz para minha surpresa Cointreau que é uma bebida francesa que inclusive foi me apresentada por ele quando tínhamos 23 e 24 anos num jantar em um restaurante, um ótimo digestivo e apropriado pois tínhamos saído do jantar e não era só isso, vi dois saquinhos que ela deixou na mesa junto com a bebida, um tinha pílulas e no outro um pó branco. Ai meu Deus! Pensei, é hoje que não vou nem saber de onde vim, eu estava muito apreensiva e muito mais nervosa, afinal nunca usei nenhum tipo de substância na vida, difícil e raras as vezes que me permiti exaltar e ficar bêbada, a sensação de perder o controle sobre os meus sentidos isso era a minha maior perturbação, sobre o que poderia ocorrer, muito maior que o sentimento de usar alguma droga, ele percebeu minha hesitação e falou no meu ouvido, você confia em mim amor? Eu disse, totalmente mor já disse estou com você! Se joga minha filha que a coisa vai esquentar! Eu me sentia a própria iniciada à libertinagem, a pureza e inocência entrando no mundo novo até então totalmente desconhecido e inesperado.

Ele abriu o saquinho com as pílulas, me deu uma, peguei e olhei, com uma pequena dose de Cointreau bebi engolindo td de uma vez e ele em seguida tomou a sua dose. Me puxou pegando na minha bunda a me beijar loucamente, logo surgira uma mulher mascarada que se juntou a nós participando da nossa brincadeira, ela tinha um corpo lindo, era branca de cabelos negros curtos, seios enormes estávamos ali os três nos beijando revezadamente e nos apalpando. Nós duas nos olhamos e começamos a cuidar do nosso homem, beijando-lhe a boca e descendo por seus mamilos tirando-lhe o terno e posteriormente sua camisa com botões de ouro, lindo estava o meu amor e era todo meu, falei pra mascarada se agachar e abrindo o seu zíper foi tocando em seu taco que a esta altura já estava muito duro, ele respirava ofugante e eu podia sentir o seu coração bater forte, a mascarada ia beijando e lambendo o seu pau, enquanto eu fungava respiração quente no seu ouvido com minha língua passeando carinhosamente pela sua orelha ia e dava beijos quentes e mordidinhas safadas no seu ombro o que o arrepiara constantemente, nossa mascarada agora já o chupava enlouquecidamente, demos a ela uma pílula para que ela ficasse no mesmo clímax que nós e garantisse assim o sucesso da satisfação do meu homem. Ela tinha um chicote à mão e o tomei por instantes, a dominando por trás. Eu a batia muito delicadamente mandando-a o chupar com mais vontade, ela fez garganta profunda no meu mor e ele ficou enlouquecido, desci e me juntei a ela, agora nós duas o tomávamos para o seu completo deleite. Eu chupava em cima na cabeça e ela embaixo, ajudava passeando pelos saquinhos e de vez em quando nos beijávamos sentindo juntas o mel do meu amor, era tanta excitação misturada à saliva que minha calcinha estava transbordando de excitação, eu jamais havia experimentado tamanha sensação e posso dizer foi o sentimento mais louco da minha vida, a essa altura a pílula estava fazendo efeito, uma adrenalina tomou conta de mim e eu estava agora muito mais amorosa e agitada ao mesmo tempo, queria fazer sexo a noite toda incansavelmente, a mesma sensação tomou conta do meu amor e da mascarada, estávamos ali dispostos a nos satisfazer o máximo que podíamos sem qualquer encenação era o prazer pelo prazer o nosso único objetivo.

O beijávamos, lambíamos, o mordíamos e então fizemos meu amor gozar com tanto êxtase que ele ficou relaxado no sofá com cara de satisfeito.

Após ele ter gozado era minha vez, a mascarada estava me beijando inteira, descendo pelo meu corpo começava a me chupar, uma língua tão gostosa, ela chupava meus dois beiços e meu grelinho enlouquecido, era minha primeira vez na companhia de uma mulher e eu gostei muito, não sinto que isso alterou minha preferência sexual eu realmente só o faria novamente se fosse com meu mor, pra ele e para vê-lo feliz, pois uma mente liberta é o que ele aprecia, nada de tabus só prazer.

Ele pede à garconete que traga àgua a vontade, já recuperados agora apreciávamos a música, td parecia tão absurdamente alto, eu não conseguia ter muitas percepções da realidade, parecia que eu estava em outra dimensão, o puxei e disse mor vamos dançar! Nossa como dançamos, eu realmente estava muito feliz e o beijara toda hora, ele também, me pegava por trás e dançávamos agarradinhos. Ele pediu pra pararmos e me obrigou a beber água, parecia ser importante para que eu tomasse, pois muito bem, fiquei excitada em nível máximo, minha percepção estava aumentada vezes mais, só sei que o queria agora estávamos a sós, sentei em seu colo e ele começou a me tocar, eu sentia tanto prazer, totalmente molhada, eu queria o seu cacete dentro de mim, abri seu ziper e toquei naquele pau enorme, lindo e gostoso, levantei meu vestido, virei de costas e agora eu queria tanto dar o mru cuzinho, ele pegou o saquinho de pó, já passadas duas horas após a primeira brincadeira, fez uma carreirinha desse pó no meu bumbum e cheirou tudinho, eu vi a cara dele, me deixou louca, aquela cara de prazer que eu não saberia explicar o meu macho ficou muito mais macho pra mim e queria me foder todinha. Tocava na minha bunda, abria e enfiava um dedo, melou com o mel da minha buceta, pegou se pau e arrastava o mel para o cuzinho, eu estava doida, muito excitada e esperando pra ele me bombar, começou enfiando nele, devagar porque há muito tempo, um ano o cuzinho estava virgem, esperando lógico pelo meu amor, uma sensação tão maravilhosa me invade e lá estava meu pau me fudendo loucamente. Um cú maravilhoso ele disse, essa era a sua visão e como ele ama minha bunda e minha cintura. Envolvido em êxtase (literalmente), meu mor goza gostoso dentro do sru cuzinho gostoso. Preciso ir ao banheiro me recompor eu disse, ele também precisava se recompor, mas não poderia ir sozinha, eu estava muito high e precisava de ajuda. Ele me levou e depois voltamos para o nosso cantinho, a essas alturas eram umas 2:00 da manhã eu disse que gostaria de ir embora, não estava me sentindo muito bem, eu misturei bebidas talvez tivesse sido isso, o barulho me incomodava um pouco.

Pegou nas minhas mãos e fomos dois loucos, amantes e felizes. Chegamos no seu apartamento, me levou para o banheiro eu queria vomitar, me senti ruim, td girava, tirou minha roupa, me deu um banho, me vestiu com a camiseta que eu tanto gostava e me pôs na sua cama. Ficou alí comigo, eu sorria pra ele e disse, te amo mor, obrigada pelo dia, foi inesquecível, me beijou na boca, na minha testa e disse, durma minha princesa, também te amo. Capotei e só no outro dia acordei, eram umas 10h. Ele deixou um recado dizendo que tinha ido na empresa, mas que voltaria para almoçar comigo. Falou que eu ficase à vontade e tomasse café, Anna estava lá pr me ajudar no que eu precisasse. Era uma sexta-feira e o dia estava lindo lá fora. Eu estava com um pouco de mal estar, não sei pq mas me sentia um pouco depressiva, talvez foi por conta dos excessos, td novo e uma experiência única, pois muito bem, conversei um pouco com Anna, muito simpática falou que gostava muito de trabalhar para o Alan, que ele era muito humilde e que quando o viu pela manhã o achou muito feliz, eu disse em pensamento, que houve será? Rsrsrs, eu sorria pelos cantos da casa, muito mais feliz estava eu.

Ele voltou e eu já estava pronta para saírmos e almoçar, quando ele disse mor tenho mudança de planos, outra surpresa pra vc, aquele meu grande amigo que comentei com vc uma vez vai dar outra festa na cobertura do Fasano e quero que vc vá comigo, que tal? Quer ir ao Rio?

Eu pulei no seu pescoço e disse que sim, lógico conhecer um grande amigo do meu mor pra mim significava muita coisa.

O final de semana foi lá com uma vista incrível para o Corcovado. O amigo dele era uma pessoa radiante, conversamos muito e nos demos super bem, a gente sente quando a pessoa é boa, ele disse, Michelle vc é das minhas, bate aqui! Rsrsrs, vejo meu amigo muito feliz por favor continue, pois na boa, ele estava precisando de alguém como vc, agradeci e disse que o que eu mais queria no mundo era fazê-lo feliz.

Voltamos para a nossa capital maravilhosa com saudades do Rio, foi uma experiência incrível e diferente e será pra sempre guardada na minha memória.

A música que marcou sem dúvidas foi a do Avicii "Waiting for love", que dediquei a ele quando estava meses nesse mesmo lugar. Ele pediu ao amigo dele pra tocar pra mim, fiquei toda derretida sem dúvidas eu estava muito feliz, sabe quando vc ama a pessoa e seus olhos brilham só pra ela, pois é, essa era eu.

Na segunda nos amamos loucamente, tentamos todas as posições possíveis e passamos o dia inteiro na sua casa nos amando e fazendo comidinha lá mesmo, a noite saímos pra jantar num restaurante italiano, foi bem legal e ríamos de td, ele me contava suas histórias e eu ria de td, eu contava dos micos que eu paguei no país que moro com os locais, das diferenças culturais. Um momento se passou e ficamos em silêncio pois na terça-feira eu iria embora, nos olhamos profundamente e eu fiz uma cara triste, dizendo não quero te deixar amor, ele falou não fica assim não, prometo que não está terminando aqui a nossa história.

Fui embora na terça, me deixou no aeroporto e me acompanhou até o embarque. Eu chorei o abraçando, agradeci os momentos, foram poucos mas ficarão pra sempre na minha memória.

Ele me beijou e disse, prometo a você que iremos nos ver novamente, amei vc ter vindo, foi inesquecível, desejo uma ótima viagem.

Era hr de embarcar, fui olhando pra trás e dizia te amo mor...Ele riu, jogou beijos e esperou eu desaparecer.

O bom é que temos a technologia para nos comunicar e assim ficamos em contato sempre fazendo várias vezes quando dava saudade sexo virtual.

Obrigada por ficarem comigo até o final, essa é a minha história de amor, espero que tenham se divertido comigo. O nome do Alan foi mudado para preservar a sua identidade, mas realmente me chamo Michelle. Até outro dia, sucesso e muita sorte a todos vcs! 💋💖



ver comentários

Aviso:

Todos os comentários aqui exibidos são de inteira responsabilidade do comentarista. O site Clímax Contos Eróticos deixa claro nas suas normas que manifestações de pedofilia, racismo ou de qualquer outro teor ilícito serão banidas, assim como seus autores. Publicações ou comentários ofensivos aos demais membros poderão ser removidos.

Faça um comentário:



Sua nota para este texto:

Quero receber email sobre novos comentários.